Carros revolucionários,  mas fracassados

Modelos que prometiam sacudir o mercado, mas que não alcançaram o sucesso esperado

Ao longo da história da indústria automobilística, alguns fabricantes foram mais ousados e entraram para a história. E seu sucesso ditou regras e lançou novas tendências. Mas outros acabaram se dando mal… Conheça alguns deles!

Carro de oito rodas de 1911, baseado no Overland. Seu criador, Milton Reeves, alegava que ele era mais seguro e confortável, sem vibrações, além de poupar pneus. Além de feio, custava uma fortuna.

Reeves OctoAuto 1911

Modelo híbrido lançado há mais de 100 anos!  E com a mesma receita dos híbridos de hoje: um motor elétrico e outro a combustão. Fracassou pela dificuldade de manutenção e preço nas alturas

Woods Dual Power 1917

Veículo movido a hélice e layout de avião, com motorista (ou piloto?) e passageiro sentados um à frente do outro. Além de estranho, era perigoso, já que a hélice de madeira girava próxima do rosto dos ocupantes

Leyat Helica 1919

Primeiro esportivo do mundo com motor central, o 150 H tem estilo bem diferente dos demais Mercedes Benz. O design lembra um VW, mas com um estranho farol central. Não cativou os compradores habituais da luxuosa marca alemã

Mercedes Benz 150 Sport Roadster 1934

Carro pioneiro em aerodinâmica, numa época em que pouco se falava sobre o assunto. Tinha formas arredondadas e foi projetado até com a ajuda de túnel de vento. Mas o consumidor americano o achou bem estranho

Chrysler Airflow 1934

Microcarro alemão cujo nome homenageia o deus romano de duas faces. Tinha duas portas, uma em cada extremidade, e o banco do passageiro era de costas. Esse jeito diferente foi demais para os consumidores da época

Zundapp Janus 1957

Essa linha da Ford foi um dos maiores fiascos da indústria automobilística de todos os tempos. Tinha um design muito controverso e virou piada na época por causa do formato de sua grade central, que lembrava uma vagina

Edsel 1958

Precisa transportar uma geladeira, ou até mesmo um cavalo e não possui uma pick-up? Que tal essa Station Wagon genial? Um teto solar deslizante sobre o porta-malas permitia transportar mercadorias bem mais altas que o próprio carro

Studebaker Wagonaire 1963

O menor carro de todos os tempos, segundo o Guinness Book. Cabia apenas uma pessoa e sua sacola de compras. Com motor de motocicleta e apenas três rodas, esse inglesinho foi um fracasso, com apenas 47 carros vendidos

Peel P50 1963

Ele usava ar comprimido para desativar cilindros e transformar o poderoso V8 em V6 e até em V4, com economia de 30% de combustível. Mas sem a ajuda da tecnologia de hoje, o sistema apresentou muitos defeitos e foi um fiasco

Cadillac V8-6-4 1981

Com jeitão de SUV e pick-up, esse utilitário foi revolucionário para a Lamborghini. O motor era V12 e vinha recheado de equipamentos sofisticados. Vendeu 301 unidades. Os fãs dessa marca de superesportivos não gostaram nada da novidade

Lamborghini LM002 1986

Foi uma tentativa da Cadillac de fabricar um roadster para concorrer com modelos europeus. Projetado pelos Studios Pininfarina, foi apelidado de “Cadillac Italiano”. Em dois anos vendeu menos da metade do esperado

Cadillac Allanté 1987

O Universo dos carros clássicos

• Reportagens • Encontros de carros antigos • Classificados