MaxiBlog

Museu dá aulas de como dirigir o Ford Modelo T

Dirigir Ford Modelo T

Método de direção desse modelo que mudou a história do automóvel é completamente diferente dos atuais, com marchas no pé e acelerador na mão

Uma das peculiaridades do Ford Modelo T é seu jeito de dirigir. Por isso, o Gilmore Car Museum — que fica na pequena Hickory Corners, no estado do Michigan – EUA — lançou o programa “Model T Driving Experience”, para quem quiser desvendar os segredos da condução de um dos carros mais populares de todos os tempos.

As aulas são feitas em exemplares pertencentes ao acervo do próprio museu e têm três horas de duração. Cada aula, que promete ser bem didática e divertida custa US$ 125 por aluno.

São quatro pedais, uma alavanca do lado esquerdo que liga e desliga o sistema de tração, além de duas pequenas alavancas na coluna de direção que, aliás, renderam a ele o apelido de “Ford Bigode”: uma de aceleração e a outra do avanço do distribuidor. Tem ainda famosa manivela de ignição — comum a outros modelos da época — caso ele não queira pegar do modo convencional.

O primeiro passo para uma boa condução é esquecer completamente o sistema convencional de marchas e os pedais de acelerador, freio e embreagem, no caso do câmbio mecânico — ou a ausência desse último em carros automáticos modernos. Trata-se de literalmente reaprender a dirigir!

Parece complicado, mas acreditamos que não seja tanto, já que na época Henry Ford se gabava justamente de que seu Modelo T era muito simples de dirigir. E devia ser verdade mesmo, já que ‘O Carro do Século XX’ vendeu 15 milhões de unidades durante seus 19 anos de produção.

Como você está no Brasil e dificilmente terá a oportunidade de participar das aulas do Gilmore Car Museum, dá uma olhada nesse vídeo aí!


Deixe seu comentário!

Novidades dos Classificados