Alexander Gromow

Modelos especiais da Volkswagen das décadas de 60/70

Há propagandas que se tornaram icônicas. Vamos mostrar duas delas em detalhes

Na década de 60 a Volkswagen do Brasil oferecia vários modelos especiais, tanto para a Kombi como para o Fusca. Eram versões que hoje chamamos de customizadas.

As adaptações eram feitas por empresas como a Carbruno e a Karmann-Ghia do Brasil, já que as quantidades eram pequenas, a intensidade de mão de obra para as adaptações era grande e, na maioria das vezes, os veículos eram feitos sob encomenda.

“Modelos especiais Volkswagen”

Veja-se o antológico folheto de janeiro de 1965 intitulado “Modelos especiais Volkswagen” cuja capa é a imagem de abertura desta matéria. Esta propaganda em forma de brochura apresenta adaptações para Kombis e Fuscas, mas este folheto não cobre todas as adaptações destes veículos que existiram naquela época, mas os mostrados eram entregues com garantia de fábrica.

Página 2 – Índice:

Modelos especiais da Volkswagen da década de 60/70

Para cada tipo de veículo o catálogo começava com uma descrição ressaltando suas qualidades, e o primeiro a ser apresentado é o Fusca. As folhas deste catálogo que apresentam as características dos veículos são azuis:

Modelos especiais da Volkswagen da década de 60/70

Depois disto o catálogo mostra as adaptações existentes para o Fusca, iniciando com a Rádio-Patrulha., O texto descrevia seus equipamentos, dos quais eu ressalto os vidros de segurança que não estilhaçavam:

A próxima versão era bivalente, podia ser um carro da polícia rodoviária (nas cores desta copotação) ou um carro branco de pronto-socorro – tipo “Samdu” (Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência), pois tinham o banco do passageiro reclinável para um eventual transporte de alguém ferido que não pudesse esperar uma ambulância convencional:

Numa outra oportunidade eu conto  como, ainda menino — em Porto Alegre, RS onde morava — em uma bicicleta sem freios, atropelei, numa descida, um Fusca do Samdu; só que aquela versão tinha uma maca mesmo instalada em diagonal, um bagageiro fechado no teto para equipamentos de socorro e o socorrista ia espremido do lado da maca…

Kombi (Standard), um breve esclarecimento sobre suas qualidades no texto abaixo da foto:

A primeira adaptação apresentada para a Kombi é uma ambulância, com lugar para um paciente deitado na maca de acesso pela porta traseira, e outra sentada numa “poltrona-maca” acessível pelas portas laterais:

Modelos especiais da Volkswagen da década de 60/70

Havia uma Kombi especializada para Polícia Técnica, com várias facilidades para atender a esta aplicação. Inclui até um tanque de água de 80 litros. Quem editou esta página incorreu num erro. Na foto de baixo aparece o armário de madeira com portas e prateleiras descrito (do lado direito da porta traseira), mas na foto de cima este armário não aparece, os vidros estão transparentes de lado a lado da Kombi:

Na versão seguinte, carro funerário, as janelas do compartimento de carga são fixas, e uma parede com visor separa o compartimento de carga do compartimento do motorista:

A Kombi Rádio-Patrulha também tinha vidros de segurança que não se estilhaçavam. Assim como em outros carros que precisavam de equipamentos de radiocomunicação, nesta Kombi havia um espaço especialmente preparado para receber este tipo de equipamento que era volumoso na época.

Na sequência a Kombi Furgão, em cuja apresentação se destaca a sua maior capacidade de carga e o fato de não ter janelas laterais; no restante ela é igual às Kombis Standard:

Esta série se inicia com um carro mortuário, que, neste caso, tinha uma divisão metálica que separava de maneira hermética a cabine do motorista do compartimento de transporte:

Este catálogo encerra a sua apresentação de exemplos com uma Kombi carro de presos, com duas celas internas independentes e fortificadas, com travas acionadas da cabine do motorista. Como o compartimento de presos não tem janelas foi acrescentada uma ventilação no teto:

E para encerrar a reprodução deste catálogo seguem as páginas com as características técnicas das Kombis e dos Fuscas, uma descrição dos serviços autorizados e a capa final com o carimbo da concessionária Cibramar:

Algumas das viaturas que aparecem neste catálogo também aparecem na parte central da propaganda “…Qual a solução para o seu problema de transportes”,  reproduzida abaixo; onde aparece a Kombi Camping, no canto superior direito do anúncio:

Linha expandida de veículos Volkswagen em 1970

Publicada no dia 11 de janeiro de 1970 por vários jornais, no caso o Correio da Manhã do Rio de Janeiro, este anúncio levava as seguintes manchetes:

Modelos especiais Volkswagen

Misturando carros de linha com modelos especiais (estes numa variedade maior do que do catálogo anterior) este anúncio apregoava a nova tabela de preços da marca.

Obtive uma reprodução em boa resolução deste anúncio e acredito que, assim como eu, muitos de vocês gostariam de ver estes desenhos de veículos Volkswagen do início da década de 70 com uma resolução melhor e com suas legendas legíveis. E é isto que se segue; dividi o anúncio em segmentos iguais, da esquerda para a direita e de cima para baixo — com isto os detalhes podem ser visualizados:

Modelos especiais Volkswagen
Modelos especiais Volkswagen
Modelos especiais Volkswagen
Modelos especiais Volkswagen

No canto esquerdo inferior deste anúncio uma observação sobre os preços nele indicados: “Os preços são considerados posto em São Paulo, sem frete e sujeitos à alteração sem aviso prévio. Esses preços serão acrescidos do valor relativo a cinto de segurança e extintor de incêndio, equipamentos estes obrigatórios por lei.” Achei estranho ter que pagar por itens que depois foram incluídos obrigatoriamente nos carros, portanto incluídos nos respectivos preços.

Havia outra observação: “* Para os veículos especiais, os preços dos equipamentos são variáveis, devendo ser combinados com o seu Revendedor.”


Esta matéria é mais uma dedicada a coisas que eu gosto. Há muitos catálogos que merecem um carinho especial, e espero que vocês também apreciem uma matéria como esta.

AG

Espalhe por aí!
  • 95
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    96
    Shares

Alexander Gromow

Ex-Presidente do Fusca Clube do Brasil. Autor do livro EU AMO FUSCA e compilador do livro EU AMO FUSCA II. Autor de artigos sobre o assunto publicados em boletins de clubes e na imprensa nacional e internacional. Participou do lançamento do Dia Nacional do Fusca e apresentou o projeto que motivou a aprovação do Dia Municipal do Fusca em São Paulo. Lançou o Dia Mundial do Fusca em Bad Camberg, na Alemanha. Historiador amador reconhecido a nível mundial e ativista de movimentos que visam à preservação do Fusca e de carros antigos em geral. Participou de vários programas de TV e rádio sobre o assunto. É palestrante sobre o assunto VW com ênfase para os resfriados a ar. Foi eleito “Antigomobilista do Ano de 2012” no concurso realizado pelo VI ABC Old Cars.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário