Coberturas

Encontro de Carros Antigos Shopping D – Abril/2023 – São Paulo/SP

Parabéns ao Chevette!

Edição especial do evento comemorou o meio século de lançamento do primeiro carro pequeno da Chevrolet no Brasil

Uma edição muito especial do Encontro de Carros Antigos Shopping D celebrou os 50 anos de lançamento do Chevette. Ele foi o segundo automóvel de passeio da Chevrolet no Brasil (o primeiro foi o Opala) e o primeiro compacto, sendo lançado exatamente em abril de 1973.

O evento comemorativo que foi organizado pelo Antigos Auto Clube de São Paulo e Chevette Clube do Brasil aconteceu no último domingo, 02, e lotou o estacionamento do shopping Paulistano. Além do aniversariante, participaram também automóveis de outras marcas/modelos.

Foi uma verdadeira linha do tempo, contanto a história desse nacional de enorme sucesso, que nasceu para disputar mercado com Fusca, da Volkswagen, assim como aconteceu com o Ford Corcel e o Fiat 147.

Um 1974 na típica cor “Rosa Pantera”


Vários exemplares dos primeiros anos, apelidados de “tubarão”, por causa do formato em cunha da frente, com suas cores clássicas, como esse chamativo “Rosa Pantera”.

Das séries especiais, o GP II 1977 com suas características faixas esportivas, e o País Tropical 1976, que era basicamente o Chevette convencional com alguns acessórios exclusivos e disponíveis apenas em tons de marrom e bege. Os quatro juntos estão em nossa foto principal.

O Ouro Preto estava disponível apenas em dois padrões de cores


Outra série especial foi a Ouro Preto de 1982, também disponível em dois padrões de cores, invertidas: preto com detalhes em dourado e vice-versa, como esse belo exemplar presente a esse evento.

As duas fases do Chevette Hatch


Hoje versão rara, o Hatch também esteve na festa, com exemplares da primeira fase — apelidada pelos “chevetteiros” de “codorna”, uma alusão à sua traseira curta, como a pequena ave sem cauda — e da segunda, quanto a traseira do Hatch ganhou um discreto volume.

Picapes Chevy 500 e a SW Marajó


Dos modelos derivados do Chevette a station wagon Marajó e a picapinha Chevy 500, com uma da série especial Camping de 1993; e outra do mesmo ano, mas da versão de exportação para países da América do Sul, que nesse caso ganhava a marca GMC, no lugar de Chevrolet.

Além de Chevettes originais, havia vários exemplares modificados e rebaixados, alguns inclusive com motores turbo, bem ao gosto de “chevetteiros” mais jovens.

Esse veio rodando do Chile!


Participaram do Encontro de Carros Antigos Shopping D diversos clubes dedicados ao modelo, como por exemplo o Chevetteiros de Curitiba-PR. Um Chevette dos anos 1990, veio rodando do Chile para comemorar o cinquentenário.

O San Remo 1996 foi fabricado aqui e montado no Equador no regime de CKD


Mas a grande estrela da festa foi sem dúvida um certo Chevette DL vermelho: ele é nada menos do que o último Chevette montado no Equador, em 1996, onde era chamado de San Remo. O Chevette era fabricado aqui no Brasil e exportado para esse e outros países sul americanos — como Colômbia e Chile — onde era apenas montado (CKD). Para o mercado brasileiro, a fabricação terminou em novembro de 1993.
Com quatro portas, motor 1.6 e míseros 158 quilômetros no odômetro, esse exemplar pertence hoje ao acervo do Clube do Chevrolet, de São Paulo.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Odair Ferraz  – Visite sua Loja Virtual

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados

Volta Redonda 2024