Ambrela
Coberturas

Encontro Mensal do Galaxie Clube do Brasil – Março de 2019 – São Paulo, SP

O Galaxie em versões fora do convencional

Além do 500, LTD e Landau, edição março teve Ambulância e ‘Pé de Camelo’, uma versão popular que não deu muito certo

Repare os dois Galaxies brancos da foto acima. Notou alguma diferença entre eles? Pois é, o da esquerda é uma Station Wagon. Mas existiu Galaxie desta versão aqui no Brasil? A resposta é sim e não. Na verdade trata-se de uma ambulância criada pela Oficina de Serviços da Ford em 1969 a partir de um Sedan acidentado. Dizem que era um protótipo do Galaxie SW a ser lançado futuramente, mas a empresa teria depois desistido da ideia e transformado o carro em ambulância. Mas de acordo com o livro ‘Galaxie – Grandes Carros, Grandes Amigos’ em artigo assinado por Nelson Luiz Ott, a Ford nunca teve a intenção de produzir um Galaxie SW e a ambulância já foi feita assim, para uso interno e nem chegou a ser emplacada na época, pois circulava apenas nas dependências da empresa.

Essa peça única, verdadeira preciosidade automotiva, esteve presente na edição de 17 de março do Encontro Mensal do Galaxie Clube do Brasil, que como de costume aconteceu na famosa ‘Caixa D’água da Vila Mariana’, na Capital Paulista.

A ambulância de traseira e um dos ‘Pé de Camelo’


Junto com a ambulância, outra versão bem rara do Galaxie. E essa em dose dupla. Estamos falando do Standard, logo apelidado de ‘Pé de Camelo’. Era uma versão peladona de 1970 para tornar o modelo mais barato. Perdeu instrumentos, desembaçador, rádio, frisos, emblemas, as belas calotas (substituídas por uma central, menor e mais simples), teto de vinil e otras cositas más… Um verdadeiro contrassenso, afinal o Galaxie nasceu para ser um carro de luxo. Claro que vendeu bem pouco!

Em sentido horário a partir do alto: Corvette, Thunderbird, Escorts XR3 e Interlagos


Ao lado de demais exemplares da linha Galaxie, o democrático evento teve a participação de diversas outras marcas e modelos, das quais destacamos:

  • A dupla de Chevrolets Corvette da primeira geração, um preto e um vermelho, fabricados ainda na década de 1950.
  • O Dodge Magnum 1979 monocromático azul.
  • O Ford Thunderbird 1956, criado para concorrer com os Corvettes citados acima.
  • O Mustang Fastback ‘cor-de-sangue’ 1968.
  • Um trio de Mavericks GT, um dos mais desejados clássicos brasileiros dos anos 1970.
  • A dupla de Escorts XR3 da década de 1980.
  • O Interlagos Berlineta 1965, modelo imortalizado nas pistas pela Equipe Willys, nas mãos de ases como Bird Clemente.

GALERIA DE IMAGENS


Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Odair Ferraz

Espalhe por aí!
  • 47
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    47
    Shares

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp