MaxiBlog

Depois de 23 anos, justiça dá ganho de causa a donos de Fiats Tipo incendiados

Modelo importado da Itália tinha falha na mangueira da direção hidráulica, que se partia. Cerca de 100 casos de incêndio foram registrados na época

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deu ganho de causa a ação pública movida  em 1996 por cerca de 70 proprietários de Fiats Tipo que tiveram seus carros incendiados devido a uma falha mecânica crônica. Foi criada até uma associação, a AVITIPO (Associação de Consumidores e Automóveis e Vítimas de Incêndio do Tipo).

A causa do incêndio estava na mangueira da direção hidráulica. Por um erro de projeto, quando a direção era esterçada até o batente em caso de manobras, a mangueira se rompia, deixando vazar fluído hidráulico sobre o escapamento quente, iniciando o fogo, que se alastrava rapidamente.

O modelo começou a ser importado da Itália em 1993 e logo se tornou um grande sucesso de vendas. Era bem equipado em comparação com modelos nacionais da mesma categoria e custava o equivalente a eles. Nos três primeiros anos vendeu mais de 170 mil. Foi então que começaram a surgir os primeiros casos de incêndio. A Fiat realizou um recall e nacionalizou o modelo. Mas o estrago já estava feito. As vendas despencaram e o Tipo saiu de linha em 1997.

Depois de 23 anos do início da ação pública, o escritório de advocacia responsável pelo caso está agora tendo dificuldades para encontrar os beneficiados, já que muitos mudaram de endereço, de telefone, e outros até já morreram. Cabe a eles uma indenização pela perda do veículo e também por danos morais. O valor para cada um ainda não foi determinado.

R$ 25.000,00

Porsche 924 1977
R$ 150.000,00

VW Kombi 1973
R$ 150.000,00

Ford Corcel de Luxo
R$ 30.000,00

Mercedes-Benz 300 SL 1992
R$ 195.000,00

Chevrolet Tigre 1946
R$ 170.000,00

Alfa Romeo 2300 Ti4 1985
R$ 95.000,00

VW Brasília 1974
R$ 22.000,00

MG TD 1953
R$ 190.000,00

Ford Escort XR3 1992
R$ 29.900,00

FNM 2000 JK
R$ 120.000,00

Deixe seu comentário!

Tags

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados