Repórter Maxicar

Um Citroën Traction Avant, duas aventureiras e 40 mil km de histórias

Começou a “Aventura Citroën Terra América”! A travessia panamericana a bordo de um Traction Avant 1956 partiu do ‘Conservatoire Citroën’

Com parceria da Citroën e da associação L’Aventure Citroën, a extraordinária expedição tem o propósito de atravessar o continente americano de Norte a Sul, a bordo de um Traction Avant produzido nos anos 1950. O projeto, batizado de “Aventura Citroën Terra América”, vai conduzi-las do Alasca (EUA) à Terra do Fogo (Argentina), ao encontro de 21 povos indígenas ao longo da famosa Panamericana, a estrada mais longa do mundo.

André Citroën e o legado das expedições

Citroën Traction Avant

As Expedições Citroën do século passado representaram uma página importante da história automobilística e da aventura humana. Imaginadas e promovidas por André Citroën a partir dos anos 1920, essas expedições evidenciam a importância do automóvel como um meio de explorar o mundo e aproximar os povos. A “Aventura Citroën Terra América” partiu em 26 de maio do Conservatoire Citroën, um lugar simbólico onde é conservada a mais importante coleção internacional de veículos da Citroën. Dentre as 280 peças expostas, o Traction Avant e os veículos que participaram das famosas Expedições ganharam um lugar de destaque nesse dia.

“Hoje começa um desafio nos moldes daqueles organizados por André Citroën! Batizada de ‘Aventura Citroën Terra América’, esta expedição tem todos os ingredientes que fazem sonhar, a exemplo das Expedições Citroën do passado”, comentou Stéphane Barbat, responsável pelas Parcerias na Citroën.

“A missão da nossa Associação é preservar, compartilhar e manter viva a fabulosa história da Citroën, que desde 1919 revoluciona o automóvel. É um imenso prazer acompanhar esse projeto e poder contar com o apoio dos clubes ao redor do mundo.”, disse Xavier Crespin, Diretor Geral da Associação L’Aventure Peugeot, Citroën e DS.

O Traction Avant é um automóvel lendário, que reúne num mesmo veículo as soluções mais modernas existentes na época: além do modo de transmissão, uma estrutura monobloco inteiramente de aço, freios hidráulicos e uma suspensão com quatro rodas independentes. Lançado em 1934, a robustez e a simplicidade mecânica do Traction Avant fazem dele um extraordinário carro de aventura até hoje, mais de 80 anos depois. E como se não bastasse, a simpatia que ele suscita só aumenta com o passar do tempo, na França e em todo o mundo.

“O charme estético do Traction Avant é um verdadeiro trunfo que vai favorecer os contatos espontâneos e positivos!”, afirmou Fanny Adam, responsável pela expedição “Aventura Citroën Terra América”.

A audaciosa travessia das Américas

Essa viagem inédita de 40 mil quilômetros por 14 países faz parte dos genes da marca Citroën: uma expedição automobilística em escala humana. Ao volante do lendário Traction Avant, veículo icônico da indústria automotiva francesa, a dupla de exploradoras irá ao encontro dos povos nativos da América que defendem uma visão do mundo mais ética, responsável e solidária.

“O fato de nosso projeto estar associado à Citroën, à associação L’Aventure Citroën, à concessionária Citroën de Vannes e à ‘Amicale Citroën Internationale’, que reúnes os clubes Citroën fora da França, é um orgulho e uma responsabilidade para nós. Agradeço a todos pela confiança e a ajuda preciosa”, comentou Fanny Adam.

Além desses encontros e dos depoimentos que elas vão colher e divulgar, as duas aventureiras vão percorrer uma estrada lendária, de contrastes sociológicos, geográficos e climáticos: a Panamericana. Elas vão viajar pelas suntuosas paisagens naturais das Américas, pelos sítios históricos das civilizações Maya e Inca, por megalópoles, bem como por estradas e caminhos pacatos. Um verdadeiro paralelo entre a civilização moderna e a cultura nativa.

“A audácia ao serviço do ser humano, estes são os valores inscritos nos genes da Marca. É um prazer, como principal patrocinador dessa expedição, podermos nos associar à L’Aventure Citroën e acompanhar Fanny Adam ao longo de seu projeto de travessia do continente americano, ao encontro dos povos indígenas, a bordo de um Traction Avant.”, disse Stéphane Barbat, responsável pelas Parcerias na Citroën.

Uma aventura humana fora do comum, com uma dupla feminina

Fanny Adam, idealizadora do projeto e responsável pela expedição, é uma jovem empreendedora curiosa e determinada. Sensível à causa das populações indígenas, ávida por viagens e encontros insólitos, esta Doutora em Ciências vai mergulhar numa travessia fora do comum, que optou por fazer a bordo de um Traction Avant. Ela deve a descoberta e a paixão pelo modelo a Gérard d’Aboville, que fez a travessia solitária a remo do Atlântico em 1980 e a do Pacífico em 1991 e correu vários ralis, incluindo três Paris-Dakar, sendo um deles de moto. Gérard dirige um Traction Avant desde os 18 anos. Um carro que Fanny, sua colega, teve a oportunidade de conhecer e tomar emprestado para correr um rali de regularidade e percorrer estradas europeias. Gérard ajudou muito na preparação técnica do veículo para essa aventura fora de série.

