Curiosidades

Protótipo GT 350R 1965 é o Mustang mais caro do mundo 

Mustang GT 350R 1965

Carro projetado por Carol Shelby atingiu a soma de US$ 3,8 milhões em leilão realizado em Indianápolis, EUA 

 O mundo já tem um ‘novo’ Ford Mustang mais caro do mundo. O Protótipo GT 350R 1965 foi leiloado no dia 12 de julho em grandioso evento anual realizado pela Mecum Auctions, em Indianápolis, EUA. O carro de corrida projetado por Carol Shelby atingiu a inacreditável quantia de US$ 3,8 milhões, desbancando o valor pago há seis meses  pelo Mustang 1968 original do filme Bullitt, vendido por um pouco menos: US$ 3,4 milhões, conforme noticiamos aqui 

Apelidado na época de “Mustang Voador”, o 5R002 foi o primeiro Mustang de competição, encomendado pela Ford a Shelby, com o objetivo de dar ao recém lançado modelo uma imagem de carro de alto desempenho. E o objetivo foi alcançado, já que o carro conquistou nada menos que 10 vitórias em seu ano de estreia nas pistas. O que alavancou as vendas do Mustang, tornando-o aquele fenômeno comercial. Não é à toa que o 5R002 é considerado por muitos o mais importante Mustang da história. 

Trocas de mãos

Em 1966 a Shelby American vendeu o fastback por US$ 4 mil para o engenheiro da Ford Bill Clawson, do Michigan, que continuou correndo com ele, com o patrocínio da própria Ford.   

Dois anos depois o 5R002 trocou de novo de mãos, sendo negociado com os texanos Dale Wood e Russell Fish, que venceram quase todas as corridas em que competiram em 1969 e 1970. Ainda em 1970 o carro foi parar em Monterrey, no México. Foi comprado por Luis Blanq-Cacaux que o utilizou durante outros dois anos em corridas da Divisão Trans Am e México 1000.  

Abandono no México

Em 1972 o carro foi pintado de primer cinza e estacionado em uma precária garagem de zinco no quintal da casa de outro mexicano, Gerardo Martinez. Sua trajetória nas pistas havia acabado. Lá o histórico Mustang ficou largado até ser descoberto em 1989 pelo americano Mark Gillette. Só não apodreceu devido ao clima seco do México.  

De volta aos Estados Unidos, o 5R002 permaneceu em exposição no Museu Shelby America, no Colorado, durante 14 anos, onde foi mantido sem restauração.  

Em 2010, o 5R002 chegou às mãos do colecionador especializado em modelos Shelby John Atzbach, que restaurou o carro à sua configuração original de corrida, num meticuloso processo que levou quatro anos e contou inclusive com a participação de antigos funcionários da Shelby America 

O 5R002 restaurado fez sua estreia no famoso Amelia Island Concours d’Elegance de 2014 em comemoração ao 50º aniversário do Mustang. 

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Mecum Auctions


LEIA TAMBÉM

Espalhe por aí!
  • 11
  •  
  •  
  • 9
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    20
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Adesivos Maxicar

Novidades dos Classificados