Alexander Gromow Conteúdo Nossos Colunistas

Em Busca do Fusca – Seminário sobre a história do Fusca em Manaus

Encontro no Shopping Paulista em São Paulo no dia 21.10.2009

A ideia deste seminário começou com uma visita do Humberto Horta, Presidente do Fusca Clube da Amazônia à São Paulo em outubro de 2009. Como de costume, ocorreu um encontro no qual eu mostrei para o Humberto o que estava sendo preparado para o Primeiro Classic Fusca de Tiradentes/MG (evento organizado pelo Magno Costa – que foi pioneiro na inclusão de atividades culturais).

Era a primeira parte de um ciclo de palestras sobre história do Fusca, no caso a parte da Alemanha. O Humberto gostou do que viu e decidiu promover a palestra em Manaus, mas sob a forma de um seminário, incluindo a segunda parte referente à história do Fusca no Brasil.

Em 2010 a segunda parte ficou pronta e o Fusca Clube da Amazônia confirmou o convite e definiu as datas: 12 e 13 de junho. Em Manaus os preparativos foram feitos, o auditório cedido pela Eletronorte foi revisado para o evento. Um lindo cartaz fez a divulgação do evento, o pessoal do clube foi convidado.

Viajamos, eu e minha esposa, no dia 11 de junho para chegar com tempo para o evento, a Copa do Mundo de Futebol de 2010 estava sendo realizada e a cidade, vista do alto, estava toda enfeitada de verde e amarelo. No aeroporto fomos recepcionados pelo pessoal do Clube e levados ao Hotel. Fomos até o local do evento para testar o equipamento e dar uma passada na palestra de modo a verificar a compatibilidade do notebook com o data-show.

   DIVULGAÇÃO DO EVENTO NA IMPRENSA

No sábado pela manhã uma grande surpresa: na capa do suplemento de veículos do maior jornal da Amazônia, o A Crítica, em letras garrafais se lia “Gromow em Manaus” e a reportagem falava sobre o evento “Em Busca do Fusca”. O pessoal co clube veio até o hotel trazendo o jornal, foi uma festa! Esta reportagem atesta a credibilidade do Fusca Clube da Amazônia perante a Imprensa local. Não só o Jornal A Crítica, como rádios e canais de televisão dão cobertura às iniciativas deste simpático clube amazonense.

No sábado, 12 de junho, foi iniciado o evento com a parte da História do Fusca na Alemanha e eu iniciei o seminário dando um esclarecimento sobre o que seria apresentado nos dois dias do evento. O vídeo abaixo reproduz esta apresentação inicial.

O evento transcorreu bem e a audiência demonstrou grande interesse sobre o que estava sendo apresentado, fato aquilatado pelas perguntas que foram feitas. As instalações da Eletronorte eram muito boas, com uma tela gigante e um equipamento de projeção e de som excelentes, o que valorizou a apresentação.

No dia seguinte, domingo, o evento começou com um item adicional que havia sido solicitado pelos membros do clube: a história do New Beetle, um item pouco conhecido no Brasil.

A História do New Beetle foi apresentada tendo por base sua cronologia

Seguindo-se a História do Fusca no Brasil, que eu em boa parte acompanhei, tendo estado presente em vários dos acontecimentos, como, por exemplo, a volta do Fusca em 1993.

Para homenagear os participantes, foram sorteados brindes que incluíram cinco livros Eu Amo Fusca – A história brasileira do carro mais popular do mundo.

Em complemento ao evento foi feita uma tarde de autógrafos deste livro, acompanhado de muitas fotos. Não faltou a tradicional foto em grupo com a alegre audiência do seminário.

Nossos anfitriões em Manaus se desdobraram para nos oferecer “atividades extracurriculares” das mais agradáveis. Fomos levados a conhecer alguns dos pontos turísticos marcantes desta surpreendente cidade. Ao lado de marcos da luxuosa época do Ciclo da Borracha, alguns de presença internacional, como é o caso do Teatro Amazonas, Manaus se desenvolve como uma cidade moderna e um centro de cultura. O modernismo se percebe não só pelos preparativos para a Copa do Mundo, mas, por exemplo, pelo saneamento de igarapés com o reassentamento dos seus moradores em modernos conjuntos habitacionais localizados próximo das habitações originais que cederam espaço para a canalização. Na parte cultural salta à vista a grande quantidade de universidades, além da existência de centros de excelência em vários tipos de tecnologia, com destaque às tecnologias ligadas às riquezas de flora e fauna da Amazônia. Uma metrópole cosmopolita, cravada na Floresta Amazônica que olha para o futuro respeitando o seu glorioso passado – uma agradabilíssima surpresa! No vídeo abaixo um resumo destas atividades extracurriculares.

Mesa do jantar com os amigos do Fusca Clube da Amazônia

No domingo à noite, depois do encerramento do evento, recebemos mais uma gentil homenagem: parte do grupo que participou do seminário nos levou até a ponta Negra, uma região dedicada ao lazer, com praias, parques de diversão e muitos restaurantes. O jantar, no Restaurante Laranjinha, foi muito agradável, comida muito boa e papo excelente. Uma grande oportunidade de integração com aquele simpático grupo de amantes do Fusca de Manaus.

Depois disto fomos levados até o aeroporto, pois nosso vôo saiu na madrugada de segunda feira. Levamos de volta para São Paulo de um lado a certeza do dever cumprido, de outro o agradecimento pela incrível acolhida e muita saudade de Manaus…

O Humberto Horta, Presidente do Fusca Clube da Amazônia, que é conhecido em fóruns pelo seu codinome “bEtAuM” é uma figura conhecida no meio antigomobilista, fuscamaníaco e também entre os amantes dos carros transformados. Neste campo ele já esteve, por exemplo, com o Chip Foose em eventos de carros transformados.

O Humberto, dono de uma energia inesgotável, é um lutador por seu clube, sempre ligado em eventos e na realidade nacional, onde se pode destacar a recente participação do Fusca Clube da Amazônia em manifestações contra o alto preço dos combustíveis (twixar.com/9uuhDbQuhw).

Humberto enviou o seguinte depoimento:

Sempre fui aficionado pelo mundo automotivo e desde a infância tenho uma história de paixão por este veículo tão simpático chamado Fusca. Participando de fóruns de discussão, entre uma leitura e outra de artigos interessantíssimos, conheci a figura do Sr. Alexander Gromow.

Nem preciso dizer que para os verdadeiros amantes deste carrinho, o trabalho do Sr. Alexander é algo grandioso, magnífico. Este resgate da história tão aprofundado e tão rico em informações e ilustrações é algo inigualável. Atualmente, me sinto honrado em dizer que o Alexander é um grande amigo, ainda que distante, e tenho muito carinho pelo ser humano espetacular que ele é.

Em uma das muitas visitas que fiz a cidade de São Paulo, quase todas agraciadas por um encontro com esse grande amigo, me foi apresentado o material que estava sendo preparado para um evento de Tiradentes, o Classic Fusca. Ao mesmo tempo em que o Alexander se sentia orgulhoso de seu trabalho, ainda em construção, aquela gama de informações tão bem dispostas tirava muitos sorrisos de mim e de um amigo que se fazia presente.

Não tive dúvidas. Aquele material tinha que ser apresentado pelo meu amigo aos associados do Clube do Fusca do Amazonas. Criavam-se as primeiras raízes do que seria o EM BUSCA DO FUSCA, realizado de fato nos dias 12 e 13 de Junho de 2010. Daí por diante, foram aproximadamente 8 meses de preparativos, de ambos os lados para que o evento fosse realizado. Parceiros para a realização do evento não faltaram. A idéia foi abraçada pelos amigos da MAVEL VEÍCULOS, concessionária da Marca que nos recebe de braços abertos até hoje.

A expectativa era enorme. Como seria aquilo, quem participaria e até mesmo, o que faríamos depois das palestras? Em tão pouco tempo, creio que conseguimos realizar muitas atividades, o que foi prazeroso para todos.

O fato é que a visita do meu amigo Alexander a cidade de Manaus rendeu uma capa de jornal e dois dias de histórias maravilhosas que foram contadas e re-contadas aos que estiveram presentes no local. Além da presença de meu amigo e de sua querida esposa, aquele evento ficou mesmo com um gostinho de quero mais…

E por esse motivo, estamos planejando uma nova visita a Manaus, com mais informações e mais notícias de nosso amado Fusca!”

Humberto Horta

 

   ÁLBUM DE IMAGENS

 

 

Espalhe por aí!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Tags

Alexander Gromow

Ex-Presidente do Fusca Clube do Brasil. Autor do livro EU AMO FUSCA e compilador do livro EU AMO FUSCA II. Autor de artigos sobre o assunto publicados em boletins de clubes e na imprensa nacional e internacional. Participou do lançamento do Dia Nacional do Fusca e apresentou o projeto que motivou a aprovação do Dia Municipal do Fusca em São Paulo. Lançou o Dia Mundial do Fusca em Bad Camberg, na Alemanha. Historiador amador reconhecido a nível mundial e ativista de movimentos que visam à preservação do Fusca e de carros antigos em geral. Participou de vários programas de TV e rádio sobre o assunto. É palestrante sobre o assunto VW com ênfase para os resfriados a ar. Foi eleito “Antigomobilista do Ano de 2012” no concurso realizado pelo VI ABC Old Cars.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

ANUNCIE GRÁTIS!

Web Stories

Encontros de carros antigos Os carros mais “felizes” do mundo! Onde foram parar as nossas peruas?