MaxiBlog

Antigomobilistas começam a adotar as novas placas do Mercosul

Veículos de Coleção, aqueles com placas pretas, têm que seguir também o novo padrão, que de modo geral não agradou

Os colecionadores de automóveis antigos já estão começando a fazer a substituição das placas pretas pelas novas, de acordo com as novas regras que adotaram um modelo único para todos os países do Mercosul. Embora, a substituição não seja obrigatória, alguns estão optando por se antecipar à providência.

É o caso de Nelson Geraidine, de Barra Mansa – RJ, dono desse belíssimo Chevrolet Biscayne 1963, que acaba de ganhar a novidade.
— Já que temos mesmo que trocar, não vou ficar esperando. Já entrei com o pedido também para o meu Fuscão.

Ele nos explicou que pagou um DUDA no valor de R$ 219,00 e agendou a vistoria. Houve ainda uma taxa de serviço que custou cerca de 130,00. Esses valores variam de estado para estado.

Nelson nos contou ainda que o processo de fabricação das placas agora é diferente. A placa em si é sempre branca e vem totalmente lisa. Após a prensa em alto relevo dos numerais e letras no metal, é aplicado um adesivo a quente — e a prova de falsificações — sobre esse relevo. O que varia é a cor, que para veículos Particulares é preta e para os de Coleção cinza.

De modo geral, os antigomobilistas não gostaram da novidade, já que as novas placas dão menos destaque aos Veículos de Coleção.

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp