Repórter Maxicar

Preciso pagar Imposto de Renda sobre a venda de um carro antigo?

Imposto de Renda carro antigo

Uma startup especializada no assunto dá dicas valiosas sobre os chamados Ganhos de Capital. Um assunto importante e que sempre gera dúvidas

Vendi meu carro antigo! Preciso pagar o Imposto de Renda sobre esse valor? A resposta é: depende.  A tributação sobre este tipo de transação é chamada de Ganho de Capital. Mas como o nome mesmo já diz, para que seja preciso pagar Imposto de Renda sobre a venda é necessário haver lucro.

Veículos modernos usados, quando vendidos, geralmente não dão lucro. É que a partir do momento em que saem da concessionária, eles começam aquele processo de desvalorização. Uma curva descendente. Ano a ano, vão valendo cada vez menos. Então, quem compra hoje, provavelmente irá vender por menos daqui dois, três… anos. Então não há o chamado Ganho de Capital. Nesse caso, não se paga Imposto de Renda.

Com carro antigo acontece exatamente o inverso. A curva em geral é ascendente. Quando um automóvel atinge o status de clássico — seja pela idade, raridade, originalidade, conservação (ou a soma de dois ou mais desses fatores) — ele tende sempre a valorizar. E se você compra hoje por X e o vende daqui algum tempo por 2X, houve o chamado Ganho de Capital, ou seja: você teve lucro com o negócio. Então, é necessário pagar Imposto de Renda sobre essa transação.

Esse é um assunto que sempre gera muitas dúvidas entre os antigomobilistas. Por isso, a startup catarinense especializada em IR Leoa, acaba de publicar um artigo que esclarece muitas dúvidas, não apenas sobre a venda de carros em geral, mas também especificamente sobre os clássicos.

Valor mínimo tributável

De acordo com o artigo da Leoa, há um programa específico da Receita Federal para a declaração de Ganhos de Capital. A boa notícia, segundo a matéria, é que só é necessário pagar Imposto de Renda sobre a venda (com lucro) de carro antigo, se ele for vendido por um valor superior a R$ 35 a mil. Abaixo disso, o vendedor fica isento.

Outra informação importante: “o imposto sobre o ganho de capital deve ser pago assim que a venda acontecer, não apenas quando for feita a declaração do Imposto de Renda. O contribuinte precisa pagar o imposto devido até o mês seguinte à venda do bem”, esclarece o artigo.

Então, fique esperto! Senão o Leão te pega.


Veja também

Espalhe por aí!
  • 269
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    270
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ANUNCIE GRÁTIS!

Web Stories

Encontros de carros antigos Os carros mais “felizes” do mundo! Onde foram parar as nossas peruas?