MaxiBlog

William Bonner e o Escort XR3 que NÃO foi de Ayrton Senna

Bonner Escort Ayrton Senna

Anúncio da compra no Instagram do jornalista, com frase interpretada ao pé da letra pela imprensa, somado ao fato de o piloto ter sido o garoto-propaganda do modelo, gerou a informação falsa em vários sites

Na terça-feira passada, 05 de outubro, o jornalista William Bonner — talvez inspirado pelo Dia das Crianças que se aproximava — publicou em seu perfil no Instagram uma postagem onde lembrava dos passeios que dava no DKW Vemaguet de seu pai quanto ele tinha quatro anos. O assunto até rendeu matéria aqui.

Num tom de mistério, o jornalista aproveitou também para anunciar a compra de mais um carro antigo, um certo modelo esportivo dos anos 1980, que foi seu sonho de juventude. Do carro publicou apenas um close do painel. Mas quem é ligado em carros clássicos, logo percebeu tratar-se de um Ford Escort XR3 da primeiríssima fase.

Em determinado trecho ele inclusive fala da cor, um vermelho alaranjado, que ele descreve como “explosão solar”. Cor típica dos primeiros XR3.

Dois dias depois, Bonner pois fim ao mistério, publicando fotos detalhadas do carro, e apenas com o texto: “a pedidos”.

A partir daí começou a se espalhar uma notícia equivocada, com diversos sites publicando que William Bonner havia comprado o Ford Escort XR3 que pertenceu ao piloto Ayrton Senna. A notícia saiu em diversos meios de comunicação, até em famosos como IstoÉ Dinheiro, UOL, O Fuxico e MSN.

Mas de onde veio essa confusão?

Em um determinado trecho de sua primeira postagem Bonner afirma: “Meu pai chegou a ter uma outra versão desse carro, menos cara. O painel era parecido, claro. Mas não tinha o volante pequeno, esportivo. Não era o carro do Ayrton. Era o do meu pai.”

Mas o que Bonner quis dizer com isso? Que o Escort de seu pai era de uma versão comum (L, GL, Ghia) e não aquela esportiva que Ayrton Senna mostrava no anúncio. É que o piloto brasileiro, então em início de carreira na Fórmula 1 foi o garoto-propaganda da campanha de lançamento do Ford Escort XR3, tanto na TV, quanto na mídia impressa. E o carro usado na campanha era idêntico a esse que Bonner acaba de comprar, mesma cor e tudo.

Depois dessa, Ayrton Senna fez também a campanha de lançamento do XR3 Conversível.

Bonner Escort Ayrton Senna

Campanha de lançamento do Escort XR3 Conversível. Senna ganhou da Ford em comodato um carro igual a esse


Senna teve alguns Escorts

Além de astro das campanhas da Ford, Senna tinha na época também o patrocínio da empresa. Então por ocasião da campanha de seu lançamento, ele ganhou da Ford um Escort XR3, mas não vermelho e sim prata. Posteriormente teve também um preto e um Conversível Vermelho. Todos cedidos a ele em comodato pela Ford e devolvidos à empresa depois de algum tempo.

Bonner Escort Ayrton Senna

Ayrton Senna e seu famoso Escort XR3 prata, que recebeu em comodato da Ford, logo após a campanha de lançamento


Essas informações foram fornecidas ao portal UOL no ano passado, pelo irmão mais novo de Airton Senna, Leonardo.

Conclui-se então que como na prática eram apenas “emprestados”, nunca chegavam a ser transferidos para o seu nome.

Com base nessas informações de seu irmão, conclui-se também que o piloto nunca teve, pelo menos no Brasil nenhum Escort XR3 fechado vermelho.

E em suas duas postagens no Instagram, Bonner em nenhum momento afirma categoricamente que sua nova aquisição pertenceu a Ayrton Senna. Acreditamos que a frase “Não era o carro do Ayrton. Era o do meu pai”, foi interpretada ao pé da letra pela imprensa. Algo do tipo: “agora ele finalmente conseguiu comprar aquele carro que foi do Ayrton Senna”.

Isso somado ao histórico de Senna com esse esportivo da Ford, provavelmente gerou todo esse mal-entendido.

A não ser, é claro, que o “novo” carro clássico de Bonner fosse anteriormente, preto ou prata e tenha sido pintado depois de vermelho “explosão solar”, ou que de fato Ayrton Senna tenha tido um Escort XR3 fechado vermelho na época e esse fato não tenha chegado ao conhecimento público e que acabou indo parar agora nas mãos do jornalista.


Espalhe por aí!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ANUNCIE GRÁTIS!