Repórter Maxicar

Museu do Automóvel de Carmo da Mata pode entrar para a rota turística e cultural de MG

Museu do Automóvel de Carmo da Mata

Com acervo de 100 carros antigos, além de relógios, o museu hoje ainda não está aberto ao público e recebe visitantes só através de agendamento

O Museu do Automóvel e do Relógio de Carmo da Mata – MG recebeu no último dia 10 de julho a visita do Secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira e sua comitiva, além do deputado estadual Mauro Tramonte — que é também presidente da Comissão de Turismo e Gastronomia da Assembleia legislativa de Minas.

Museu do Automóvel de Carmo da Mata

Rúbio Fernal (e) recebe a comitiva do Governo do Estado de Minas Gerais no Museu do Automóvel e do Relógio de Carmo da Mata


Eles foram recebidos pelo casal Rúbio Fernal e Mônica Borges, proprietários do empreendimento, numa visita técnica com o objetivo de incluir esse Museu na rota turística e cultural de Minas Gerais. Com essa iniciativa, ele passaria a ser aberto ao público, tornando-o oficialmente uma atração turística para a cidade e estado, recebendo maior visibilidade, o que atrairia visitantes, gerando empregos e renda para a população local.

“A história que aqui se conta sobre o design automobilístico transcende o objeto, nos permitindo fazer uma leitura do próprio design da história da arte do último século e, sobretudo, dos personagens relacionados à coleção. Esse conjunto coloca Carmo da Mata no contexto do estado de Minas Gerais e do Brasil como um lugar singular pela sua representatividade na cultura do design automobilístico”, comentou o Secretário Leônidas Oliveira.


100 carros e 500 relógios

Com uma população de 11.500 habitantes, a pequena Carmo da Mata fica distante 180 km de Belo Horizonte, na microrregião de Campo das Vertentes, que tem São João de Rei e Barbacena como principais cidades.

Muito bem estruturado e espaçoso, atualmente o Museu do Automóvel e do Relógio de Carmo da Mata atualmente recebe visitantes apenas a partir de agendamento. Seu acervo possui cerca 100 automóveis, todos perfeitamente restaurados e tem como foco principal modelos americanos fabricados entre as décadas de 1920 e 1960. Embora o automóvel mais antigo seja um Ford Modelo T Touring fabricado em 1910. Conta ainda com uma impressionante coleção de cerca de 500 relógios.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Thiago Góis/Jornal A Notícia


Veja também

Espalhe por aí!
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ANUNCIE GRÁTIS!

Web Stories

Onde foram parar as nossas peruas? Nosso conteúdo um junho – Carros antigos Carros diferentes, nomes iguais