Repórter Maxicar

O primeiro Mustang a gente nunca esquece

Carro comprado por estudante em 1964 foi o primeiro exemplar do mundo. 10 milhões de Mustangs depois, hoje está avaliado em mais de R$ 1 milhão

No momento em que a Ford comemora a fabricação do Mustang nº 10 milhões, o Conversivel azul clarinho de Gail Wise, de 76 anos, roubou a cena e virou notícia em todo o Mundo.

Gail era uma universitária de Chicago, com apenas 22 anos em 1964, quando seu pai a levou à Concessionária Johnson para que escolhesse um carro novinho. Ela naturalmente queria algo bem jovial e o vendedor lhe mostrou uma novidade que somente seria lançada dois dias depois. Era um Mustang, que não estava sequer exposto. Estava no fundo da loja, ainda coberto.

Novinho, em 1964

A Ford havia distribuído Mustangs para concessionárias em todo o país para que os vendedores pudessem mostrar quando Lee Iacocca apresentasse o carro na Feira Mundial em Nova York, em 17 de abril.

Era tudo extremamente secreto e o carro ainda não poderia sequer ser vendido, mas o vendedor mesmo assim me vendeu. Eu saí daquele showroom com todo mundo acenando para mim e me pedindo para ir mais devagar — contou Gail ao USA Today.

O carro foi usado durante os 15 anos seguintes, até que bem judiado, parou de funcionar e foi colocado no fundo da garagem. Lá permaneceu durante longos 27 anos. Neste Período, Gail tentou várias vezes convencer o marido Tom a vender o carro para liberar espaço. Mas ele preferiu mantê-lo, pois tinha a esperança de um dia ainda poder restaurá-lo.

Em 2005, Tom se aposentou e pôde finalmente pôr em prática o projeto de restauração com conversível, que àquela altura estava realmente  detonado. E foi justamente quando começou a sua caça às peças pela internet que descobriu alguém anunciando o que seria o primeiro Mustang do Mundo, com data de compra de 16 de abril de 1964. Gail então foi conferir a Nota Fiscal de compra de seu carro e constatou que havia sido comprado em 15 de abril, portanto um dia antes.

O automóvel histórico está agora avaliado em nada menos que US$ 350 mil, o equivalente a mais de R$ 1 milhão. Mas é claro que o casal nem pensa em vendê-lo. Eles (e o carro, naturalmente…) participaram a convite da Ford das comemorações dos 10 milhões de Mustangs produzidos, em Dearborn, Michigan.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Divulgação

Tags

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp