Curiosidades

Amphi-Ranger, o jipão anfíbio alemão

Versátil na terra ou na água, esse 4X4 com carroceria em alumínio e motor Ford foi lançado em 1985 e vendido principalmente para órgãos governamentais

Um todo-e-qualquer-terreno. Assim podemos definir o Amphi-Ranger, um utilitário anfíbio lançado na Alemanha em 1985. Fabricado pela empresa Rheinauer Maschinen- und Armaturenbau (RMA), estava disponível em duas versões. A 2800 SR tinha motor Ford V6 de 2.8 litros, a gasolina (o mesmo do Ford Granada), com câmbio de quatro marchas (depois passou a cinco). A tração era 4X4. O 2000 SR era menos potente, com motor de 4 cilindros, insuficiente para seus mais de 2 mil km de peso.

É que, apesar de o Amphi-Ranger ter carroceria em alumínio, ela tinha quatro milímetros de espessura na parte inferior, em forma de casco, para torná-la totalmente resistente à água do mar.

À vontade na terra ou na água

Tinha capacidade para quatro passageiros e aparte traseira da carroceria era rígida e removível, com opção de lona, podendo ser transformada numa picape.

Em estradas asfaltadas podia atingir 150 km por hora (versão 2800 SR) e graças à tração integral, enfrentava qualquer parada: terra, lama, pântanos e neve. Na água, sua velocidade máxima era de 18 km/h, vencendo bem as ondas. Nessas condições era movido por uma hélice de barco (Z-drive), que quando o veículo estava em terra firme, era dobrada eletricamente e ficava escondida sob o parachoque traseiro. As rodas dianteiras faziam o papel do leme.

O Amphi-Ranger foi fabricado durante 10 anos, mas nunca foi um sucesso de vendas, tendo poucas encomendas de particulares. Foi vendido principalmente para empresas de manutenção de dutos e órgãos governamentais, inclusive de fora da Alemanha. É que devido à complexidade de seu projeto e uso de materiais resistentes à água, custava o equivalente a um carro alemão de luxo na época, como BMW e Mercedes-Benz.


Veja também

Espalhe por aí!

Novidades dos Classificados