Coberturas

30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos – Bento Gonçalves, RS

30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

Qualidade dos carros e programação diversificada marcaram esta edição

A mostra aconteceu de 17 a 19 de novembro, na Serra Gaúcha. Além da exposição de automóveis, motos, bicicletas ônibus e caminhões, ocorreram shows musicais e feira de peças e objetos antigos 

A qualidade dos carros expostos, a ótima infraestrutura disponível para o público e a programação diversificada foram os grandes destaques do 30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos, que transcorria desde sexta-feira (17) e foi encerrado neste domingo (19) em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha.

30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

O 30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos aconteceu de sexta-feira a domingo


A realização do evento foi do Veteran Car Club dos Vinhedos, entidade filiada à Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA). “Bastava uma volta rápida pelo Sul-Brasileiro para encontrar dezenas de carros extraordinários”, elogiou o presidente da FBVA, Andrés Pesserl. “Esta 30ª edição foi um exemplo de excelência, organização e infraestrutura dados pelo clube anfitrião, servindo como referência para os próximos encontros. O planejamento e parceria com os clubes federados do Rio Grande do Sul, assim como a programação e as atividades sociais de confraternização, foram irretocáveis em cada detalhe”, acrescenta o presidente do Conselho Consultivo da FBVA, Roberto Suga. O Sul-Brasileiro ocorre sempre em datas que coincidem com o feriado nacional de 15 de Novembro. A 31ª edição será realizada em 2024 em Santa Catarina e a 32ª edição em 2025, no Paraná.

 O clima no Sul do Brasil

30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

Apesar do clima extremo, o evento reuniu 450 veículos antigos


Nem as fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul e Santa Catarina nos dois primeiros dias de evento reduziram o entusiasmo dos colecionadores que vieram dos três Estados do Sul. Com 30 mil metros quadrados de área coberta e climatizada, os pavilhões da Fundaparque proporcionaram conforto aos visitantes e protegeram também as raridades do mau tempo. Os temporais afetaram 145 municípios gaúchos, deixando mais de 7,5 mil pessoas desalojadas e causando várias quedas de barreiras, provocando a interdição temporária de diversas estradas de acesso a Bento Gonçalves.

Na manhã desta segunda-feira, ainda havia 27 rodovias gaúchas com bloqueios no trânsito. Em função desse clima extremo, não foi possível alcançar as metas de carros e público. Mesmo assim foram reunidos 450 veículos do total de 800 previstos. “Esse número poderia ser maior, já que mais de 80 proprietários de veículos inscritos não conseguiram chegar”, revela o presidente do Veteran Car Club dos Vinhedos, Ricardo Rech.

R$ 80.000,00

FNM 2000 JK
R$ 120.000,00

MG TD 1953
R$ 190.000,00

DKW Belcar 1963
R$ 80.000,00

R$ 110.000,00

Ford Escort XR3 1992
R$ 29.900,00

R$ 14.000,00

VW Kombi 1500 Std 1974
R$ 45.000,00

VW Brasília 1974
R$ 22.000,00

Willys Rural 4X2 1968
R$ 74.000,00

R$ 25.000,00

Já a visitação foi fortemente afetada, pois cidades da Serra, como Bento Gonçalves, ficaram ilhadas justamente durante a realização do Sul-Brasileiro. Dessa forma, o público pagante totalizou 3.500 pessoas, bem abaixo das 15 mil esperadas.

O brilho dos clássicos no 30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

Na entrada, homenagem a Cláudio Ivanez João Pegoraro e seu estimado Ford Modelo 18


De qualquer maneira, quem conseguiu ir, teve a oportunidade de conferir de perto raridades que geralmente só podem ser vistas em museus de outros Estados ou do exterior. No sábado e no domingo, milhares de pessoas movimentaram os corredores da exposição para apreciar – ao vivo e em cores – modelos de automóveis, motos, bicicletas, ônibus e caminhões que marcaram a indústria automotiva no Brasil e no mundo. Logo no acesso, um display colorido em tamanho natural com a foto de Cláudio Ivanez João Pegoraro impressionou pelo realismo, permanecendo exposto ao lado do carro-destaque, o Ford Modelo 18 1936 conversível que ele restaurou junto com os filhos.

Próximo dali, entre as ilhas mais visitadas estavam a de carros de competição, com 10 modelos, e a dos veículos do Campeonato Brasileiro de Regularidade Histórica FBVA, que reuniu 8 automóveis e uma Vespa. Já a ilha de microcarros, composta por BMW Isetta, Mini e Fiat 500, entre outros modelos, encantou crianças e adultos.

Participantes do Campeonato Brasileiro de Regularidade Histórica FBVA, microcarros e muscle cars


Também contaram com espaço especial os muscle cars norte-americanos, os esportivos alemães da Porsche, Mercedes-Benz, BMW e Audi e os italianos, representados pelas Ferraris 308 GTS e F355 Berlinetta. Igualmente marcam presença exemplares dos quatro modelos que completam 50 anos de lançamento em 2023: Volkswagen Brasilia, Chevrolet Chevette, Ford Maverick e Dodge Polara.

No pavimento inferior, foi reservada uma ala especial para os veículos à venda, mercado de pulgas e antiguidades e uma completa praça de alimentação, reforçando a proposta familiar do evento. Também ocorreram shows musicais durante os três dias de programação. No sábado, o Sul-Brasileiro foi prestigiado pela visita de carros participantes do 14º Encontro Internacional de Mini, realizado paralelamente em Bento Gonçalves e que reuniu 60 veículos – 45 deles do exterior.

Cadillac conversível recebe o prêmio The Best

O Cadillac ficou com o cobiçado “The Best”. Já o Chevrolet Subursban ganhou o Prêmio Master Regional FBVA José Aurélio Affonso Filho


Um dos modelos que mais cativou os espectadores foi o Cadillac conversível Série 62 ano 1960 de cor vermelha, que ganhou o prêmio The Best do 30º Sul-Brasileiro. O modelo foi comprado em 2012 nos Estados Unidos e importado para o Brasil no ano seguinte pelo empresário catarinense Everaldo Cadorin. Na época, o carro tinha todas as peças, mas estava em mau estado de conservação e sequer andava. Após dois anos de restauração, ficou igual ou até melhor do que quando era zero-quilômetro. Tanto é que conquistou os jurados do Sul-Brasileiro. O dono foi rodando da cidade de Turvo até Bento Gonçalves e pegou bastante chuva na estrada. Esse desafio foi cumprido sem qualquer contratempo pelo valente Cadillac, que estava emplacado em Miami, na Flórida, região de recorrentes furacões. “Essa premiação é um importante reconhecimento pelo árduo trabalho de restauração realizado”, comemora Cadorin.

O Prêmio Master Regional FBVA José Aurélio Affonso Filho foi para o Chevrolet Suburban 1951, pertencente desde novo à família de Jorge Colau. Ao todo, foram entregues 124 troféus aos donos dos veículos que se destacaram nas suas respectivas categorias.

 Premiações, coquetel e jantar integraram os colecionadores

Momento do jantar e homenagem aos clubes presentes


Para os colecionadores de veículos antigos que se deslocaram dos três Estados do Sul, uma programação especial foi elaborada para integrar os participantes. Na noite de sexta-feira, em coquetel para cerca de 250 convidados, ocorreu uma homenagem aos diretores da FBVA. No sábado, durante o Jantar do Antigomobilista, foram entregues troféus a representantes de 38 clubes participantes, provenientes de 50 cidades do Brasil, e também aos patrocinadores do evento. “A confraternização foi o ponto alto do 30º Encontro Sul-brasileiro de Veículos Antigos. Agradecemos todo o apoio dos clubes da FBVA do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e do Paraná que participaram da organização conjunta do evento, de uma forma harmoniosa e parceira, bem como a presença de mais de 20 diretores da Federação”, avalia o conselheiro do Veteran Car Club dos Vinhedos e conselheiro fiscal da FBVA, Leandro Mazzoccato. O jantar foi animado pelo carismático e performático Rodrigo Soltton que, com seu piano cristal, feito em acrílico, entusiasmou os convidados ao interpretar clássicas canções nacionais e internacionais.   

Elogios ao 30º Encontro Sul-Brasileiro de Veículos Antigos

O Vice-presidente do Veteran Car Club de Criciúma e diretor regional para Santa Catarina da FBVA, Ricardo Minatto lembra que o Sul-Brasileiro é uma mostra que já nasce grande, pois é um evento master itinerante entre os três Estados do Sul. “Nesta edição, não foi diferente, tanto pela quantidade e qualidade dos veículos expostos quanto pela organização e acolhida”, enfatiza. Elogios também vêm por parte das cerca de 30 participantes do Clube Feminino de Automóveis Antigos e Especiais do Paraná – Clube Elas. “O evento foi um sucesso, nota 10. Não podemos deixar morrer o amor pelo antigomobilismo”, defende a presidente do clube, Glenys Maria Bessler, que também é diretora regional-adjunta da FBVA em Curitiba.  

Redação: Adair Santos – Assessoria de Imprensa do evento
Fotos: Diego Rosa/Divulgação

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados