Coberturas

19º Encontro de Antigomobilismo em Santana de Parnaíba, SP

Encontro Antigomobilismo Santana de Parnaíba

Com aquela nostálgica atmosfera de interior

Nem parece que estamos bem pertinho da quinta maior cidade do mundo! Depois de dois anos de ausência, evento atraiu uma multidão

Distante apenas 42 quilômetros de São Paulo, Santana de Parnaíba consegue preservar aquele clima gostoso de cidadezinha de antigamente. Há quase duas décadas acontece lá o evento que já se tornou uma das principais datas turísticas dessa cidade de 120 mil habitantes: o Encontro de Antigomobilismo em Santana de Parnaíba.

Encontro Antigomobilismo Santana de Parnaíba

Tremendo sucesso de público


A edição anterior havia acontecido em 2019, sendo suspenso por dois anos por causa da pandemia. Esse ano, em sua 19ª edição, o evento voltou com força total. De acordo com a Prefeitura local, foram cerca de 300 veículos antigos, atraindo um público de 30 mil visitantes, no último domingo, 10 de julho de 2022. Gente interessada em ver de pertinho os clássicos donos da festa e curtir as outras atrações desse festival, como o mercado de pulgas, os bares e restaurantes e os shows musicais.

Como em edições anteriores, os carros se espalharam pelo rico Centro Histórico do município que já completou 440 anos! — em frente às antigas construções, em volta da praça e perto da igreja.

Carros de altíssima qualidade: brasileiros, importados, raros, curiosos… dessa vez não faltou nem mesmo o Batmóvel!

Fotografamos o Batmóvel, mas infelizmente não tivemos a oportunidade de entrevistar o Batman…


Alguns destaques


  • Dodge Charger 1971 – A ausência das faixas esportivas sugere que ele seja um exemplar “standart” do Charger (sem a denominação R/T), modelo que no ano seguinte passaria a se chamar Charger LS. Originalmente vinha com rodas com calotas, como os Dart, bancos inteiriços e câmbio na coluna de direção. Vendeu pouco e hoje é raríssimo.
  • Ford Country Squire – Quem gosta de stations wagons das antigas, com certeza se sentiu atraído por essa grande norte-americana fabricada em 1961. O modelo tem como principal característica os apliques laterais imitando madeira, que lembram aqueles “woodies” dos anos 1940, que por escassez do aço, usavam madeira (de verdade) em boa parte da carroceria.

  • Ford F350 1969 – Esse raro caminhão nacional, irmão maior da picape F100 Twin i Bean, foi um grande sucesso comercial. Há poucos dias tivemos a oportunidade de ver um aqui em nossa cidade, ainda em plena “atividade profissional”, heroicamente carregando entulhos. Em estado deplorável, o coitado!
  • Porsche 914 1971 – Esse esportivo é fruto da cooperação entre a Porsche e a Volkswagen (que queria um substituto para o fracassado Karmann-Ghia Type 34). Repare no adesivo traseiro desse exemplar! Já a Posrche buscava um modelo mais barato que o 911. Foi lançado em duas versões, ambas com motor boxer: 4 cilindros VW (1700 e depois 1800 e 2000) e 6 cilindros Porsche — esse último vendeu bem pouco, devido ao alto preço.

  • Dauphine 1962 e Gordini 1963 – Esses dois cativantes carrinhos fabricados no Brasil pela Willys, sob licença da francesa Renault, estão cada dia mais raros em encontros, principalmente juntos. São basicamente o mesmo carro, com diferenças visuais mínimas. O Dauphine, por exemplo, não possui frisos laterais. Seu motor tem 32hp, enquanto o Gordini tem os tais “40hp de emoção!”.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Odair Ferraz – Visite sua Loja Virtual


Espalhe por aí!

Deixe seu comentário!

Novidades dos Classificados

Divulgação