Curiosidades

Uma incursão antigomobilística pelo Brooklin

Chevrolet Caprice 1971

No famoso bairro nova-iorquino ainda é possível encontrar alguns tesouros estacionados nas ruas. Alguns bem conservados. Outros, nem tanto…

A região central de Nova York, Manhattan, tem uma peculiaridade: não se vê carros antigos circulando. Com o trânsito sempre congestionado, realmente seria difícil um carro antigo manter-se na temperatura normal. Domingo normalmente é o dia de se dar uma voltinha com a relíquia guardada na garagem, mas, o dia de maior engarrafamento em Nova York é justamente o domingo por causa do turismo e de ruas fechadas para lazer e atividades. Então, pouca probabilidade de se ver um antigo circulando no domingo também.

Chevrolet Monte Carlo SS 1984

Mas, se sairmos de Manhattan e atravessarmos a ponte em direção ao Brooklyn a história muda.  Chegando lá, encontramos uma Companhia do Corpo de Bombeiros e três carros antigos na porta. Eram de três bombeiros que não podiam tirar fotos, nem saírem nessa reportagem, ainda mais uniformizados, mas, nos mostraram com muito orgulho seus carros, o Chevy Caprice 1971, o Oldsmobile Luxury Sedan 1984 e o Chevy Monte Carlo SS também 1984.

Com ruas calmas e sem trânsito, o Brooklyn é um celeiro de carros antigos em circulação. Essa é a região de Nova York em que se encontra de tudo que é antigo e tradicional para se comprar. A região tem uma feira que chamam de Mercado de Pulgas, exatamente como chamamos os comerciantes de peças de carros antigos no Brasil, só que, no mercado de pulgas deles se encontra tudo que seja raro e antigo, não necessariamente relacionado a carros. Curiosidades são encontradas como relógios raros, o “The New York Times” da época da Guerra Civil, fotos do século XIX, cartazes de procurados pelo FBI nas últimas décadas, placas antigas, etc. Lembrando que a expressão ‘Mercado de Pulgas’ vem da França, onde, na periferia de Paris existiam bazares ao ar livre de roupas usadas que comumente vinham infestadas de pulgas.

Em pouco mais de uma hora de caminhada pelo Brooklyn conseguimos registrar em fotografia o Saab 900 Turbo Conversível 1987; o Buick Le Sabre 1976 com a descrição ‘Historical’ em sua placa, que corresponde às placas pretas no Brasil; dois Honda Civic em excelente estado de conservação, um 1984 e outro 1989; alguns Volvo da década de 1980; o Ford Bronco 1963; o Cadillac Coupê DeVille 1974; o Plymounth Conquest 1988; o Fusca Cabriolet da década de 1970; a caminhonete International Scout All Wheel Drive (4X4) 1960, entre outras antigas como S 10, F100, F150, Toyota Land Cruiser 1989 e Suburban. Encontramos também carros não tão bem preservados, mas, com grande valor histórico como o Land Rover 1970 e o Lincoln Town Car 1990 que está em reforma. Muito popular no Brasil, a Kombi estava ali com dois exemplares, uma não tão bem cuidada, parecia carro de trabalho e outra tão bem cuidada que estava com uma capa de proteção, mesmo estacionada na rua.

Deixamos dois destaques para o final desta reportagem. O gigante Lincoln Premiere 2 doors 1957 e, talvez, o carro mais raro que aparece nesta matéria, o Volvo P1800 Sport 1961, fabricado com carroceria em fibra de vidro, motor de 1800 cilindradas com 4 cilindros, o único que deu vontade de trazer para casa.


ÀLBUM DE IMAGENS


NR: nosso colaborador Jorge Filho esteve em Nova York em agosto de 2017 

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados

Informativos pelo WhatsApp