Coberturas

Encontro de Fuscas e Derivados – Brasília, DF

Um dia de homenagens

Evento reuniu cerca de 60 veículos na sede do VCB e os Fuscas foram a grande maioria

Casa boa é casa cheia”, a frase do presidente do Veteran Car Brasília (VCB), José Luiz, exemplifica bem a satisfação do clube em recebe mais de 60 carros no sábado(27 de janeiro). O dia foi de homenagens para o grande Fusca e alguns de seus derivados, como Kombi, Karman Ghia e Puma. O Fusquinha, como todos sabem, é a grande paixão automotiva do brasileiro. Todo mundo já teve contato, de alguma forma, com o bom e velho besouro.

Isabela Franco e seu primeiro Fusca

A paixão pelo Volkswagen, como todo amor, é algo inexplicável. Para Isabela Franco não é diferente. Ela conta que, desde quando viu o primeiro Fusca, aos nove anos, sonhava em ter um. O desejo foi realizado ano passado ao adquirir um modelo 1961 preto. “Sempre quis ter um Fusca. Ninguém na família teve um, a paixão veio quando eu vi um pela primeira vez na rua, achei muito bonito. Na época, virei para o meu pai e falei que um dia teria um desse e hoje eu tenho”.

Isabela conta que não conhecia o VCB, mas essa não foi a primeira experiência em encontros. “Já participei do Encontro do Parque, de alguns no Sudoeste e da Fusqueata, mas aqui no Veteran é a primeira vez”. Ela foi chamada pelos amigos do Fusca Club BSB. “Fui chamada pelo pessoal do Fusca Clube BSB, e resolvi vir. Achei bem legal, é tranquilo de chegar e bem localizado, o local é muito bom para fazer um passeio em família”.

E o dia foi deles os Fuscas…

Entre os diversos convidados estava o pessoal do Fusca Clube BSB. Por ser um clube recente, está para completar um ano, foi a primeira vez que eles participaram de um encontro no Veteran. Para o presidente do clube, Arthur Jota, a reunião foi muito interessante por tudo que o antigomobilismo representa. “Foi uma experiência diferente conhecer o VCB, ver um pouco mais sobre a memória e a história do automóvel brasileiro, graças ao museu”.

Fuscas e seus deriavados

Segundo ele, saber que ainda tem gente que se esforça e trabalha muito para preservar a história do carro antigo no Brasil é gratificante. “Este tipo de evento é importantíssimo. Poder unir as pessoas por um bem comum, que é o carro antigo é excepcional. Somos amplos divulgadores da cena do antigomobilismo em Brasília, principalmente do Fusca. É uma paixão que envolve muita gente e poder saber que existem entidades como o Veteran, que defende essa paixão, é muito bom”.

Entre os diversos convidados estava o pessoal do Fusca Clube BSB

Para o presidente do Veteran Car Brasília, José Luiz, é uma satisfação enorme receber todas os amantes do antigomobilismo no clube. “Isso aqui é uma confraria de quem gosta de carro antigo. É para trocar ideias, bater um papo, falar sobre algum carro que não conseguiu comprar, ou que conseguiu. Enfim, uma grande reunião de pessoas sob um interesse em comum, o antigomobilismo”.

Dia do Fusca – VCB

O aniversário do Fusca já passou, mas as homenagens continuam. O Veteran Car Club de Brasília juntou vários colecionadores e o Vrum Brasília, claro, estava no meio.

Publicado por Vrum Brasília em Segunda, 5 de fevereiro de 2018

De acordo com José Luiz, a presença do Fusca Clube foi importante para engrandecer o evento e esse só foi primeiro grande encontro do ano. “É sempre bom conhecer pessoas que se interessam pelo carro antigo. A ideia é fazer eventos regulares e chamar outros clubes também. Pretendemos fazer encontros sobre italianos, alemães, outros nacionais e por aí vai. O importante é juntar quem gosta de carro antigo para congregar sobre essa paixão”.

Texto e Fotos: Assessoria de Comunicação do VCB Brasília
Vídeo: Vrum Brasília
Edição: Fatima Barenco

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados