10 Perguntas ao Presidente, com Fatima Barenco

Entrevista: Sergio Antônio Cemin — Veteran Car Club Serra Gaúcha – RS

Veteran Car Club Serra Gaúcha

É o vírus da ferrugem atravessando gerações

Seu primeiro carro antigo foi comprado quando ele tinha apenas 13 anos! Um Opala 1971. E de lá para cá essa paixão virou uma coleção. Hoje à frente do Veteran Car Club Serra Gaúcha – RS ele fala com muito orgulho e emoção do clube que fundou, de suas filhas, além de nos contar as suas histórias… 

Abrindo as minhas entrevistas de 2024, tenho a honra de bater um papo com o Presidente Sergio Antônio Cemin

Carros, motos, decorações, miniaturas, peças, ferramentas e literatura
(24) 2243-2876 / 98856-2876

Em primeiro lugar queremos conhecer a história do Veteran Car Club Serra Gaúcha – RS. Quando e como surgiu?

Eu fazia parte de outro clube de carros antigos na cidade de Caxias do Sul – RS. No entanto, por algumas desavenças e falta de comprometimento de tal clube com o antigomobilismo, resolvi sair do mesmo em meados de 2012/2013 e fundar meu próprio clube de carros antigos no ano de 2015. Com a ajuda de amigos, hoje integrantes do Veteran Car Sul Catarinense, de Criciúma – SC, encontramos um nome para o clube, fizemos o logo e começamos com a divulgação. Em pouco tempo após à fundação, já realizei o primeiro encontro de carros antigos, organizado por mim e mais alguns amigos, que ocorreu em 2015 em Nova Petrópolis -RS e foi um sucesso. Desde então, o clube só cresceu, realizando atividades e promovendo o antigomobilismo por todo Brasil, contando hoje com cerca de 40 associados, pessoas estas do bem e amantes do antigomobilismo.

Veteran Car Club Serra Gaúcha

4ª Edição do Car Collection, que aconteceu em Nova Petrópolis, RS


Nos fale sobre as atividades que o clube realiza.

O Veteran Car Club Serra Gaúcha hoje realiza um encontro anual, denominado de “Car Collection”, que ocorre sempre no mês de março, sendo este ano em Caxias do Sul/RS. Realiza também encontros mensais todo 3º domingo do mês na cidade, bem como arrecadações de alimentos, ração e agasalhos — sempre agregadas ao antigomobilismo — como forma de ajudar pessoas e animais necessitados, trazendo o carro antigo como símbolo de união.

Além disso, diversos locais como restaurantes, lojas e shoppings convidam o clube para realizar eventos, os quais a gente encontra uma data e realiza a fim de divulgar os locais. As vezes são tantos lugares, que precisamos negar o convite por faltar datas e tempo (risos), uma vez que o clube além de realizar suas atividades, prestigia os eventos de outros clubes durante o ano todo.

Nos conte um fato marcante para o clube que mereça destaque.

Com certeza, todos os acontecimentos para o clube são importantes, mas um que mereça destaque foi quando a Prefeitura de Caxias do Sul nos convidou para trazer nosso evento anual para a cidade. Ficamos muito felizes com o convite, pois além de ser a minha cidade natal, Caxias do Sul é o segundo maior município do Estado e merece receber um evento deste porte, com pessoas vindas de todos os Estados brasileiros com suas famílias, a fim de desfrutarem da nossa culinária típica, como a boa massa, polenta, galeto e vinho, passeios turísticos e demais atrações que nossa região oferece.

Falando nisso, como estão os preparativos para o 5° Encontro Car Collection Caxias do Sul, que acontecerá entre os dias 22 e 24 de março. Qual a sua expectativa?

Estão a mil! Estamos nos mobilizando o máximo possível para convidar todos os antigomobilistas do país, divulgando o evento em todos os lugares que nós vamos. O evento já vem sendo um sucesso há anos, e nossa expectativa para 2024 é muito boa, de forma que esperamos cerca de 600 veículos antigos no evento, entre eles carros, caminhões, ônibus e motos, um público estimado em 10 mil pessoas, de forma que movimentará a economia da cidade, com hotéis, restaurantes, postos de combustíveis e comércio local.

O evento contará com diversas atrações, como passeios turísticos a cantinas e vinícolas da região, além de praça de alimentação, mercado de pulgas, premiação para os veículos destaques, entrada gratuita e pavilhões cobertos. Todos estão convidados a participar!

Está chegando também a 34ª Festa Nacional da Uva que acontecerá em fevereiro. Nos conte sobre a participação do Veteran Car Club Serra Gaúcha nesse evento.

Veteran Car Club Serra Gaúcha

Minha história com a Festa da Uva vem desde cedo, quando meu pai, verdadeiro amante da Festa sempre participava e trazia diversas lembranças para casa. Antes de 2022, o último desfile que organizei foi na Festa da Uva de 2006, em que trouxe diversos veículos antigos para o desfile, além de amigos que desfilavam com bicicletas e carrinhos de serrar lenha, e durante o desfile faziam polenta brustolada, queijo e salame para nós e para o público mais próximo.

De 2006 a 2021 não tivemos mais os desfiles com os carros antigos, momento em que, em contato com a organização da Festa, fui convidado a realizar novamente a abertura dos desfiles com os carros antigos, que então ocorreria na Festa da Uva de 2022 (33ª festa). Foi maravilhoso! As pessoas de idade todas emocionadas com o desfile, enfim, só coisas boas. Agora, na 34ª Festa da Uva, realizaremos novamente a abertura dos desfiles com os veículos, e todos já estão ansiosos para participar e viver este momento único que fica na lembrança de todos nós.

Vamos falar sobre a sua vice presidente… Como é ter a sua filha ao seu lado no antigomobilismo.

Veteran Car Club Serra Gaúcha

Com as filhas Daniela (e) e Micheli, que são respectivamente a Vice-Presidente e a Tesoureira do clube


É espetacular! Minha filha Daniela, que hoje é a atual Vice-Presidente do Veteran Car Club Serra Gaúcha, me acompanha desde que nasceu. Com poucos dias de vida levei ela em um encontro mensal de carros antigos que estava acontecendo na cidade (a mãe dela queria me matar – risos). Desde então, em todo evento que eu participava ou organizava, ela estava comigo. Ela, e a irmã dela Micheli, que hoje é a Tesoureira do clube, me acompanhavam nas viagens dormindo no banco traseiro dos meus carros, onde percorríamos 500, 600, 700 kms até chegar no destino. Minha filha Micheli gosta também deste meio, mas seguiu outros passos. Hoje, quem me ajuda em tudo, e organiza os eventos comigo é a Daniela, de forma que eu a ensinei desde nova como eram e deveriam serem feitas as coisas. Diversos amigos hoje a veem e lembram de quando era um bebê que pegavam no colo, e ficam muito felizes, assim como eu, de ver uma mulher engajada neste meio. Só tenho a agradecer por tudo que minha filha faz por mim e pelo nosso clube.

Com os filhos Sergio Antônio Cemin Filho e o Leonardo Cemin


Também tenho dois filhos homens, o Sergio Antônio Cemin Filho e o Leonardo Cemin, que sempre me ajudaram desde pequenos enquanto eu era proprietário de garagens de automóveis em Caxias do Sul. Hoje, Sergio é advogado, e Leonardo é proprietário de uma loja de carros Premium em Balneário Camboriú/SC. A paixão pelos automóveis realmente pegou a todos.”

De onde vem sua paixão pelos carros Antigos?

Bom, meu pai, no início da sua vida, possuía uma concessionária de caminhão FNM e posto de combustíveis em Caxias do Sul, chamado de Auto Posto São Pelegrino. Desde muito novo, eu ia trabalhar junto com meu pai só para mexer nos veículos, entre eles carros, motos e caminhões. Com 13 anos, comprei meu primeiro carro, um Opala 1971, 4 portas e desde então nunca mais parei. Tive cerca de 49 Opalas, entre eles Opalas e Caravans, sendo um apaixonado pela marca GM.

Auto Posto São Pelegrino em Caxias do Sul


Hoje, possuo uma vasta coleção de veículos antigos, entre eles carros, motos e caminhão. Possuo ainda uma Caravan Comodoro 1988/89, que foi deixada pelo meu falecido pai para mim, que conta com apenas 21 mil kms de fábrica, na qual eu mesmo vendi a ele, na então concessionária Servibras da cidade.

Nos encontros ouvimos muitas histórias do quanto significa determinada marca de carro para uma pessoa, das lembranças de infância e de muitas outras recordações. Qual o seu xodó sobre rodas? Nos conte um momento inesquecível a bordo dele.

Veteran Car Club Serra Gaúcha

Na antiga foto de família, os preparativos em mais uma viagem com a Rural


Sempre fui um apaixonado por carros em geral, especialmente os antigos, constantemente os cuidando, lavando e preservando. Adorava também correr nas pistas com os veículos, onde eu e amigos preparavam nossos próprios carros, geralmente Opalas. Meus pais não podiam saber que eu corria, e eu era reconhecido como um dos melhores pilotos da época, então ao sair dos veículos, saia sempre de capacete, e um amigo aparecia nas fotos em meu lugar. O tempo foi passando, e a idade chegando, de forma que fui adquirindo os veículos não mais para correr e sim para colecionar. Hoje, é difícil escolher um, mas acredito que meu xodó é minha Willys Rural 4×2, ano 1967, cinza e branca, que é o carro que possuo muitas histórias com a minha família.

São vários os momentos marcantes com ela, mas em especial uma viagem que fiz com minhas filhas pequenas e ex mulher à Criciúma – SC. Sempre levávamos toda estrutura para montar um verdadeiro QG no evento com os amigos. Lembro que dentro da Rural eu levava fogão, mesa, cadeiras, panelas, pratos, copos… enfim, tudo que precisasse para passar um final de semana longe de casa de forma confortável. Minhas filhas, que eram pequenas, iam dormindo no banco de trás, onde eu arrumava cobertas e travesseiros, e ao que me lembro, passavam mais tempo dormindo dentro da minha Rural do que em casa (risos), já que todo final de semana tínhamos um evento para ir.

Tempo bom esse, e que não volta mais (lágrimas). Também não posso deixar de mencionar, quando levei minha Rural ao Encontro de Águas de Lindóia e ela foi premiada na categoria, momento em que fiquei muito feliz, exibindo o troféu até hoje (risos).

Para quem quiser se filiar ao Veteran Car Club Serra Gaúcha, como deve proceder?

Veteran Car Club Serra Gaúcha

Encontro Mensal


Os interessados em se filiar ao clube podem entrar em contato pelo telefone/WhatsApp (54) 99131-0140. É necessário pagar uma joia, e as mensalidades. O clube fornece carteirinha de associado, título, camisetas, adesivos e brindes, promovendo sempre eventos para os associados e pessoas de fora participarem, movimentando assim os veículos. Sendo associado, a pessoa poderá solicitar o Certificado de Coleção para seu veículo, adquirindo assim a placa preta, desde que de acordo com as normas previstas nas resoluções do Contran. Todos são bem-vindos a se associarem conosco, sendo de Caxias do Sul ou não.

Nossa entrevista está chegando ao fim e deixo aqui com a palavra o Presidente Sergio Antônio Cemin, a quem agradeço imensamente pela participação e por poder mostrar um pouco mais sobre os clubes brasileiros. O espaço é todo seu…

Primeiramente quero agradecer ao Maxicar pela oportunidade de poder contar um pouco da minha história neste mundo do antigomobilismo e do clube que fundei. Deixo o convite a todos os amigos e antigomobilistas para participarem do 5º Encontro Car Collection Caxias do Sul, que acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de março deste ano, nos Pavilhões da Festa da Uva em Caxias do Sul – RS, onde todos serão muito bem-vindos, com seus automóveis e suas famílias. A entrada para o público visitante do evento é gratuita, mediante 1kg de alimento. Mais informações pelo telefone (54) 99131-0140.

Encerro esta entrevista com o coração feliz! Novamente agradeço a oportunidade ao Maxicar. Vida longa e sucesso a todos vocês!!

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.