Curiosidades

Frigidaire: quando a General Motors fabricava geladeiras

Frigidaire

Marca de eletrodomésticos é quase tão antiga quanto a própria GM. No Brasil, seus refrigeradores foram produzidos a partir de 1951

Quem hoje tem mais de 50 anos, talvez se lembre das geladeiras Frigidaire, cuja logomarca era uma letra “F” com uma coroa estilizada por cima. Abaixo dela os dizeres: “Fabricação exclusiva da General Motors”. Pois é! A mesma fábrica que no início montava no regime de CKD os automóveis norte-americanos e que passou a fabricar depois os modelos brasileiros da Chevrolet, como o Opala, o Chevette e a linha de utilitários, também fabricava refrigeradores.

Frigidaire

Mas a história da Frigidaire é ainda mais antiga que a chegada da General Motors ao Brasil, em 1925. E quase tão antiga quanto a sua fundação, em 1908.

A Frigidaire foi fundada em 1916 por Nathaniel B. Wales e Alfred Mellowes, com fábrica na cidade de Fort Wayne, Indiana. Se chamava então Guardian Frigerator Company e foi uma empresa pioneira na fabricação de geladeiras domésticas. Um dos fundadores da GM, William C. Durant, viu ali uma ótima maneira de diversificar os negócios, comprando a companhia apenas três anos depois do início de suas atividades, e a rebatizando de Frigidaire.

Frigidaire, sinônimo de geladeira

Nas primeiras décadas do Século XX a marca Frigidaire se tornou tão popular nos Estados Unidos, que virou sinônimo de refrigerador, assim como aconteceu, por exemplo com a Gillete e suas lâminas de barbear, e a Maisena e seu amido de milho. Em 1929 comemorou a fabricação de um milhão de geladeiras!

E além de refrigeradores, ela fabricava também outros produtos do gênero, como ar-condicionados domésticos (também pioneira), aquecedores, máquinas de lavar roupa e compressores de ar. Essa diversificação, deu à General Motors o know-how para o desenvolvimento de sua linha de ar-condicionados para os automóveis de suas mais diversas marcas: Cadillac, Buick, Oldsmobile, Pontiac e Chevrolet.

Assim como os veículos General Motors, os produtos Frigidaire — principalmente os refrigeradores — eram exportados para o mundo inteiro, incluindo o Brasil. No entanto, o baixo poder aquisitivo das famílias brasileiras, tornavam a compra de um refrigerador importado algo bastante inacessível.

FNM Jk 2150
R$ 135.000,00

R$ 45.000,00

VW Saveiro Summer 1996
R$ 70.000,00

R$ 49.000,00

R$ 85.000,00

R$ 215.000,00

VW Voyage LS 1.6 1986
R$ 50.000,00

R$ 29.900,00

R$ 32.000,00

Frigidaire

Apenas quatro anos após o início da produção no Brasil, já haviam sido fabricadas 75 mil geladeiras

Mas esse cenário mudou a partir de 1951, quando a General Motors do Brasil passou a produzir aqui mesmo seus refrigeradores, em sua fábrica em São Caetano do Sul.

A produção foi encerrada em 1979, ano em que a matriz da GM no EUA vendeu a Frigidaire para a White Consolidated Industries, então detentora das marcas White Westinghouse e Kelvinator.

A atual logomarca

A marca Frigidaire ainda existe até hoje, pertencendo desde 1986 à fabricante de origem sueca Electrolux, que possui fábrica e uma ampla linha de produtos aqui no Brasil. No entanto, ela comercializa os produtos Frigidaire apenas na América do Norte.

Redação e edição: Fernando Barenco

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados