Repórter Maxicar

VW Golf Harlequin, uma curiosa série especial multicolorida

Golf Harlequin

Lançado em 1996, ele “embaralhava” quatro cores e teve produção de apenas 264 unidades

A princípio parece bem estranho! Mas quando se conhece a história por trás do multicolor Golf Harlequin a gente acha bem legal. Ele nasceu meio por acaso em 1995 pelas mãos da Volkswagen of America, mas a ideia não é original, como vamos contar mais para frente.

Como uma ação de marketing, a VW dos EUA decidiu embaralhar as cores de alguns exemplares do Golf, para que chamassem mais a atenção nas vitrines das concessionárias e eventos publicitários. Eram quatro cores: Tornado Red (vermelho), Ginster Yellow (amarelo), Pistachio Green (verde) e Chagall Blue (azul).

Propaganda de lançamento: “Quando seu parceiro lhe diz para escolher uma maldita cor… mas você é indeciso”

No entanto, não tardaram a aparecer clientes interessados na compra daquela divertida versão multicolorida. O processo de produção era simples: os carros eram pintados com apenas uma das quatro cores e depois desmontados e tinham as peças embaralhadas. A título de documentação, ficava valendo como cor-base a do teto, colunas ‘C’ e caixas de ar.

Mas não pense que as peças eram misturadas de forma aleatória! A cor da grade tinha que ser igual a dos paralamas dianteiros; as duas portas dianteiras tinham que ter a mesma cor, o mesmo valendo para as traseiras. Assim, havia apenas quatro combinações de cores:

Golf Harlequin
  • Cor-base vermelha: capô, portas traseiras e parachoque traseiro verdes; paralamas e grade azuis; portas dianteiras, tampa da mala e parachoque dianteiro amarelos.
  • Cor-base amarela: capô, portas traseiras e parachoque traseiro azuis; paralamas, grade e tampa da mala vermelhos; portas dianteiras e parachoque dianteiro verdes.
  • Cor-base azul: capô, portas traseiras e parachoque traseiro amarelos; paralamas, grade e tampa da mala verdes; portas dianteiras e parachoque dianteiro vermelhos.
  • Cor-base verde: capô, portas traseiras e parachoque traseiro vermelhos; paralamas e grade amarelos; portas, parachoque dianteiro e tampa da mala azuis.

Note que nas cores-base vermelha e verde, a tampa da mala acompanha a cor do parachoque e portas dianteiras. Já nas cores-base amarela e verde, a tampa da mala acompanha a cor dos paralamas e grade. Ou seja: eram dois pares distintos de combinações de cores.

VW Fusca 1964
R$ 37.000,00

R$ 80.000,00

VW Saveiro Summer 1996
R$ 70.000,00

Ford LTD 1978
R$ 86.000,00

R$ 32.000,00

FNM Jk 2150
R$ 135.000,00

VW Parati Surf 1995
R$ 57.000,00

VW Voyage LS 1.6 1986
R$ 50.000,00

R$ 49.000,00

As quatro combinações de cores do VW Golf Harlequin

Detalhe interessante: ao fazer a sua encomenda, o cliente não sabia qual das quatro combinações de cores seria a do seu carro. Um fator-surpresa que deixava a compra mais emocionante!

O modelo base era o MK3 GL 2.0 padrão. O interior era exclusivo, com bancos forrados com padronagem que homenageava as quatro cores. O Golf Harlequin teve produção de 264 unidades, fabricadas em Puebla, no México.

De onde surgiu a ideia do Golf Harlequin?

Como você já deve ter imaginado, o nome “Harlequin”, é uma variação de “arlequim”, o palhaço que usava roupas multicoloridas feitas de retalhos e que atuava nos antigos espetáculos teatrais italianos.

Na propaganda de 1964 a Volkswagen exaltava o intercâmbio de peças dos Fuscas de diversos anos

A primeira vez que um Volkswagen apareceu com peças de cores misturadas, foi em uma propaganda do Fusca de 1964, cujo objetivo era destacar o fato de que mesmo fabricados em anos diferentes, seus componentes eram totalmente intercambiáveis, o que facilitava a manutenção.

Resgatando essa antiga peça publicitária, um ano antes do Golf Harlequin, nasceu na Europa uma versão do VW Polo com exatamente o mesmo padrão cromático. Até o nome da versão era o mesmo. Mas a quantidade de Polos Harlequin fabricados foi bem superior: quase 4 mil unidades.

O VW Polo Harlequin foi lançado na Europa um ano antes do Golf

As combinações de cores do Golf seguiram as do Polo.

Houve ainda, em 1996, uma versão Harlequin do Fusca, fabricada no México, com produção de 140 unidades.

O Golf Harlequin no Brasil

Não se tem notícia de nenhum legítimo Golf Harlequin em nosso país. Isso pode mudar quando essa série especial completar 30 anos, em 2026, e a importação como “carro antigo” passar a ser permitida.

Uma réplica brasileira em Juiz de Fora – MG

Mas já tomamos conhecimento da existência de algumas réplicas. Esse aí em cima fotografamos em um encontro de carros antigos em Juiz de Fora – MG, em 2019.

Redação e edição: Fernando Barenco

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados