Curiosidades

Três curiosos acessórios para o Fusca

Alguns se tornaram quase tão populares quanto o próprio VW. Outros nem tanto

Devido à sua imensa popularidade, o Fusca sempre foi o alvo de criativos inventores, que viam nele a possibilidade de venda de milhares de unidades de seus inventos. Ao longo das décadas, na Alemanha, aqui no Brasil e em outros países onde ele foi fabricado e/ou vendido, foi surgindo um infindável número de acessórios. Alguns muitos úteis (e que se tornaram bem populares), outros para lá de estranhos e curiosos (e que hoje se tornaram muito raros. Eis três produtos incluídos nessa segunda categoria.

A inusitada cafeteira elétrica

O primeiro é a máquina de fazer café Hertella. Fabricada na Alemanha na década de 1950, estava disponível em 6 ou 12 volts e se adaptava perfeitamente ao painel metálico do Fusca. Era só deixar a cafeteirinha carregada de pó e água. Quando desse aquela vontade de fazer uma pausa para um cafezinho — durante uma viagem por exemplo —, era só ligar. Ele já caia direto na xícara. Quentinho e delicioso. Com alguma sorte ainda hoje é possível encontrar uma dessas preciosidades a venda no Ebay.com.

O bagageiro era fechado, como uma mala

O segundo é um útil bagageiro também de fabricação alemã, que era fechado, em formato de mala. Adaptado sobre o capô traseiro do Fusca através de dois suportes laterais, podia ser afastado para o lado, caso houvesse necessidade de acesso ao motor. Foi apresentado em uma feira de camping em Frankfurt, em 1957. Era fabricado pela empresa Kurt Maruitz, de Duesseldorf.

Fusca rabo-de-peixe. O que você acha?

Ao contrário dos anteriores, nosso último acessório é bem bizarro e inútil — e infelizmente brasileiro. Fabricado no início dos anos 1960 pela Indústria Metalúrgica Neusa, o para-lamas “rabo-de-peixe” fazia um convite ao feliz proprietário do Volkswagen: “Aerodinamize o seu carro!” Era produzido em metal e fixado no para-lamas original, tipo um prolongamento, imitando os carrões americanos da época e nossa Simca Chambord. As lanternas eram as do Karmann Ghia, aquelas mais antigas, apelidadas de ‘canoa’.

Algo tão estranho quanto aquele acessório que transformava o VW em Rolls-Royce. Lembra desse?

Texto e edição: Fernando Barenco

Comentários do Facebook

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp