Coberturas

Encontro Chrysler Clube de Minas Gerais – CCMG – Nova Lima, MG

Encontro Chrysler Clube de Minas Gerais

Esse foi fora do calendário do clube

Um evento extra, que reuniu dezenas de exemplares no Alphaville Nova Lima

O Chrysler Clube de Minas Gerais – CCMG – realizou no sábado, 25 de setembro, um encontro extra, fora do calendário do clube, no Alphaville Nova Lima, na Região Metropolitana de BH. O presidente, Fernando Bazolli, recebeu os filiados entregando-lhes a nova jaqueta do clube, confeccionada com muito bom gosto.

Dodge Charger 1968 americano, Dodge Magnum 1979, RAM 1500 TRX e o Dodge Dart 1979


Entre os veículos expostos, estava o Dodge Charger 1968 americano, o Chrysler 300 C, picapes Dakota, Dodge Journey e modelos da marca Jeep. Como se vê o CCMG é democrático, além dos modelos antigos, qualquer veículo da sigla MOPAR pode participar. Sorte de quem estava presente e pôde conhecer uma raridade, a novíssima superpicape RAM 1500 TRX, a caminhonete mais rápida do mundo com seus 711 cv de potência. O nome TRX é uma alusão ao Tiranossauro Rex e seu visual realmente é assustador em relação ao tamanho dos outros automóveis. A TRX está com uma edição especial chamada Final Edition apenas até o final deste ano.

Na exposição, a maioria era Dodge fabricado em solo brasileiro


Na exposição, a maioria era Dodge fabricado em solo brasileiro, em suas diversas versões. A Chrysler entrou no mercado nacional em 1967 quando adquiriu a francesa Simca do Brasil. A ideia era apenas melhorar a mecânica dos modelos da Simca, mas essa ideia logo se transformou e em 1969 era lançado o Dodge Dart. Com a chegada do Dart ao mercado, a Chrysler encerrou a produção dos modelos da Simca em 1970. O Dart nacional tinha como principais concorrentes o Opala de 6 cilindros e seu maior rival, o Ford Galaxie. O Dart, quando lançado, tinha sob o capô o motor V8 da picape D-100 e do caminhão D-400, mas a Chrysler já preparava o lançamento do Dodge Charger que chegou ao mercado em 1971, mais refinado, luxuoso e potente que seu irmão Dart, com duas opções: o Charger LS com motor de 205 cv e o Charger R/T com 215 cv, que à época era o veículo mais potente do Brasil. Em 1979, alterações estéticas foram feitas e os modelos Dart e Charger ganharam a companhia do Magnum e do LeBaron. Em 1981, depois de 11 anos de seu lançamento, a Chrysler encerrou a produção de todos os seus modelos do Dodge, inclusive dos caminhões. Foram fabricadas e vendidas 93.008 unidades no Brasil. Números que traduzem grande sucesso naqueles tempos.

Momentos dos amigos e antigomobilistas

Willys Jeep CJ2A 1948
R$ 105.000,00

VW Fusca 1300L 1977
R$ 35.000,00

VW Saveiro Summer 1996
R$ 70.000,00

VW Fusca 1964
R$ 39.000,00

R$ 14.000,00

FNM 2000 JK
R$ 120.000,00

VW Kombi 1973
R$ 150.000,00

R$ 45.000,00

Mercedes-Benz 300 SL 1992
R$ 195.000,00

R$ 32.000,00

R$ 36.000,00

VW Fusca 1300 1970
R$ 45.000,00

VW Brasília 1976
R$ 39.000,00


Atualmente cabe aos colecionadores e a clubes como o Chrysler Clube de Minas Gerais preservarem a história desse ícone da indústria automotiva brasileira.  

Texto e Fotos: Jorge Filho
Edição: Fatima Barenco

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados

Volta Redonda 2024