Repórter Maxicar

O incrível Chevrolet Camaro de “duas cabeças”

camaro duas cabeças

LEILÃO ONLINE DE ANTIGOMOBILISMO

Carros, motos, placas, decoração de garagem, miniaturas, peças e acessórios antigos

CAPTAÇÃO DE ÍTENS ATÉ 30 DE JUNHO
(24) 2243-2876 / (24) 98856-2876 (Whatsapp)

Modelo de exibição em feiras e eventos foi desenvolvido pela GM e conta com duas frentes “destacáveis”, com mecânicas de 6 e 8 cilindros

Para alavancar as vendas do Camaro modelo 1969, a General Motors teve uma grande sacada: criou um carro de exibição com “duas cabeças”, ou seja, duas frentes separadas: uma do modelo básico, com motor de 6 cilindros; e a outra da verão RS/SS com motor V8 350.

Batizado oficialmente de “Chevrolet Camaro Cutaway”, da parede corta-fogo para trás é um carro convencional (ou quase), já que no engenhoso projeto foi utilizado um carro normal, zero quilômetro. A diferença está na parte da frente. Foram criadas duas opções completas, com mecânica, suspensão, rodas, grade, faróis, emblemas, para-choques, paralamas e capô. Esses dois últimos foram recortados a fim de exibir o motor, que tem várias peças transparentes com a mesma finalidade.

camaro duas cabeças

Nas imagens de época, o carro em exibição e a propaganda de um dos eventos de que participou


Encaixes ao toque de um botão

Para a exibição, as três partes eram fixadas em plataformas giratórias que se moviam ao toque de botões, encaixando no carro uma ou outra frente. Além disso, o Camaro de “duas cabeças” não possui portas, para permitir que os espectadores pudessem admirar seu interior.

A parte traseira recebeu vários reforços, principalmente no piso do porta-malas, já que para que as partes se encaixassem, era necessário levantar a parte da frente do carro. Também no porta-malas, estão instalados os controles elétricos que faziam toda a mágica acontecer diante dos olhos admirados dos possíveis compradores.

Camaro de “duas cabeças” teve uma das frentes vendida

Ao longo desses 52 anos, esse Camaro teve vários proprietários e jamais foi restaurado. Mas um deles teve a infeliz ideia de se desfazer da frente que continha o motor de 6 cilindros. Algo sem nenhum sentido, já que se trata de um carro que não funciona normalmente, não tendo serventia para exibição sem as três partes. Sem contar o valor histórico do conjunto original.
Então, posteriormente, foi necessário construir outra frente idêntica à original perdida.

Agora, o Camaro de “duas cabeças” será vendido num leilão promovido pela Barrett-Jackson, que acontece entre os dias 22 e 30 deste mês, em Scottsdale, no Arizona. Será a primeira vez que ele será exibido ao público desde aquela época. Tem toda a documentação original da época, além de certificado de autenticidade.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Barrett-Jackson


Veja também

Deixe seu comentário!

Novidades dos Classificados