Coberturas

Exposição de Carros Antigos no Campo de Marte – São Paulo, SP

Carros Antigos no Campo de Marte

Entre aviões e helicópteros

Modelos clássicos de todos os tempos ‘invadiram’ no último domingo o mais antigo aeroporto de São Paulo. Qualidade dos carros chamou a atenção

O mais antigo aeroporto de São Paulo recebeu no último final de semana, 8 e 9 de fevereiro, uma bela exposição de automóveis clássicos. Este evento beneficente, realizado pelo Rotary Club de São Paulo, aconteceu no famoso Campo de Marte. Inaugurado em 1929, ele hoje não recebe mais voos comerciais, apenas aeronaves de pequeno porte. Abriga a maior frota de helicópteros do mundo!

Um dos mais aguardados eventos do gênero da Capital Paulista, a Exposição de Carros Antigos no Campo de Marte de 2020 se notabilizou pela qualidade dos carros.

Um bom número de algumas marcas/modelos

Quantidade e qualidade

E pela considerável quantidade, algumas marcas/modelos made in USA de prestígio em seus segmentos, deram ao evento um ar de ‘encontro monomarca’. Foi o caso dos luxuosos Cadillacs; dos esportivos Trans Am Firebird, da Pontiac; dos Corvettes, da Chevrolet; dos Mustangs, da Ford. O mesmo aconteceu com nossos Mavericks.

Hudson Hornet (com Doc Hudson no detalhe) e Studebaker Champ

Vencedores absolutos da Nascar entre 1951 e 1953 — com mais de uma centena de vitórias — os Hudson Hornet ficaram conhecidos na época como os ‘Fabulous Hudson Hornet’ e inspiraram a criação do personagem Doc, da animação ‘Carros’, da Disney. É claro que o afortunado proprietário de um exemplar de 1951 não iria perder a oportunidade de prestar uma homenagem: personalizou o carrão como o bólido nº 92, o campeão da Nascar de 1953, então pilotado por Herb Thomas.

Marca extinta e de modelos cada vez mais raros, a Hudson marcaria sua participação com outro carro, um Six Sedan fabricado em 1936.

Já a Pick-up Champ 1963 representa um dos últimos capítulos da história da Studebaker, que (assim como a Hudson) durante décadas e décadas brigou bravamente com as chamadas ‘três gigantes’ da indústria automobilística americana. Em 1966 ela seria ‘fatiada’ e deixaria de fabricar automóveis.

DMC-12: único modelo DeLorean

Cada vez mais presente nos encontros de clássicos do Brasil, o imortal DeLorean DMC-12 da trilogia ‘De Volta para o Futuro’ também esteve no Campo de Marte, com suas linhas futuristas para a década de 1980.

Sueca bem representada

Entre as marcas européias, destacamos a sueca Volvo, com três modelos bastante distintos. O primeiro o um PV 444, que embora de visual pacato foi, junto com o 544 (seu sucessor), um grande campeão de ralis nos anos 1950.
O Segundo um esportivo de design italiano: o P1800 1972. Sobre este belo carro uma curiosidade: um exemplar entrou para o Guinness como o carro com o título de maior número de milhas rodadas por um único proprietário: nada menos que 3 milhões de milhas.
O último carro da nossa lista Volvo é a Station Wagon 245, de estilo quadradão, com presença garantida como o carro típico das famílias de subúrbio, em produções de Hollywood dos anos 1980.

Jawett Jupiter

Falemos agora de um conversível pouquíssimo conhecido: o Jawett Jupiter. Conhece? Esse carrinho inglês é uma derivação de outro ilustre anônimo, o Javelin. Não confundir com o esportivo americano fabricado pela AMC. Com motor 1500 e câmbio de quatro marchas, teve produção limitada a 900 unidades. Esse talvez seja o único do Brasil.

Um matador alemão

Tempo Matador

Ainda no rol das raridades, uma pick-up alemã Tempo Matador 1952. Este utilitário, disponível também na versão furgão, foi equipado entre 1949 e 1952 com o mesmo motor Boxer refrigerado a ar do Fusca, então de 1.100 cc. Preocupada com a concorrência, já que a Kombi foi lançada nesta época, a Volkswagen acabou cancelando o contrato de fornecimento de motores e o Matador se viu obrigado a usar outras mecânicas, como a da inglesa Austin. Lindamente estranho, até no nome.

Além desses, havia uma boa diversidade de modelos para quem curte os europeus:

  • Porsche 911 da primeira geração
  • De Tomaso Pantera GTS 1974. O super esportivo italiano com ‘cuore’ americano
  • Maserati 3500 GT
  • Uma ‘barata’ Fiat Torpedo da década de 1920
  • Jaguar E-type conversível 1964 de tirar o fôlego
  • Um pouco visto Thiumph Herald 1964
  • Moderníssimos modelos da Ferrari e da Audi
  • Citroëns Traction Avant e seu sucessor, o revolucionário DS
  • Rolls Royce Silver Shadow 1976… entre outros

Achamos curioso o antigo caminhão Ford da extinta VASP para embarque e desembarque de passageiros. Não deve ser nada prático manter um desses.

E a motocicleta com traseira que imita o paralama do Chevrolet Bel Air 1956? Simplesmente sensacional!

GALERIA DE IMAGENS

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Odair Ferraz

Clube do Fordinho no Encontro do Campo de Marte

Espalhe por aí!
  • 64
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    64
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados