Coberturas

2º Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão – SP

Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão

Uma exposição de tirar o fôlego

Evento promovido pela Fundação Lia Maria Aguiar reuniu carros antigos e superesportivos, em mostra que incluiu exemplares que pertenceram a Og Pozzoli

Uma exposição que reuniu automóveis clássicos e superesportivos modernos foi uma agradável surpresa para os turistas que visitaram a famosa Campos do Jordão no último final de semana. Iniciativa da Fundação Lia Maria Aguiar durou três dias — de 15 a 17 de novembro. A entidade adquiriu toda a coleção do mais famoso colecionador de veículos antigos do Brasil, o pioneiro Og Pozzoli, que morreu em 2017. E esse maravilhoso acervo irá se transformar num Museu-Escola a ser inaugurado na cidade em 2021. Então, o evento é uma espécie de ‘esquenta’ do que vem por aí!

Acervo Og Pozzoli

Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão

Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão foi sucesso de de público


E foram justamente alguns desses carros de Pozzoli os destaques dessa mostra. O colecionador era conhecido por sua predileção pelos carros vintage, muitas vezes de marcas já extintas, fabricados antes da II Guerra Mundial. Assim, valeu a pena subir a serra para admirar em Campos do Jordão relíquias como:

Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão

O Chrysler transportou a Princesa do Japão e o Papa João Paulo II


  • Chrysler Imperial L80 Phaeton Traveler 1928 — Foram fabricados apenas 21 exemplares desse conversível de nome pomposo com carroceria Le Baron, restando apenas dois atualmente. O carro em questão já transportou gente importante: em 1978 a Princesa do Japão, Michiko, nas comemorações dos 70 anos da Imigração Japonesa no Brasil;  e em 1980 o Papa João Paulo II, em sua viagem de Aparecida do Norte a São José dos Campos-SP.
  • Hispano Suiça 1911 – Essa ‘baratinha’ (foto principal) pertenceu a outro ícone da preservação dos automóveis do Brasil: o falecido Roberto Lee, que descobriu o carro semidesmontado nos fundos de uma oficina de São Paulo.

Lincoln Modelo K e Chrysler Imperial. Ambos produzidos em 1938


  • Lincoln Modelo K Touring 1938 — Com carroceria fabricada pela encarroçadora Willoughby, de Nova Iorque, o carro pertenceu ao governador de São Paulo, Adhemar de Barros. Foram feitos apenas dois com essa exata configuração. Já transportou Charles de Gaulle, a Rainha Elizabeth II e o Papa João Paulo II.
  • Chrysler Imperial 1938 – Este conversível foi comprado pelo governo do Estado de Minas Gerais e transportou Getúlio Vargas pelas avenidas de Belo Horizonte.

E mais…

Em sentido horário, a partir do alto: Packard Super Eight Conversível, Citroën ID 19, Mercedes Benz 190 SL e La Salle Roadster 


Fora essas históricas ‘celebridades’ sobre rodas, que tiveram merecido lugar de destaque nesse 2º Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão, outros modelos de tirar o folego também tiveram participação. Por exemplo, Packard Super Eight Conversível 1948; Cadillac Series 62 Conversível Club Coupê 1946; La Salle Roadster 1936, que por incrível que pareça era uma ‘linha popular’ do Cadillac na época; Mercedes Benz 190 SL 1960; Rolls Royce Silver Shadow 1969; Citroën ID 19 1960. Só para citar alguns… Confira só em nossa GALERIA DE FOTOS clicadas por Alessandro Destido.

Superesportivos e classicos nacionais

Participação também de superesportivos


Entre as máquinas modernas, estonteantes superesportivos como Porsches 911 GT2 RS e 911 Turbo S, Lamborghinis Uracán e Aventador, Ferraris 360 Modena e F12 Berlinetta, McLarens 620LT e 720S.

Mas o 2º Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão contou também com exemplares da indústria nacional com qualidade que não  deixou nada a desejar se comparada aos importados. Entre esses destacamos:

Interior do Simca 1966 e o FNM 2150 JK


  • Simca Chambord Tufão 1966 e FNM JK 2150 1971 – Esses dois rivais estavam entre os mais sofisticados nacionais da época. No evento, esses dois exemplares perfeitos.
  • Fiat Oggi CSS – Versão esportiva do primeiro sedan da marca italiana no Brasil. Teve tiragem de apenas 300 carros. Raríssimo atualmente. Conheça a sua história!

Acima, Gurgel MotoMachine e Fiat Oggi CSS. Abaixo, o Monarca


  • Monarca 1954 – Provavelmente o primeiro fora-de-série brasileiro. Possui chassi Volkswagen e componentes de Porsche 356, com carroceria em metal. Teve Anísio Campos como um de seus projetistas. É o único remanescente de uma leva de 10 automóveis, todos de modelos distintos, fabricados sob encomenda.
  • Gurgel MotoMachine 1991 – Esse é um raríssimo mini carro com portas transparentes e que se adapta a várias configurações, a partir de seu teto conversível. A ideia era dar a sensação de estar pilotando uma moto, daí seu nome.
  • Interlagos – Fabricado no Brasil pela Willys sob licença da Alpine francesa, foi o primeiro automóvel com carroceria em fibra de vidro produzido aqui. Disponível nas versões Coupê, Conversível e Berlineta — como esse do 2º Encontro de Carros Antigos de Campos do Jordão — fez sucesso também nas pistas.

GALERIA DE IMAGENS

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Alessandro Destido dos Santos – @busoolhar
Agradecimento a Odair Ferraz

Espalhe por aí!
  • 83
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    84
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados