Curiosidades

Mitsubishi Jeep J37, a “prima” japonesa da nossa Rural

Mitsubishi Jeep J37

Com quatro portas e frente de Jeep CJ-3B, essa Station Wagon foi um dos modelos da longeva Linha Jeep fabricada na Ásia

Em 1953, a Mitsubishi Motors fechou parceria com a norte-americana Willys Overland (sob controle acionário da Kaiser) para a produção do Jeep CJ-3B no Japão. Inicialmente, os Jeeps eram fabricados nos EUA e chegavam desmontados e encaixotados à Ásia, onde eram apenas montados, sistema conhecido como CKD. A partir do CJ-3B a Mitsubishi criou diversas versões do Jeep, que lá foi designado apenas como J3. Uma dessas versões foi a Station Wagon Mitsubishi Jeep J37, lançada em 1962. É a versão oriental de nossa Rural, fabricada no Brasil pela Willys entre 1958 e 1966 e depois pela Ford, até 1977.

Os detalhes exclusivos da Mitsubishi Jeep J37

Apesar das muitas semelhanças, a Mitsubishi Jeep J37 tem algumas características exclusivas, até mesmo se comparada ao modelo original norte-americano. As mais marcantes são bem evidentes: a frente, que é a mesma do Jeep CJ-3B (apelidado aqui de “cara-de-cavalo”); além do fato de ter quatro portas. Outro detalhe curioso é o par de retrovisores posicionados bem à frente, nos paralamas, ao estilo dos automóveis orientais daquela época.

Outro diferencial da “Rural japonesa” era o sistema de abertura das portas traseiras, que davam acesso ao porta-malas. Enquanto as versões norte-americana, brasileira e argentina (Kaiser Estanciera) tinham abertura horizontal, com os vidros para cima e parte principal para baixo, na Mitsubishi Jeep J37 a abertura era na vertical, com uma porta abrindo para cada lado. Outra exclusividade.

Antes da J37, a Mitsubishi lançou a versão com a qual estamos mais familiarizados, a J11, com apenas duas portas. Mas por algum motivo ela teve vida bem curta, sendo produzida apenas de 1959 a 1962. Já a J37, com suas quatro portas, foi bem longeva, permanecendo no mercado por 21 anos, ou seja: até 1983, quando então foi lançada à Pajero.

Design imutável

Propagandas de época, incluindo duas da J11, de duas portas, descontinuadas depois de apenas três anos

Um fato bastante curioso sobre a Linha Jeep da Mitsubishi, é que ela permaneceu imutável em termos de design durante os 45 anos em que foi produzida (de 1953 a 1998), sendo sempre baseada no Jeep norte-americano CJ3-B, apesar de nos EUA, o Jeep ter evoluído sempre. Para se ter uma ideia, a AMC, então detentora da marca Jeep, já produzia o Wrangler desde 1986.

DKW Belcar Rio 1965
R$ 80.000,00

VW Kombi 1973
R$ 150.000,00

Mercedes-Benz 300 SL 1992
R$ 195.000,00

Willys Rural 4X2 1968
R$ 80.000,00

VW Brasília 1976
R$ 30.000,00

DKW Belcar 1963
R$ 80.000,00

R$ 32.000,00

FNM 2000 JK 1963
R$ 190.000,00

BMW 740i 1997
R$ 95.000,00

No Brasil, o Jeep CJ-3B começou a ser montado no sistema de CKD em 1954, sendo depois nacionalizado e completamente fabricado aqui já no modelo CJ5, seu sucessor. Assim como a Rural e os outros modelos da Willys, o Jeep CJ5 passou a ser fabricado pela Ford em 1967, permanecendo no mercado até 1983.

Willys Station Wagon norte-americana e Willys Rural brasileira

Voltando à SW Mitsubishi Jeep J37

A exemplo do restante da Linha Jeep fabricada pela Mitsubishi, a J37 era exportada para vários outros países da Ásia, como a Indonésia, a Malásia e o Vietnã.

Era equipado com motor de 4 cilindros 2.6 litros, de 120cv. A velocidade máxima era de 134 km/h. O câmbio era manual de 4 marchas na coluna de direção — que ficava do lado direito, como exige a legislação japonesa. A tração 4X4 era acionada através de alavancas no assoalho.

O originalíssimo exemplar vinho e branco que ilustra a nossa matéria, foi fabricado em 1976 e atualmente está a venda nos EUA. Não temos notícias de nenhum exemplar no Brasil.

Redação e edição: Fernando Barenco
Fotos: Classiccars.com e propagandas de época da Mitsubishi

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.