Coberturas

29º Encontro de Veículos Antigos no Mooca Plaza Shopping – São Paulo, SP

29 carros antigos mooca plaza

Emoção em dose dupla… ou tripla

Na edição de setembro desse evento da Capital Paulista, flagramos duplas e trios de vários modelos clássicos importados e nacionais, para deleite dos mais aficionados

Para quem curte carros antigos, a emoção de ver de perto um exemplar ‘daquele’ modelo de sua predileção é sempre grande. Imagina ver juntos dois, três, ou vários deles! É euforia comparável a de uma criança de 10 anos num parque de diversões.

O entusiasta de certos clássicos que prestigiou a última edição do Encontro de Veículos Antigos no Mooca Plaza no último domingo – 19 de setembro, talvez tenha sentido esse pulsar mais forte de seu coração. É que entre os mais de 400 veículos em exposição no estacionamento desse shopping paulistano, encontramos algumas duplas e trios de modelos menos habituais, que são mais comuns de serem vistos sozinhos na maioria dos eventos. E que além disso, estiveram estacionados juntinhos.


É o caso do trio de Chevrolets Impala que escolhemos como foto principal para essa nossa cobertura. Além do modelo ser um dos maiores clássicos americanos de todos os tempos, esses foram produzidos em anos sequenciais: 1961, 1962 e 1963 (mas estacionados na sequencia 1962/1963/1961).

Ainda da Chevrolet, dois coupês pré-Segunda Guerra: Master DeLuxe Sport 1938 e Special DeLuxe 1940. E a segunda geração do esportivo Camaro foi bem representada pela dupla de Types LT fabricados em 1974 e 1976.

Mas outra marca do Grupo GM, a Buick, também esteve por lá com dois mal-encarados e magníficos Eight dos “anos dourados”:  um Super 1950 e um Special 1953.

Nacionais em dose dupla


Alguns modelos nacionais também estiveram em duplas: Ford Corcel GT 1976 e 1977; Gurgel X12 1980 e 1982; VW Karmann Ghia 1965 e 1968; Puma GTS, ambos 1979 na cor prata; Simca Chambord 1962 e 1966; VW Santana, ambos da Versão GLS 1990.

O raro Kadron Tropi

O Kadron Tropi (vermelho) é o primeiro bugue brasileiro


No trio de bugues, um um modelo histórico no segmento: o Kadron Tropi 1971, que foi o primeiro bug brasileiro, e cujo design é de ninguém menos que o mestre Anísio Campos. Sua principal característica são os faróis embutidos, já que geralmente os bugues da época adotavam faróis destacados, sobre os paralamas (como os outros dois da foto). Sua carroceria em fibra de vidro era produzida na fábrica da Puma. Atualmente o Tropi é um modelo bastante raro.

Mas não foram só esses! Veja em nosso Álbum de Imagens outras duplas automobilísticas com algo em comum.

Solitários

Tudo bem que estamos falando de duplas e trios, mas não podemos deixar de destacar alguns solitários interessantes do 29º Encontro de Veículos Antigos no Mooca Plaza Shopping:


  • Ford Modelo T Coupê 1926 – O ancião da festa. Preto. Afinal, como dizia Henry Ford: “o cliente pode escolher qualquer cor, desde que seja a preta”.
  • Chevrolet Corsa GSi 16V 1996 – Quem não conhece, pode até achar que se trata de um Corsa Wind personalizado. De fato, faltou à Chevrolet dar mais identidade esportiva a ele. Mas saiba que esse modelo raro era um dos mais rápidos esportivos nacionais da época. Tinha motor importado, câmbio de 5 marchas e suspensão recalibrada.
  • Fusca alemão “Oval” – Seu apelido vem do formato da vigia traseira. Essa versão foi fabricada apenas entre 1953 e 1957, e sucedeu ao “Split”. As setas são nas colunas das portas, as famosas “bananinhas”.
  • Karmann Ghia 1964 – Não restou muito do VW original nesse projeto de customização. O pacato motor 1200 traseiro refrigerado a ar foi substituído por um poderoso Chevrolet 283 V8, que veio parar na frente; o chassi é tubular e os freios são a disco nas 4 rodas, para poder parar a cavalaria.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos e colaboração: Odair Ferraz – Visite sua Loja Virtual

Espalhe por aí!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ANUNCIE GRÁTIS!