Alexander Gromow Conteúdo Nossos Colunistas

Carlux by Auwärter — Uma Kombi ou um ônibus, ou quem sabe de tudo um pouco?

Fotograma do filme “Ein Herz geht auf Reisen”, de 1969, que mostra uma Carlux em pleno funcionamento. Assista um trecho no vídeo abaixo

Uma Kombi ou um ônibus, ou quem sabe de tudo um pouco?

[dropcap]N[/dropcap]a década de sessenta houve uma conversão de Kombis T1, com para-brisas bipartidos, tipo Furgão, para “algo” com decoração original, teto panorâmico elevado, acomodações melhoradas e janelas ampliadas.

Carros, motos, decorações, miniaturas, peças, ferramentas e literatura
(24) 2243-2876 / 98856-2876
A Kombi modificada em outra cena do mesmo filme
A Kombi modificada em outra cena do mesmo filme

Este modelo, chamado VW Auwärter Carlux, é particularmente raro e foi realizado pela Auwärter (Ernst Auwärter Karosserie- und Fahrzeugbau KG), uma empresa de Stuttgart, Alemanha, fundada em 1854 e que existe até hoje e que é especialista em carrocerias de ônibus. Curiosamente, na Internet circula uma informação errada creditando a construção destas adaptações em Kombis para firma suíça Beutler (Gebrüder. Beutler & Cie), responsável por carrocerias memoráveis feitas para empresas como Austin, Bentley, BMW, Bristol,Bugatti, Citroen, Delahaye, Fiat, Healey, Jaguar, Jowett, Lancia, etc.

Esta versão surpreendente, da qual foram produzidas apenas 24 unidades entre 1960 e 1963, foi usado por uma cadeia de hotéis suíça como veículo de turismo, especialmente nos Alpes. Estes carros tinham a finalidade de oferecer aos seus 8 passageiros mais espaço e acima de tudo uma incrível vista panorâmica incluindo a vista para cima sem ter que abrir um teto solar (ao contrário da VW Microbus de 23 janelas conhecido por Samba-Bus).

O teto foi elevado e, portanto, a superfície transparente (vidro e acrílico fumê) resultou na maior área possível (incluindo para-brisas). O teto elevado também ajudava na movimentação dos passageiros dentro do veículo.

O Carlux 1961 que depois foi adquirido por Walter Jalinek da “The Box Bug”, estava em condições de uso, mas estava maltratado, tinha escapamentos estilo caminhão de gosto duvidoso e nada originais, rodas originais e para-choques
O Carlux 1961 que depois foi adquirido por Walter Jalinek da “The Box Bug”, estava em condições de uso, mas estava maltratado, tinha escapamentos estilo caminhão de gosto duvidoso e nada originais, rodas originais e para-choques

Hoje, ao que tudo indica, restaram apenas 4 remanescentes do Carlux o que já é um milagre pela pequena quantidade convertida; incluindo um, ano 1961, este em condições de uso, estava nas mãos do especialista em Volkswagens antigos alemão, o conhecido Walter Jalinek proprietário da “The Box Bug”, da cidade de Weiden, que andou transformando o carro para Hot com suspensão rebaixada, motorzão e rodas especiais, uma judiação para os puristas…

Nesta fase o Carlux já pertencia ao Jalinek, perdeu os para-choques, ganhou um motorzão, rodas e teve sua suspensão rebaixada. Um letreiro “The Bug Box” já começava a fazer propaganda para a empresa
Nesta fase o Carlux já pertencia ao Jalinek, perdeu os para-choques, ganhou um motorzão, rodas e teve sua suspensão rebaixada. Um letreiro “The Bug Box” já começava a fazer propaganda para a empresa

Mas quis o destino que houvesse uma reviravolta na história desta raridade. Um cliente da “The Bug Box” já vinha namorando o carro quando ele ainda pertencia ao Walter Jalinek, e estava fortemente descaracterizado. Depois de demoradas e difíceis negociações o carro foi vendido, mas foi uma venda casada com um caríssimo contrato de restauração integral e devolução do carro à suas condições “originais”, ou seja, como saiu da Auwärter.

Aqui Carlux um pouco antes de sua venda numa cena tipicamente alemã com a Família Jalinek trajada a caráter. O carro já tinha ganho um banho de loja sem muito capricho
Aqui Carlux um pouco antes de sua venda numa cena tipicamente alemã com a Família Jalinek trajada a caráter. O carro já tinha ganho um banho de loja sem muito capricho

O serviço está longe de ficar pronto, pois havia muitas partes fortemente enferrujadas e maltratadas que estão demandando um trabalho minucioso e complexo. Até a Auwärter foi consultada e, por sorte, o seu idoso proprietário ainda lembrava do carro e pode dar preciosas dicas em especial sobre a construção do teto. Esta restauração está sendo um pulo no escuro, pois não há parâmetros ou catálogos onde encontrar detalhes.

