Curiosidades

Dauphine Alfa Romeo: o francês foi parar na Itália

Dauphine Alfa Romeo

Além do Brasil, esse francesinho foi fabricado na Itália, pela Alfa Romeo. A produção durou de 1959 a 1966

Em 1959 um acordo comercial entre a francesa Renault e a Alfa Romeo deu início à fabricação do Dauphine  na Itália. Uma parceria parecida com a que aconteceu entre a Renault e a Willys Overland e que permitiu sua fabricação também aqui no Brasil. A diferença é que no caso brasileiro, o índice de nacionalização — que começou em 15% — foi aumentando gradualmente.

Quase igual ao francês

Já na Italia, o Dauphine foi produzido na fábrica da Alfa Romeo em Milão, com peças vindas da França. Dividia a linha de montagem com a Alfa Giulietta. Pelo acordo, cabia à Renault o direito ao fornecimento das peças de reposição. Em compensação a Renault deveria vender na França os modelos da Alfa Romeo.

Plaqueta de identificação, manual do proprietário e emblema lateral

O Dauphine Alfa Romeo (esse era seu nome oficial) era praticamente idêntico ao francês. Visualmente apenas pequenas diferenças nos detalhes internos de acabamento e os emblemas lateriais ‘Dauphine Alfa Romeo’ e a inclusão do nome ‘Alfa Romeo’ no emblema original da tampa da mala — aliás, como aconteceu aqui no Brasil, com a inclusão do nome ‘Willys’ no emblema, só que em posição diferente.

Emblemas do capô no Brasil, na França e na Itália

Além disso, a versão italiana tinha sistema elétrico de 12 volts, fornecido pela Magneti-Marelli. E lá como aqui, ao longo dos anos de produção a potência aumentou de 31 para 40cv e o cambio passou de três para quatro marchas.

Uma propaganda da época e a Linha Alfa Romeo 1960, com destaque para o Dauphine

Vendas bem razoáveis

Em seus primeiros anos, o Dauphine Alfa Romeo teve boa aceitação, com 6.452 unidades vendidas em 1959 e 20.047 em 1960. Gradualmente as vendas foram minguando e seu último ano, 1966, chegou a míseros 345 carros comercializados.

Mas a soma dos oito anos de fabricação foi bastante satisfatória: 73.841 unidades. No Brasil foram 74.627 Dauphines/Gordinis vendidos.

Ano de produção Quantidade
1959 6.452
1960 20.047
1961 19.297
1962 11.786
1963 6.347
1964 6.447
1965 3.120
1966 345

Mas não pense que além de seu país de origem, houve só versões do Dauphine no Brasil e na Itália. Esse simpático carrinho também foi fabricado e/ou montado em vários outros países: Espanha, Argentina Reino Unido, Bélgica, México, Israel, Argélia, África do Sul, Austrália e Nova Zelândia.

Texto e edição: Fernando Barenco


LEIA TAMBÉM:

Henney Kilowatt: o Dauphine de ligar na tomada
Um francês nos Estados Unidos

Espalhe por aí!
  • 18
  • 2
  •  
  • 11
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    31
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados