Curiosidades

Surpreenda-se com esse Citroën 2CV em madeira de lei!

Citroën 2CV em madeira

Veterano marceneiro francês demorou 6 anos para concluir o projeto. Ficou absolutamente funcional e fiel ao modelo original

A soma de paixão por automóveis e um admirável talento com madeira só poderia dar nisso! Michel Robillard é o seu nome. Marceneiro aposentado, morador em Sennevieres – França, desde a década de 1990 se dedica à criação de réplicas em escala 1:10 de famosos carros e caminhões em madeira. Foi inclusive várias vezes premiado por seu ofício. Daí, para criar um Citroën 2CV em madeira em tamanho real foi um pulo!

Carros, motos, decorações, miniaturas, peças, ferramentas e literatura
(24) 2243-2876 / 98856-2876

O desafio teve início em 2011 e foi concluído em 2017. Isso mesmo! Foram seis anos de dedicação à produção do carro, usando as mais diversas madeiras de lei. Todas as medidas são exatas e Robillard não esqueceu nenhum detalhe do carro original. Uma das partes mais difíceis foi o capô, por causa de sua curvatura. Foram semanas de muito cinzel e lixa para chegar à forma perfeita.

Citroen 2CV de madeira

Michel expõndo o Citroen 2CV de madeira e suas miniaturas em um evento em 2018


O Citroën 2CV em madeira funciona como o original

Importante frisar que se trata de um automóvel tão funcional quanto aquele fabricado pela Citroën. Por ser a madeira uma matéria prima mais pesada, foi usado um chassi mais robusto e um motor um pouco mais potente (602cc e 32hp!), o do Dyane, um modelo que nasceu nos anos 1960 para ser o substituto do 2CV e tem visual bem parecido. E como madeira pega fogo, foi usado um bom sistema de isolamento térmico para o cofre do motor.

Tudo o que foi possível, foi confeccionado em madeira, inclusive parachoques, calotas e bancos, mas esses receberam providenciais almofadinhas, senão fica difícil…

Apesar da idade avançada, o inquieto marceneiro está sempre pronto a encarar novos projetos e desafios. Depois dessa obra de arte, ele já se aventurou a criar outros carros em madeira na escala 1:1, sempre fiel à marca Citroën. Então, decidiu que era hora de dizer adeus ao 2CV. Ele foi vendido em um leilão que aconteceu em junho de 2023, sendo arrematado pelo curador de um museu de artes pela fabulosa quantia de 210 mil Euros — que pelo câmbio atual chega a R$ 1.100.000.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: MPL Photography e Facebook


Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.