MaxiBlog

Empresa transforma Mercedes-Benz “Pagoda” em elétrico. Modernidade ou sacrilégio?

Mercedes-Benz "Pagoda" elétrico

A Cars Verde fica na Polônia e é especializada na restauração do mítico conversível. Versão elétrica mantém visual original

Uma oficina de restauração da Polônia vem transformando o Mercedes-Benz 280SL, modelo conhecido como “Pagoda” em veículo elétrico. A Cars Verde é especializada na linha clássica da Mercedes-Benz, sobretudo nesse mítico Conversível dos anos 1960, que é um dos mais desejados pelos fãs da marca alemã.

O motor original é substituído por dois motores elétricos, gerando 200cv. Durante o processo de restauração, o cliente pode escolher as cores da carroceria, interior e capotas. Tudo dentro do padrão de materiais e componentes Mercedes-Benz, mantendo até mesmo o rádio Becker original.

Carros, motos, decorações, miniaturas, peças, ferramentas e literatura
(24) 2243-2876 / 98856-2876

Visualmente, o Mercedes-Benz “Pagoda” elétrico preserva quase 100% das características originais com o capô fechado (é claro!), exceto pelo bocal de combustível substituído por uma tomada, pela ausência da alavanca de câmbio e pelo emblema “Electric” afixado na tampa da mala.

Mercedes-Benz “Pagoda” elétrico divide opiniões

Mas toda essa modernidade não agrada a todos. Muito pelo contrário! Essa recente postagem da Cars Verde no Instagram recebeu elogios, mas também comentários do tipo: “Faça isso com um Corolla, não com uma Pagoda!!!”; “Belo carro arruinado”; “Profanação!”; “Por que não um cupê W123? Há muitos deles por aí. Há um número finito de pagodas”.

E você, curte essas modernidades?

Redação e edição: Fernando Barenco
Fotos: Cars Verde


Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.