Curiosidades

Vespacar: alternativa dos Correios nos anos 1960

Vespacar

Triciclo baseado na motoneta Vespa foi usado na entrega de correspondências e encomendas no Rio de Janeiro

Em uma recente postagem nas redes sociais, o Arquivo Nacional publicou essas duas fotos históricas de seu acervo de imagens. Trata-se da cerimônia de apresentação dos novos Vespacar do Departamento de Correios e Telégrafos (atual ECT), no dia 25 de janeiro de 1963.

Apresentação do Vespacar dos Correios (nessa imagem e em nossa foto principal)


O Vespacar era um triciclo baseado na famosa scooter italiana Vespa, que na época era fabricada sob licença no Brasil pela Panauto, que tinha fábrica no bairro carioca de Santa Cruz.

Projetado especialmente para o transporte de pequenas mercadorias, utilizava o mesmo motor de 150 cm³ da Vespa e câmbio no guidão, com quatro marchas + marcha-a-ré. A propaganda prometia consumo de apenas 3 litros de combustível a cada 100 quilômetros rodados e autonomia de 400 quilômetros.

A capacidade de carga era de 360 kg e levava ainda dois ocupantes. A cabine era toda fechada e a caçamba em metal podia ser aberta, ou do tipo baú, como essas dos Correios.

Os Correios do Rio de Janeiro haviam comprado diversas unidades para serem usadas no transporte de correspondências e pequenas encomendas das agências postais dos bairros de Vila Isabel e Cascadura.

Chevrolet Tigre 1946
R$ 170.000,00

VW Saveiro Summer 1996
R$ 70.000,00

VW Fusca 1200 1965
R$ 49.000,00

VW Fusca 1964
R$ 39.000,00

FNM 2000 JK
R$ 120.000,00

VW Brasília 1976
R$ 30.000,00

R$ 45.000,00

FNM 2000 JK 1963
R$ 175.000,00

R$ 110.000,00

Não sabemos qual foi o resultado daquela experiência de logística ocorrida há 60 anos. Mas o fato é que, com dificuldades financeiras a Panauto encerrou suas atividades no ano seguinte.

Conforme a propaganda da época acima, outras empresas como Cinzano, Philips, Siemens e Singer também adquiriram o Vespacar. E ele foi utilizado também como food-truck na orla carioca, na venda dos famosos cachorros-quentes Geneal, como mostra a foto de 1974.

Redação: Fernando Barenco (com informações do Arquivo Nacional)
Fotos: Arquivo Nacional e propagandas de época

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados

Volta Redonda 2024