Na primeira etapa da expedição, a copiloto será Gaëlle Paillart, responsável pelas imagens. Esportiva e apaixonada por viagens, ela possui uma sólida formação científica. As viagens esportivas se tornaram um modo de vida para ela. Gaëlle será a primeira copiloto a embarcar a bordo da expedição “Aventura Citroën Terra América”, no trecho entre Prudhoe Bay e Los Angeles.

Era será substituída por Maéva Bardy, que assumirá a função de copiloto e responsável pelas imagens da expedição até o Ushuaia. Maéva percorre o planeta há anos como jornalista, repórter de imagens e realizadora de documentários. Sensível à natureza e ao meio ambiente, Maéva participa regularmente de expedições científicas como correspondente.

Para seguir a aventura

O Traction Avant embarcou no começo de junho em um navio rumo ao Alasca. Fanny Adam e sua companheira de equipe devem reencontrar o veículo no início de julho, no ponto de partida da expedição, situado em Prudhoe Bay, a 70°N. A primeira etapa será realizada na América do Norte, de julho a setembro de 2021. As etapas seguintes (América Central e América do Sul) seguirão no mesmo espírito, num formato que não é o de uma corrida e que não tem uma data de chegada predeterminada: na América Central, de janeiro a maio de 2022, e na América do Sul, de outubro de 2022 a janeiro de 2023.

A Citroën transmitirá as principais etapas da “Aventura Citroën Terra América”. Graças às imagens compartilhadas pela dupla, poderemos acompanhar a viagem, com seus desafios mecânicos, suas surpresas, seus desvios para visitar as atrações naturais ou urbanas mais importantes e seus encontros inesperados. Em cada país atravessado pela expedição, os clubes automobilísticos tradicionais, como a “Amicale Citroën Internationale”, estarão a postos para fornecer apoio logístico e, se necessário, estabelecer contatos locais em função das situações. A equipe terá, em alguns trechos, a companhia de outros Traction Avant, bem como de veículos clássicos, com belos encontros em perspectiva!

O percurso poderá ser acompanhado em tempo real, graças à navegação de bordo: como no caso da regata “Vendée Globe”, você poderá seguir ao vivo, via satélite, a progressão do veículo no mapa e viver uma experiência imersiva inédita da expedição, com imagens, vídeos e relatos enviados regularmente ao longo do trajeto: terramerica.fr/suivre-expedition-terramerica/

Ficha técnica do Traction Avant ‘Aventura Citroën Terra América’

Citroën Traction Avant

A equipe da“Aventura Citroën Terra América” escolheu este Citroën Traction Avant 11B 1956 Grand Raid por suas qualidades, adquiridas ao longo de anos de preparação para provas de cross-country. Este Citroën Traction11B, saído da fábrica de Javel em abril de 1956, foi comprado em 2005 por Robert Muller, um fornecedor de peças mecânicas especiais para carros de ralis, que adaptou especialmente o veículo para efetuar grandes expedições durante 15 anos, ao lado de associações como a Tractions sans Frontières, Globe Drivers, Traction Euro-Travel e La Traction Universelle. Assim, entre 2006 e 2017, o veículo percorreu o mundo: Austrália, Marrocos, Rússia, Itália, Europa do Norte, Argentina, Malásia, Tailândia, Cordilheira dos Andes, Sardenha, Córsega, Grécia, Portugal, Sicília. Ano após ano o carro foi sendo aperfeiçoado, beneficiando-se com a experiência de todos os participantes dessas expedições. O resultado final é considerado o que há de melhor nesse quesito. Depois de todas essas viagens, o carro foi inteiramente revisado e o motor refeito (5.000 km na compra).

Modificações ‘Grand Raid’

Citroën Traction Avant
  • Carroceria: reforços gerais
  • Mecânica: DX2, 5 rolamentos, 5 marchas / radiador de grande capacidade e ventilação dupla / e tanque de aço inoxidável de 70 litros / reforço de triangulação no eixo dianteiro / direção hidráulica / freios a disco dianteiros, assistência hidráulica e fluido de silicone, com circuito de aço inoxidável / suspensão original com barra de torção, amortecedores reforçados
  • Sistema elétrico: 12 volts / alternador / ignição eletrônica / bomba elétrica de combustível
  • Diversos: Bancos de veludo do Citroën BX com encosto de cabeça / cintos de segurança, iluminação externa potente, para-brisa laminado, isolamento térmico e acústico / malas de armazenamento aparafusadas à carroceria / aquecedor auxiliar.

Com essa preparação e equipado com um kit de peças de reposição fornecidas pela equipe da l’Aventure Citroën, o Traction Avant está pronto para enfrentar a Panamericana!

Texto, fotos e video: Stellantis Press


Veja também

Espalhe por aí!
  • 1.4K
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1.4K
    Shares

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ANUNCIE GRÁTIS!