MaxiBlog

Camaro Pace Car das 500 Milhas de Indianápolis 1967 será leiloado

Camaro Pace Car 500 milhas

Conversível foi o pace car titular da prova, mas recusado como prêmio pelo vencedor. Valor poderá chegar ao equivalente a R$ 4 milhões

Em 1967 a Chevrolet foi convidada a fornecer o pace car das 500 Milhas de Indianápolis. A última vez que ela havia tido essa honra foi em 1955, com o Bel Air. Nos anos seguintes o pace car da Indy 500 foi variando entre diversas marcas, entre elas, DeSoto, Pontiac, Mercury, Dodge, Ford…

Para o evento, a General Motors ofereceu dois exemplares Conversíveis SS/RS do recém-lançado Chevrolet Camaro, que foram especialmente preparados para o famoso evento automobilístico. Além do carro titular, um reserva, para o caso de algo dar errado.

Em ambos, os motores receberam um “downgrade”, passando dos originais V8 L78 396 de 375 cv e câmbios manuais de 4 velocidades para os L35 396 de 325 cv e câmbios automáticos M40. O objetivo era tornar os Camaros mais “dóceis”, e com uma condução mais fácil durante a corrida. Tudo realizado pela GM Engineering, que se encarregou também da caracterização dos carros, como a pintura, a instalação das bandeirolas e outros detalhes especiais. Todas as modificações foram registradas nos títulos de veículos históricos emitidos pela Chevrolet Motor Division.

Prêmio recusado

Tudo correu como o esperado, e o carro titular foi conduzido pelo veterano tricampeão da Indy 500 dos anos 1950, Mauri Rose. O Camaro seria dado como prêmio ao campeão daquela edição 500 Milhas de Indianápolis. Mas, surpreendentemente o vencedor A.J. Foyt recusou o prêmio, alegando que o carro não possuía ar-condicionado e capota elétrica. Entretanto, na verdade, ele não quis desagradar seu patrocinador, a concorrente Ford, já que o Camaro era (e ainda é) o novo rival do Mustang no segmento dos pony cars.

O Chevrolet Camaro em ação durante as 500 Milhas de Indianápolis


O Camaro 1967 foi ainda utilizado como pace car em outra corrida da Indy naquele ano. Depois foi vendido para a Concessionária Chevrolet Dan Young, que expôs o carro em diversos eventos. Com 12 mil milhas no odômetro, ele foi cedido ao Indianapolis Speedway Museum, onde ficou em exposição por vários anos.

55 anos depois daquela edição das 500 Milhas, esse Camaro será vendido em leilão realizado pela Mecum Auctions, lá mesmo em Indianápolis, entre os dias 13 e 21 deste mês.

O carro permanece completamente original, sem qualquer restauração, como em 30 de maio 1967. A expectativa é que o martelo seja batido por algo entre US$ 800 mil e US$ 900 mil. Ou seja, o equivalente a até RS 4 milhões.

A Chevrolet produziu depois outros 100 exemplares como serie especial “500 Milhas de Indianápolis Pace Car”, que foram vendidos aos consumidores. Mas ficamos curiosos: que fim teria levado aquele carro reserva da corrida?

Fotos: Mecum Auctions


Deixe seu comentário!

Novidades dos Classificados