Coberturas

4º Encontro de Carros Antigos de Carandaí, MG

Evento homenageou o Fusca nacional e a Variant

Homenagem a nacionais no “Celeiro de Minas”

Fusca brasileiro e Variant foram destaques em evento beneficente com participação de Djs e Pin-Ups

No último domingo, 28 de abril, a Praça da Matriz de Santana recebeu o 4º Encontro de Carros Antigos de Carandaí-MG, realizado pelo Clube de Autos Antigos Rota Real — CAARR, com o apoio da FBVA. O clima de confraternização e o alto astral se juntaram ao jeito mineiro de receber visitantes — Carandaí é uma cidade muito receptiva —, transformando o encontro numa grande festa, animada por DJ e com performances de Pin-Ups.



O CAARR aproveitou a oportunidade para prestar homenagens aos 60 anos do Fusca nacional e aos 50 anos da Variant (foto principal). À frente da Matriz foram colocados um de cada modelo, a Variant 1975 de Rodrigo Rodrigues, de Conselheiro Lafaiete-MG e o Fusca 1979 de José Guilherme Bastos, de Juiz de Fora-MG.

Vicente e Ernandes com seus Fuscas, fabricados respectivamente em 1959 e 1960


Em destaque também estavam dois Fuscas, cujo proprietário de ambos, Vicente Magalhães, fez questão de nos apontar e mostrar na identificação dos veículos, o ano dos mesmos: um 1959, primeiro ano de fabricação do Fusca no Brasil e o outro 1996, último ano de sua fabricação. Ernandes Ramos, de Barbacena-MG, também expôs com orgulho seu Fusca 1960 criteriosamente restaurado.

1977 e 1979: Chevettes também foram destaque


Além desses ícones da Volkswagem, outro modelo, só que da Chevrolet, também mereceu destaque: o Chevette, que neste mês fez aniversário de lançamento, pois foi apresentado originalmente em 24 de abril de 1973, tendo vendido mais de 1 milhão e 600 mil unidades até 1993. Em exposição — também à frente da Matriz — estavam o modelo 1977 de Vicente Coelho e o 1979 de Ana Paula Pereira, ambos da cidade anfitriã, Carandaí.

Rinaldo e seu Morris Mini: ainda menor próximo do Galaxie

O maior colecionador da cidade, Rinaldo Silveira, expôs alguns de seus veículos como o Mini Cooper 1980 que contrastava em tamanho com os Ford Galaxies próximos a ele: o 1979 de Caio Mário Pereira — premiado em Águas de Lindoia e Araxá; o de Maurílio Alvim, de Juiz de Fora-MG; e o de Rodrigo Rodrigues.

Nessa foto é possível notar o grande número de Opalas

Outro modelo que chamou à atenção neste evento foi o Chevrolet Opala. Só o clube Opaleiros e Antigos de Barbacena-MG levou à exposição quase 30 veículos de todas as décadas de sua fabricação.

O CAARR com esse evento realizou uma grande ação social. A APAE de Carandaí foi a beneficiada e com que alegria as voluntárias dessa instituição trabalharam nesse evento! Na entrada, recebiam os expositores que contribuíam com R$30,00 e recebiam um troféu de participação. Toda a renda foi revertida para essa causa humanitária. A Praça de Alimentação também pôde ser explorada pela APAE e ali estavam elas, preparando um delicioso feijão tropeiro, vendendo artesanatos, atendendo a todos com atenção e bom humor.

Em benefício da APAE local, evento teve missa com a participação dos antigomobilistas


A música na praça só foi interrompida na hora da missa da Igreja Matriz, com participação de muitos antigomobilistas. Após a cerimônia religiosa, o presidente do CAARR e diretor regional da FBVA, Caio Mário Baptista Pereira agradeceu a presença de todos os presidentes e representantes de clubes e recebeu uma homenagem enviada pelo presidente da FBVA, Altair Manoel, entregue por Jorge Filho, do Clube Antigomobilistas Mineiros, com sede na capital Belo Horizonte. Caio Pereira agradeceu à FBVA e a outros apoiadores do evento como o Portal Maxicar de Veículos Antigos do RJ, a Rádio Alternativa FM e o Portal de Notícias Carandaí On Line e fez uma homenagem especial ao pároco de Carandaí, Pe. José Julião da Silva, que, aderindo à causa antigomobilista, gentilmente cedeu o espaço da Igreja para a realização do evento e ainda pronunciou uma bênção solene sobre carros, proprietários, familiares e visitantes.

Pe. José Julião (segurando o troféu) foi homenageado por Caio Mário (à sua direita)

Carandaí tem importância ímpar em Minas Gerais. É a maior produtora de hortifrutigrajeiros do estado, também conhecida como “Celeiro de Minas”. É a cidade que abriga alguns dos principais hotéis-fazenda do ‘Circuito Villas e Fazendas de Minas’ na Estrada Real. A cidade recebe visitantes com muito calor humano, alegria e a tradicional simplicidade do povo mineiro, transformando esse evento em um dos melhores do interior de Minas. Por tudo isso, no próximo encontro anual, fica aí a dica aos antigomobilistas que ainda não tiveram essa oportunidade: Conheça Carandaí!


GALERIA DE IMAGENS


Texto e fotos: João Baptista Jorge Pinto Filho
Edição: Fernando Barenco

Espalhe por aí!
  • 109
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    109
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp