Curiosidades

Obra de arte em madeira: é o Hispano-Suiza H6C Tulipwood 1924

Hispano-Suiza H6C Tulipwood

Sua carroceria foi encomendada por um magnata francês a uma fabricante de aviões. Carro será agora vendido em milionário leilão nos EUA

O nome é bem grande e pomposo: Hispano-Suiza H6C Tulipwood Torpedo by Nieuport 1924. Faz jus ao carro, que é de fato uma obra de arte.

O magnata francês do ramo de bebidas Andre Dubonnet era, entre outras coisas, aviador e piloto de corridas. Juntando essas duas paixões, ele encomendou à Nieuport Aviation Company — uma fabricante de aviões que se notabilizou durante a 1ª Guerra Mundial — um carro bastante leve para corridas e que fosse usável também nas ruas.

Mogno e milhares de rebites

Para o projeto foi usado um Hispano-Suiza H6C 1924 que recebeu uma carroceria feita artesanalmente toda em madeira. Foi construída uma estrutura com ¾ de polegada de espessura, que foi recoberta por muito finas folhas de mogno. Para juntar tudo, milhares de rebites de latão, que ficam aparentes. Pesando apenas 72 quilos, a carroceria foi então selada, lixada e recebeu várias mãos de verniz.  

Hispano-Suiza H6C Tulipwood

O Hispano-Suiza H6C Tulipwood em versão “pelada”, durante a corrida de Targa Florio de 1924


A leveza do conjunto, combinada a um motor 6 cilindros de 8 litros de 200cv trouxe bons resultados. Com o Hispano-Suiza H6C Tulipwood, Dubonnet teve relativo êxito em famosas corridas europeias, como por exemplo o sexto lugar na italiana Targa Florio.

Embora a Hispano-Suiza fosse uma marca de automóveis espanhola, esse H6C em madeira é considerado um carro francês, já que sua carroceria foi fabricada na França e seu conjunto mecânico pela subsidiária francesa da Hispano-Suiza.

Leilão milionário

Ao longo das décadas, ele integrou várias coleções e participou de eventos automobilísticos importantes na Europa e nos EUA. Nos anos 1980 passou por uma restauração criteriosa, que preservou todas as características que o tornam um carro realmente único.

Em agosto deste ano ele fará parte de um leilão milionário promovido pela tradicional RM Sotheby’s, que acontece em Monterey, na Califórnia. A expectativa é que seja vendido por algo entre US$ 8 milhões a US$ 12 milhões.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: RM Sotheby’s


Espalhe por aí!

Deixe seu comentário!

Novidades dos Classificados