Conteúdo Fatima Barenco Nossos Colunistas

JOEL SEIXAS – Volks Clube de Teresópolis, RJ

Pela preservação de um patrimônio chamado Fusca


Policial Rodoviário Federal aposentado, 66 anos (“Modelinho”, segundo ele!) há 8 anos preside uma simpática entidade antigomobilista da Região Serrana Fluminese, que como muitas outras pelo Brasil, nasceu meio que por acaso: o Volks Clube de Teresópolis. Este mês converso com Joel Seixas, um grande apaixonado e incentivador do Fusca.


1.gifNos conte como surgiu o Volks Clube de Teresópolis.

Joel – Foi a partir de reuniões de amigos aficionados pelos Fusquinhas. Todos os fins de semana reuníamos sem compromisso em um posto de gasolina para batermos papo e falarmos sobre nossos Besourinhos. A cada semana iam surgindo mais adeptos, Foi daí que surgiu a idéia de criarmos o VOLKS CLUBE DE TERESÓPOLIS, em 1999.

2.gifComo se tornar sócio do Clube?

    Por volta de 19 e 30, chegamos à residência do sexagenário. Ele esta tomando “alguns goles”, somente para abrir o apetite, é claro! Eu já tinha tido a informação que esse era seu costume: apreciar a “pura”. Passamos, então, à execução do plano.

Joel – Para se tornar sócio do clube, basta ser proprietário de um veículo antigo (de qualquer marca). Não precisa ser específico da linha Volkswagen, conforme nosso estatuto. Comparecer na sede do clube com xerox do documento do veículo identidade, uma foto 3/4 e preencher uma ficha de cadastro. Temos uma taxa de adesão no valor de R$ 60,00 e uma mensalidade de R$ 10,00.(Nota: a sede do Volks Clube de Teresópolis fica na Rua Carmela Dutra, 871 s/302 – Agriões. Os telefones de contato são (21) 2463-2922 / 2742-8356 / 9635-2437).

Eu não poderia deixar de perguntar sobre o seu grande xodó: “o Fusquinha 65”. Fale um pouco sobre sua relação com esse carro tão especial.

O famoso Fusca 1200 1965

Joel – Em 1987 adquiri esta preciosidade de uma pessoa do interior que havia comprado no ano de 1965 numa concessionária em Teresópolis.
Em 1993 fui convidado pelo Dr. Robson Ferreira para participar de uma exposição de Veículos Antigos na Casa de Portugal de Teresópolis. Fiquei muito surpreso quando fui chamado para receber um lindo Troféu de Destaque (o meu primeiro troféu). Daí passei a participar dos encontros de veículos antigos até hoje. Este meu besourinho tem me dado muitas alegrias! Por onde passo ele é muito admirado, perguntam se quero vender, quanto custa… Já me ofereceram quantias elevadas e outro veículo na troca, mas não consigo ficar sem ele.
Vou lhe contar um segredo: há mais ou menos 10 anos a minha ex-esposa, com muitos ciúmes do meu Fusquinha, disse que eu cuidava mais dele do que dela. Me encostou na parede: “O Fusca ou eu!” Adivinha? FIQUEI COM O FUSCA.

Além de presidente do clube, você é também Representante Regional da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA) na Região Serrana do Rio de Janeiro. Quais as suas atribuições neste cargo?

Joel – Em primeiro lugar quero agradecer ao nosso presidente Henrique Thielmann pela confiança depositada na minha pessoa para representar a FBVA na Região Serrano do Rio de Janeiro. A nossa função é representar a FBVA nos eventos de veículos antigos e ser um elo de ligação entre os clubes filiados e a FBVA para sanar algumas dúvidas que possam surgir.

Por ser um clube especializado em Volkswagen, apesar de ter em seus quadros veículos de outras marcas, a que você atribui esta super valorização de preços que nossos Fusquinhas estão sofrendo?

    É muito difícil conseguir patrocínio, pois as empresas e o comércio estão trabalhando no limite e não há nenhum incentivo fiscal para que estas empresas possam deduzir estes valores.

JoelEm primeiro lugar ao fim de sua fabricação em todo o mundo. Segundo, porque quem tem um Fusquinha não se desfaz por qualquer preço. Cada vez está ficando mais difícil encontrar um Fusca com valor de mercado.

Além do encontro anual, o Volks Clube realiza outras atividades? Quais?

Joel – Temos encontros mensais na sede do clube, participamos de encontros regionais e no final de ano programamos passeios de confraternização em outras cidades. Ano passado fomos em carreata até Nova Friburgo para confraternizarmos com os companheiros antigomobilistas da ACANF(Associação de Carros Antigos de Nova Friburgo). Somos também convidados para apresentações escolares.

Falar em Volks Clube de Teresópolis nos faz logo lembrar de uma diretoria muito unida, de grandes amigos e de uma pessoa muito especial: sua grande parceira e esposa Sônia. Fale um pouco sobre eles.

Joel – Realmente o que faz um clube se manter de pé é a união e o entrosamento entre pessoas. Tenho muito que agradecer a todos que têm me ajudado, principalmente ao Renildo e ao Orlando que têm sido as minhas âncoras e também ao Dr. Adauri, que tem me dado suporte na parte jurídica e burocrática. Falar da minha esposa Sônia, não tenho palavras, pois ela é uma guerreira e está sempre disposta para tudo.

Na assembléia realizada pela FBVA no Encontro em Águas de Lindóia no dia 19 de abril de 2009, foi apresentado em parceria com a Indiana Seguros o Seguro Placa Preta, que garante ao proprietário de carros antigos proteção a terceiros em caso de acidente, além de socorro 24 horas em caso de defeitos mecânicos ou acidentes. Um grande avanço para a conquista de um pouco mais de segurança para nossos “velhinhos”. Como avalia essa iniciativa?

Joel – Esta iniciativa é muito válida, principalmente para nós que vamos rodando com nossos velhinhos para os encontros, já que estamos sempre sujeitos a falhas mecânica, elétrica e outras. Com o seguro ficamos muito mais tranquilos, pois sabemos que podemos contar com apoio logístico nas estradas.
Considera difícil conseguir patrocínio para a realização de um evento, principalmente nesse momento de crise econômica? Por falar nisso, como estão os preparativos para o encontro anual do clube em 2009?

Joel – É muito difícil conseguir patrocínio, pois as empresas e o comércio estão trabalhando no limite e não há nenhum incentivo fiscal para que estas empresas possam deduzir estes valores. A nossa esperança é contarmos com a ajuda da Prefeitura Municipal para que possamos realizar o 10º Encontro de Veículos Antigos. Se não houver esta ajuda, será impossível realizarmos o nosso encontro.

Nossa entrevista esta chegando ao fim e deixamos aqui com a palavra o presidente Joel Seixas, a quem agradecemos pela grande colaboração ao Portal Maxicar..

Joel – Quero agradecer ao Portal Maxicar pela oportunidade de podermos falar um pouco sobre nosso Clube e pela brilhante divulgação que vem fazendo dos eventos.

 

Comentários do Facebook

Fatima Barenco

Editora do Portal Maxicar. Emails para essa coluna: fatima@maxicar.com.br

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados

%d blogueiros gostam disto: