Especial

5 dicas para diminuir a emissão de poluentes do seu carro antigo

Apesar de ser o sonho de muita gente que é apaixonada por automóveis, possuir um carro antigo pode acabar sendo uma verdadeira dor de cabeça na hora de conseguir as permissões necessárias para rodar pela cidade. Isso porque esse carros poluem cerca de 28 vezes mais do que um carro novo, segundo pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) em 2010, o que dificulta muito a vida de seus donos na hora de passar na inspeção veicular que analisa esse e outros fatores.

Apesar da recente paralisação dos motoristas de caminhão em manifestação contra o aumento do combustível, que reduziu os níveis de poluição em São Paulo devido a falta de gasolina nos postos e impedindo que os carros saíssem de casa, sabemos que uma atitude tão radical não é viável a longo prazo para impedir a emissão dos gases poluentes na atmosfera. Por isso, algumas atitudes por parte dos motoristas (principalmente os de carros antigos) são indispensáveis para garantir a diminuição da poluição.

Para evitar as possíveis dores de cabeça que um carro antigo pode causar a você e o estrago que pode causar ao meio ambiente, confira a seguir cinco dicas simples para reduzir a emissão de poluentes do seu possante.

 #1 – GARANTA QUE O MOTOR ESTEJA REGULADO

Para impedir que seu carro tenha altos níveis de emissão de poluentes, o primeiro passo é garantir que seu motor esteja sempre calibrado e em dia com a manutenção. Fazer visitas periódicas ao mecânico pode ser uma obrigação cansativa ao possuir um carro antigo, mas muito necessária, assim como o investimento em peças essenciais para o bom funcionamento do automóvel.

#2 – DÊ ATENÇÃO ESPECIAL AOS PNEUS DO CARRO

O bom estado dos pneus é um dos principais fatores a ser levado em consideração quando o assunto é gasto de gasolina e, consequentemente, a emissão de poluentes no ar. Isso porque pneus descalibrados e baixos demais podem deixar o carro mais pesado e exigir um consumo maior de combustível para que o motor seja capaz de fazê-lo andar.

#3 – FAÇA MUDANÇAS NO SEU JEITO DE DIRIGIR

Não é segredo algum que a forma como dirigimos nossos queridos carros também afeta no consumo de combustível, como você já deve saber. Para evitar mais do que o necessário, a principal dica é respeitar o tempo de troca das marchas, pois caso você as troque rápido demais o motor entenderá que é necessário enviar mais combustível para o carro se mover.

 #4 – SÓ ABASTEÇA EM POSTOS DE CONFIANÇA

Uma das questões mais importantes no cuidado de qualquer carro, antigo ou novo, é o posto de gasolina em que é abastecido. Infelizmente, é comum que alguns postos pratiquem a desonestidade e vendam gato por lembre, o que prejudica não apenas o bolso do motorista, como seu carro e o meio ambiente. Pesquisa, faça perguntas e vá apenas a postos de qualidade garantida.

#5 – FAÇA A AVALIAÇÃO DA EMISSÃO DE POLUENTES

A avaliação de emissão de poluentes é um processo bem simples e prático que ajuda você a saber o quanto seu precioso carro está poluindo ar. Por meio de um teste que irá detectar a qualidade dos gases que saem do escapamento, você saberá que atitudes podem e devem ser tomadas para diminuir essa emissão e garantir que seu carro esteja dentro das normas e apto a rodar livremente.


Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp