10 Perguntas ao Presidente, com Fatima Barenco

Leonardo Souza – Clube do Automóvel Antigo de Campos, RJ

Antigomobilismo: “um movimento em ascensão”

Nosso entrevistado desse mês é advogado e seu hobby, claro, o automóvel antigo, uma paixão que acredita ter herdado de seu pai, já que muitos dos modelos que passou a admirar fizeram parte de sua juventude.
Hoje está à frente do Clube do Automóvel Antigo de Campos. Tenho a honra de bater um papo descontraído com o Presidente Leonardo Souza Silva.


Conte nos como surgiu o Clube do Automóvel Antigo de Campos.

O Clube do Automóvel Antigo de Campos do Goytacazes foi fundado em agosto de 1992, quando na ocasião Roberto Rangel, que já era colecionador e aficionado por carros antigos, junto com Manoel Machado, outro entusiasta pelos Antigos e mais dois colecionadores organizaram a Primeira Exposição de Carros Antigos de Campos. Por ocasião dessa exposição foram convidados colecionadores de várias cidades do Brasil e principalmente do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo (RJ) e Vitória (ES) que prontamente vieram com seus antigos automóveis exuberantes.

Depois o Clube do Automóvel Antigo de Campos resolveu se unir ao Clube de Itaperuna, e dessa fusão surgiu o Rio Minas Clube de Veículos Antigos. Em 2015, os antigomobilistas de Campos ao notarem uma falta de identidade de Campos com o antigomobilismo, resolveram reascender a chama do Clube do Automóvel Antigo de Campos. Desta forma a nossa ligação com o Clube Rio Minas é muito forte, uma vez que o Clube de Campos é ao mesmo tempo criador e cria do Rio Minas.

O clube do Automóvel Antigo de Campos vem ao longo destes anos (1992-2020) realizando eventos e mantendo viva a memória e história dos veículos antigos  que contam em paralelo a história de nossa cidade e de nosso país. Atualmente o clube conta com 60 sócios e aproximadamente 200 veículos antigos em seu acervo.

Além do evento anual que outras atividades vocês realizam?

O clube além do evento anual, realiza um passeio geralmente todo primeiro domingo do mês. Esse passeio procuramos fazer em um raio de 50 km de Campos. E além do passeio promovemos um encontro mensal todo terceiro sábado do mês no Jardim do Liceu, além de uma festa de confraternização em dezembro.

Como tem sido sua trajetória à frente do clube? Em sua opinião, quais são as maiores dificuldades enfrentadas por um presidente de clube de automóveis antigos?

Leonardo entre os ex-presidentes Mário César Venâncio (e) e Roberto Rangel (d)

Iniciamos nosso mandato no final de 2019, após um belo trabalho dos presidentes anteriores, Roberto Rangel e Mario Cesar Venâncio. Realizamos a festa de confraternização em dezembro de 2019, e após o recesso de janeiro e fevereiro, realizamos um passeio a cidade vizinha de São Fidelis, em março de 2020, ocasião na qual homenageamos as mulheres pelo seu dia.
Estávamos organizando um grande encontro anual, que seria realizado em maio de 2020, porém devido a atual situação (a pandemia do novo coronavirus), o clube foi obrigado a interromper todas suas atividades, inclusive cancelando o encontro anual de 2020.

Não vejo muitas dificuldades em relação ao clube, uma vez que os sócios são unidos em prol da paixão que é o automóvel antigo.

Já divulgamos o cancelamento do XVIII Encontro de Veículos Antigos de Campos dos Goytacazes, entre tantos outros, em função do coronavírus. Com toda essa incerteza, cancelar é melhor que adiar?

Após uma reunião virtual com os membros da diretoria, chegamos ao consenso de que o melhor seria cancelar o evento em 2020 e somente realizar o evento em 2021, exatamente pela incerteza gerada com a atual situação, uma vez que devido a não saber quando os eventos serão liberados para acontecer, além do que um eventual adiamento para o segundo semestre é temeroso, pois como iremos enfrentar uma crise econômica, isso iria comprometer o brilhantismo do evento, além do que haverá uma grande coincidência de datas no segundo semestre, caso a situação se normalize e a realização dos eventos seja liberada.

Quando tudo isso passar, qual será o seu primeiro passeio a bordo de um carro antigo?

Com certeza iremos organizar um belo passeio com todos integrantes do clube e apaixonados pelo antigomobilismo, no meu caso tenho usado muito pouco meus veículos.

Uma grande conquista para o clube que mereça destaque?

A união perpetuada entre os amantes do antigomobilismo, o grande objetivo do clube é promover essa união, seja para troca de informações, indicações de peças e oficinas… Essa união fez com que os associados se tornassem uma grande família.

Nos encontros ouvimos muitas histórias do quanto significa determinada marca de carro para uma pessoa, das lembranças de infância e de muitas outras recordações. De onde vem sua paixão pelos carros Antigos? Além do Passat — que foi tema de matéria aqui no Maxicar — sei que você possui outros antigos.  Entre eles qual o seu xodó?

Leonardo Souza

No capô do Opala 1974 e no Salão de Automóvel de 1984

Na verdade, o Passat é uma caso à parte, sendo ele incontestavelmente o meu xodó, mas todos os meus carros me remetem a alguma coisa do meu passado.

A Puma GTC 1981, conversível, era um sonho de infância, sendo que essa é o xodó dos meus dois filhos, Gabriel e Leonardo. Possuo também um Diplomata 1992, que era sonho de consumo na época. Um raríssimo Escort XR3 Laser 1985,  uma Mercedes Benz 280 1974 e um Del Rey Guia 1988.

Qual a sua visão do antigomobilismo no Brasil no momento atual?

É um movimento que está em ascensão, até porque o automóvel antigo nos remete a boas lembranças, sejam da juventude ou da infância. Dificilmente uma pessoa ao ver um automóvel antigo não traga à tona belas lembranças.

Jantar de Confraternização do Anual 2019, com a presença do presidente da FBVA, Altair Manoel (sentado, ao centro)

Para quem quiser se filiar ao clube, como deve proceder?

É só entrar em contato pelo nosso e-mail cautoantigocampos@hotmail.com, além do Facebook – Clube do Automóvel Antigo de Campos e Instagram – @caacrj.

Nossa entrevista está terminando e deixamos aqui com a palavra o grande amigo e presidente  Leonardo, a quem agradeço imensamente pela participação e por poder mostrar  um pouco mais sobre os clubes brasileiros. O espaço é todo seu…

Foi uma grande honra participar desse espaço e poder contar um pouco da história do Clube do Automóvel Antigo de Campos. Espero que essa atual situação de isolamento social e cancelamento/adiamento de eventos se resolva logo, para o mais breve voltarmos a nos encontrar nos eventos em prol do Automóvel Antigo.

Espalhe por aí!
  • 111
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    112
    Shares

Fatima Barenco

Editora do Portal Maxicar. Emails para essa coluna: fatima@maxicar.com.br

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ADESIVOS MAXICAR

Novidades dos Classificados