Coberturas

XVII Encontro Nacional do Puma – Contagem/BH – MG                                  

Encontro Nacional do Puma

As ‘feras’ invadiram Minas Gerais

Pumeiros de várias regiões do Brasil participaram do evento, que teve a exposição em Contagem e a festa de premiação em Belo Horizonte. Maior distância foi percorrida por um AMV 1991 de Foz do Iguaçu, PR: 1.473 km

O XVII Encontro Nacional do Puma aconteceu em Minas Gerais no feriadão de 12 a 15 de outubro, sendo um evento tão especial que foram necessárias duas cidades para sediá-lo: Belo Horizonte e Contagem. O Clube do Puma MG recebeu no terraço do ‘Só Marcas Auto Shopping’, em Contagem, pumeiros vindos de todos os cantos do país com uma mega estrutura montada exclusivamente para o evento, incluindo o palco onde se apresentaram Bruno Coimbra, Ector, Papagaio Elétrico, Sinal Vermelho, Brazuca e a sensacional U2 Go Home, cover da banda irlandesa que tem agenda intensa de shows, inclusive apresentação no ‘Domingão do Faustão’.

O XVII Encontro Nacional do Puma aconteceu no Só Marcas Auto Shopping, onde aconteceram diversos shows


Nesse mesmo terraço há um antigo Boeing 737 em exposição permanente com pintura psicodélica que combinou com os Pumas multicoloridos que ficaram ao seu redor, parecendo uma imagem de quadro de Romero Brito.

O Puma das Mil Km de Brasília

Encontro Nacional do Puma

O vencedor dos Mil Km de Brasília de 1970


A exposição foi surpreendente! Na entrada o visitante se deparava com uma réplica do Puma Carbel 38, com o qual Toninho da Matta e Clóvis Ferreira venceram a prova dos Mil Km de Brasília, em 18 e 19 de abril de 1970. Atrás dele, um banner com a foto original da bandeirada de chegada. Esse carro pertence ao pumeiro Sálvio, do Puma Clube de Brasília, que participou do encontro com grande número de filiados. Esse foi o único Puma que não foi ‘rodando’ ao evento.

Muita estrada e disposição para participar do Encontro Nacional do Puma

O pumeiro Marcos Gomes enfrentou os 1000 km de Curitiba a BH com seu Puma GT 1500 1969, o mais antigo no encontro. Em contrapartida, o Puma com documento mais recente era o AM4 1993 de Paulo César Ribeiro, de São Paulo.

VW Voyage LS 1.6 1986
R$ 50.000,00

R$ 45.000,00

VW Fusca 1200 1965
R$ 49.000,00

VW Fusca 1964
R$ 39.000,00

R$ 45.000,00

R$ 85.000,00

VW Kombi 1973
R$ 150.000,00

VW Saveiro Summer 1996
R$ 70.000,00

MG TD 1953
R$ 190.000,00

O GT 1500 1969 foi o mais antigo e o AM4 1991, o mais moderno. José Francisco Neto foi premiado pela maior distância percorrida


O pumeiro Raoli percorreu 1.130 km, vindo de Joinville-SC com seu Puma GT 1600. Já José Francisco Neto, de Foz do Iguaçu-PR, viajou 1.473 km com o Puma AMV 1991, a maior distância percorrida entre os participantes. Do Espírito Santo chegaram duas raridades, o Puma AM1 e o AM4 dos pumeiros Tarso e Luiz Pires. Também percorreu longa distância, o pumeiro Pacífico, de Goiás com o Puma GTS 1977.

Guilherme Melo e Milton Thibau


Minas Gerais, o estado anfitrião, também expôs belos modelos como o Puma GTE 1974 de Guilherme Melo, que é piloto e corre na Copa Gold Classic Brasil com outro Puma, o GTS 1977 com seus 210 cv de potência. A Gold Classic é transmitida ao vivo pela TV Cultura.

Milton Thibau expôs o Puma GTB S2 1982 e Joaquim Machado levou o Puma AM1 1988, nunca restaurado. Várias cidades do estado de São Paulo estavam representadas, inclusive pelos vistoriadores responsáveis pela premiação. Christian Lovatto e Élcio Junior, do Puma Club do Brasil – Campinas e ainda João Ferreroni do Puma Clube São Paulo. Todos representando a Federação Brasileira de Veículos Antigos.

O estado de São Paulo presente: os trios de avaliadores e de ‘navegadoras’


Não podemos deixar de mencionar que os pumeiros, geralmente fazem essas longas viagens com suas esposas, namoradas, companheiras, ou seja, com as ‘navegadoras’. Então, vamos registrar a presença neste encontro, de Rose Cheade, Andréa Pereira e Marli Martins, vindas respectivamente de Campos do Jordão-SP, Cruzeiro-SP e São Paulo-SP, representando as pumeiras ‘navegadoras’ do Brasil.

Confraternização e Premiação

O casal Prata recebeu os participantes no jantar de confraternização e premiação


No sábado, 14, o presidente do Clube do Puma MG, Wagner Prata e a primeira-dama do clube, Vanessa Prata, recepcionaram os participantes em um jantar de confraternização e premiação nas dependências do Intercity BH Expo, hotel em Belo Horizonte, onde os pumeiros estavam hospedados.

Os homenageados e premiados receberam um belo troféu das mãos dos representantes da FBVA. Entre os agraciados estava Marcus Vinícius de Oliveira, representando o ‘Só Marcas Auto Shopping’, principal patrocinador do XVII Encontro Nacional do Puma.

O maior comboio

O Puma Clube do Rio de Janeiro teve o maior comboio. Os raros Spider 1971 e GTE Rallye foram dois dos Pumas premiados


Mas o grande premiado da noite foi o Puma Clube do Rio de Janeiro, recebendo o troféu por ser o clube visitante com o maior número de participantes no encontro. Esse prêmio tem um significado maior: o Puma Rio esbanjou simpatia, alegria e animação por onde passou, fazendo de Minas Gerais sua casa durante os 4 dias do evento, atraindo todos os olhares, engarrafando o trânsito em BH e Contagem com seus 22 modelos de Puma em comboio e sua Kombi de apoio estilizada, com a lojinha montada no encontro e, finalmente, sendo o responsável por transformar o jantar de confraternização numa grande festa.

Parabéns ao Clube do Puma MG por ter realizado de forma brilhante essa 17ª edição. O próximo Encontro Nacional Puma já tem data e local programados. Será realizado pelo Puma Club do Brasil – Curitiba, na bela capital paranaense, de 15 a 17 de novembro de 2024, onde estará preparada uma grande festa em comemoração ao aniversário de 60 anos do Puma, o Fora-de-Série mais querido do Brasil. 

Texto e Fotos: Jorge Filho
Edição: Fernando Barenco

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados

Volta Redonda 2024