MaxiBlog

Rolls-Royce modifica a icônica Spirit of Ecstasy

Spirit of Ecstasy

A famosa estatueta ornamenta os capôs dos modelos RR desde 1909. A nova versão é mais baixa e aerodinâmica

O mais famoso mascote automobilístico de todos os tempos acaba de ser remodelado. Depois de mais de um século sem mudanças significativas, a aristocrática marca britânica Rolls-Royce apresentou a nova versão da Spirit of Ecstasy, que ornamenta os capôs de seus luxuosos automóveis desde 1909.

Visando maior aerodinâmica, a nova estatueta agora é 1,7 cm menor que a original, medindo 8,27 cm de altura. O vestido esvoaçante da moça — muito vezes confundido com asas — foi redesenhado. Ela agora é mais inclinada para a frente, dando maior sensação de velocidade.

O primeiro carro da marca a ostentar a nova Spirit of Ecstasy será o elétrico Spectre. Os demais modelos em linha manterão a versão antiga.

Spirit of Ecstasy

A antiga e a nova versão


A história da Spirit of Ecstasy

Até 1909, os automóveis Rolls Royce não tinham nenhum ornamento sobre o capô. Foi então que o Barão Montagu encomendou ao amigo, o escultor Charles Robinson Sykes, uma escultura para o capô de seu Rolls-Royce. Sykes decidiu retratar uma mulher e escolheu como modelo Eleanor Velasco Thornton, que era então secretária e amante do Barão.

Spirit of Ecstasy

Desenho da primeira versão de Sykes para a Rolls-Royce, em 1909


A primeira versão da Spirit of Ecstasy era diferente da que foi depois oficialmente adotada pela Rolls-Royce (também criada por Sykes). Tinha um dedo nos lábios, simbolizando o segredo do caso de amor.

Nas décadas de 1930 e 40 houve uma versão com a estátua ajoelhada. Ao longo de mais de um século, ela foi produzida em diversos materiais. Na década de 1920 houve uma versão banhada a prata. E opcionalmente, o cliente podia até encomendar sua Spirit of Ecstasy folheada a ouro. O problema eram os roubos…


Veja também

Deixe seu comentário!

Novidades dos Classificados