Carlux-05
Na segunda metade de 2012 foi dado início à difícil restauração deste Carlux, e já na desmontagem foram sendo encontrados os pontos que iriam demandar mais trabalho, em especial a estrutura do teto que era totalmente customizada
Durante a desmontagem a intrincada estrutura customizada do teto mostrou seus detalhes, um dos itens de alto grau de dificuldade
Durante a desmontagem a intrincada estrutura customizada do teto mostrou seus detalhes, um dos itens de alto grau de dificuldade

Um aspecto interessante descoberto durante o trabalho de desmontagem do carro. Por baixo da tinta azul foram encontrados vestígios de tinta vermelha e branca! Será que este carro poderia ser o Auswärter Carlux que aparece em cenas do filme “Ein Herz geht auf Reisen” (Um coração sai de viagem), lançado em 1969, estrelado por Hentje, que era um ídolo cantor mirim alemão da década de 60? Esta é uma possibilidade que o pessoal da “The Bug Box” tentará pesquisar cuidadosamente…

Nas portas foram encontradas as cores branca e vermelha, poderia ser um indicativo do carro ter sido um carro histórico que participou de um filme?
Nas portas foram encontradas as cores branca e vermelha, poderia ser um indicativo do carro ter sido um carro histórico que participou de um filme?

Aí vai o trecho do filme em questão, apesar da cantoria é possível ver o veículo em ação:

Alguns detalhes do minucioso trabalho de reforma deste Carlux:

Vista parcial do interior da oficina da “The Bug Box” que demontra que em matéria de Kombis e demais veículos VW e Porsche estes camaradas são mestres, este nível de trabalho é benchmark em nível mundial
Vista parcial do interior da oficina da “The Bug Box” que demontra que em matéria de Kombis e demais veículos VW e Porsche estes camaradas são mestres, este nível de trabalho é benchmark em nível mundial

A seguir, a foto de um Carlux que ficou 40 anos num ferro velho da localidade de Kaufdorf no Cantão de Berna na Suíça e foi vendido para um colecionador da Alemanha em 2009, e cujo paradeiro é desconhecido. Os carros para peças começaram a ser acumulados em 1933, portanto havia raridades muito interessantes por lá….

Este Carlux foi salvo do desmantelamento deste ferro-velho em 2009, mas o seu atual paradeiro é desconhecido
Este Carlux foi salvo do desmantelamento deste ferro-velho em 2009, mas o seu atual paradeiro é desconhecido

Este ferro velho foi desmantelado em 2009, quando todos os carros ou foram vendidos ou foram escrapeados devido a uma ordem de uma Corte Suíça, naquela oportunidade havia aproximadamente 1000 ruinas de carros e 400 motocicletas já envoltos pelo mato, apodrecendo lentamente.

Carlux-15
Ferro velho de Kaufdorf na Suíça um pouco antes de seu desmantelamento definitivo. Certamente cenas como esta vão deixar muitas pessoas tristes, eu me incluo entre elas

Por enquanto o futuro das outras unidades que sobraram e estão em condições de ruina é incerto, a não ser que outro aficionado bem rico decida contratar a empresa de Walter Jalinek, que a estas alturas já incluiu a restauração deste tipo de conversão exótica em seu currículo de realizações, para resgatar outra raridade destas…

Como foi visto é uma missão impossível ter um outro Carlux em sua coleção, a única coisa que resta fazer é comprar uma miniatura de Carlux para a sua coleção…

Modelo do Auwärter Carlux em escala 1:43 feita pela Matrix
Modelo do Auwärter Carlux em escala 1:43 feita pela Matrix

Mas uma coisa está certa, agora para delírio dos puristas, tomando por base a incrível e internacionalmente reconhecida qualidade das restaurações da “The Bug Box” restará um VW Auwärter Carlux impecável em estado de novo que ocupará o seu lugar na galeria dos interessantes e raríssimos veículos exóticos derivados da Kombi.

Esta é uma história incrível, daquelas que só o amor pela Marca e uma polpuda conta no banco podem explicar…

E para não deixar dúvidas sobre a inacreditável qualidade de restauro da “The Bug Box”, para finalizar incluímos uma foto de uma série de “Samba Buses” restaurados por esta empresa. Talvez estejam melhores do que quando saíram da fábrica…

Cada uma pode vale centenas de milhares de dólares a contar por recentes leilões nos EUA.

Carlux-17

 

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Alexander Gromow

Ex-Presidente do Fusca Clube do Brasil. Autor do livro EU AMO FUSCA e compilador do livro EU AMO FUSCA II. Autor de artigos sobre o assunto publicados em boletins de clubes e na imprensa nacional e internacional. Participou do lançamento do Dia Nacional do Fusca e apresentou o projeto que motivou a aprovação do Dia Municipal do Fusca em São Paulo. Lançou o Dia Mundial do Fusca em Bad Camberg, na Alemanha. Historiador amador reconhecido a nível mundial e ativista de movimentos que visam à preservação do Fusca e de carros antigos em geral. Participou de vários programas de TV e rádio sobre o assunto. É palestrante sobre o assunto VW com ênfase para os resfriados a ar. Foi eleito “Antigomobilista do Ano de 2012” no concurso realizado pelo VI ABC Old Cars.

15 Comentários

Clique aqui para postar um comentário