Repórter Maxicar

Guy Berryman: o baixista do Coldplay e sua coleção de Porsches

Porsches de Guy Berryman

Além de colecionador de clássicos, Berryman é restaurador e editor de uma revista especializada. Em sua coleção um exclusivíssimo Porsche 356 Zagato

Guy Berryman é mais conhecido por milhões de pessoas em todo o mundo como o baixista de uma das bandas de rock mais populares e prolíficas de todos os tempos,  a Coldplay. Mas longe da linha de frente da indústria da música, Berryman alimentou outras paixões, tornando-se um respeitado colecionador e restaurador de carros esportivos clássicos e, mais recentemente, diretor criativo da ‘The Road Rat’, uma revista automotiva trimestral muito admirada.

O Triumph da infância

Na verdade, seu amor por carros tem sido uma influência formativa e vitalícia. Quando criança, na Escócia, na década de 1980, o estilo do Triumph TR3A de seu pai o encantava. O jovem Berryman era frequentemente encontrado ao volante do TR, transportado para outro mundo em meio a teias de aranha e misteriosas caixas de peças. Uma semente foi plantada.

Antes de começar a se dedicar à banda Coldplay, Berryman havia começado a estudar engenharia mecânica na University College London. Como ele explica durante um tour pelas garagens em sua casa em Cotswolds, essa continua sendo uma parte vital de sua abordagem e apreciação do mundo automotivo.

Porsche 911S 1967
Porsche 911S 1967

“Meu interesse em carros reside fundamentalmente na engenharia e nos conceitos por trás deles”, diz ele. “Todos os carros da minha coleção têm algo significativo por trás apenas da aparência. ”

Quando se trata de carros, as preferências de Berryman se inclinam fortemente para o passado, evidenciadas por uma coleção rica em exóticos modelos europeus de meados do século XX. “Acho que havia uma linguagem no design nos anos 1950 e 60, que tinha uma qualidade escultural muito bonita, como resultado de coisas desenhadas à mão. Nos anos 1960, havia uma verdadeira exuberância, espírito e energia no design automotivo que resultaram nessas formas muito puras.”

Também restaurador e editor

A paixão de Berryman pelo assunto vai muito além da mera estética. Diferenciando-o da maioria dos colecionadores contemporâneos, o músico de 42 anos está fortemente envolvido na restauração de seus carros e possui uma extensa oficina em casa, onde diversos projetos podem ser encontrados em vários estados de reparo. “Meu interesse em ser prático, em separar carros e reconstruí-los, tem uma conexão óbvia com meu passado na engenharia mecânica. Fico fascinado por aprender, desconstruir. Acho que tudo que faço na vida envolve criativamente olhar um objeto e desconstruí-lo, mental ou fisicamente. É assim que meu cérebro funciona.

O que diferencia o processo de Berryman é uma atenção quase reverente aos detalhes; algo que muitas vezes o leva profundamente ao passado de um carro. Ele passou anos revelando histórias perdidas, entrando em contato com proprietários anteriores e investigando arquivos. “Eu me esforço ao máximo para restaurar os carros de uma maneira que seja fiel à maneira como eles teriam saído da fábrica — replicando materiais, acabamentos e cores  — geralmente detalhes que você nunca veria, como dentro de um painel ou porta. Tudo o que for encontrado durante a desmontagem deve ser preservado ou recriado quando o carro for montado novamente. ”

The Road Rat Magazine
The Road Rat Magazine

Esse fascínio por processos e detalhes foi uma força motriz da ‘The Road Rat’. Criada por Berryman e seus parceiros no projeto, Mikey Harvey e Jon Claydon, é uma revista que celebra a mídia impressa, o jornalismo longo e os métodos tradicionais de produção, tanto quanto os próprios carros.

“Queríamos profundidade editorial”, explica Berryman, “e contar histórias de uma maneira autorizada que sempre introduz o elemento humano. Não é apenas um carro, em outras palavras. Por que está aí? Quem fez isso? Quais são as histórias reais por trás disso? ”

A coleção

Berryman possui nada menos que cinco modelos clássicos da Porsche, cada um deles enfatizando sua apreciação pela rica história e integridade da engenharia da marca.

Um 911S 1967 (foto) imaculadamente restaurado compartilha o espaço da garagem com um 914/6 convertido para a especificação GT e um 911 totalmente original de 1968 que pertenceu ao modificador de Porsches e fundador da Rennenhaus, Clay Grady.

Há também o 356 Speedster Zagato ultra-raro (foto), um dos nove carros de corrida construídos em 2015, segundo os desenhos do pouco conhecido modelo original de 1958.

356 Speedster Zagato: a recriação

“É um ótimo carro. É leve como uma pluma. E é o carro com que fiz a melhor viagem da minha vida até agora. Busquei-o na Zagato em Milão com meu amigo Magne Furuholmen do A-ha e subi pelos lagos, atravessando Chamonix e descendo os Alpes até Nice. Dirigimos com o tempo mais inclemente que você poderia imaginar. Houve tempestades com raios e a visibilidade caiu para cerca de quatro metros nessas estradas alpinas sinuosas. As pessoas nos carros modernos haviam decidido que não era seguro continuar, mas tínhamos que chegar a Nice em um determinado tempo, de modo que seguimos com essas capas de chuva amarelas brilhantes com o carro cheio de água. Todas as noites, quando chegávamos ao hotel, tínhamos que pedir um balde para retirar a água do carro. ”

Os compromissos de Berryman com a causa,  vão desde restaurações precisas até a condução de carros como seus fabricantes pretendiam. Uma característica cada vez mais rara hoje.

“Não acho que as pessoas dirijam o carro o suficiente”, diz ele, “o que é uma pena do ponto de vista pessoal e cultural. Quando houver realmente um ponto final na era da combustão, veremos os carros clássicos em outro contexto e os apreciaremos ainda mais. A mudança para o dia-a-dia da eletrificação é ótima, e o Porsche Taycan está definitivamente no meu radar como motorista diário, mas sempre que eu dirijo pela rua em um carro clássico, ele apenas gera sorrisos. A vida que esses carros levaram e  as histórias que eles podem contar. Nisso eles são insubstituíveis.

Texto: Julian B. Hoffmann – Editor-chefe – Porsche Newsroom
Fotos: Porsche AG

Espalhe por aí!
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

2 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Adesivos Maxicar

Novidades dos Classificados