Testemunho

Jovem que ficou cego identifica carros pelo tato

cego identifica carros tato

Aos 22 anos Pedro foi vítima de um glaucoma. Apaixonado por carros desde a infância, hoje ele os reconhece usando as mãos

Pedro Menezes era fotógrafo. Quanto tinha apenas 22 anos um glaucoma lhe tirou a visão. Hoje, aos 32, ele continua admirando os carros clássicos que conheceu na infância. A picape Ford F100 azul que era de seu pai, por exemplo, continua muito presente em sua lembrança.

É que ele aprendeu a “ver” os carros apenas pelo tato e os reconhece com grande riqueza de detalhes. Sentindo às linhas e características de cada modelo, consegue até saber se é um exemplar é original ou modificado.

Mas sua paixão por carros foi além! Atualmente o ex-fotografo tem um negócio de miniaturas automotivas customizadas, chamado “All Weel Drive”, que ele comercializa através de um perfil no Instagram e um canal no Youtube.

Saiba mais sobre essa história inspiradora, nessa reportagem exibida no programa Balanço Geral RJ, da Rede Record.

Deixe seu comentário!

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER.

Novidades dos Classificados

Volta Redonda 2024