MaxiBlog

Campanha busca recursos para restauração do carro que supostamente teria dado origem ao Fusca

Oholandês Paul Schilperoord e o suíço Lorenz Schmid lançaram na internet uma campanha de financiamento coletivo para a restauração de um automóvel da década de 1930.

O polêmico livro

Mas o que essa notícia teria de especial? Se você é um apaixonado pelo Fusca e acompanha fatos relacionados a ele, vai se lembrar da polêmica em torno do lançamento no Brasil do livro “A Verdadeira História do Fusca — Como Hitler se apropriou da invenção de um gênio judeu”, há cerca de 7 anos.  O tal gênio judeu é Josef Ganz e sua invenção apropriada por Hitler o Standard Superior Mark I, de 1933.  De acordo com o livro, o consagrado projeto de Ferdinand Porsche nada mais é do que uma cópia do carro de Ganz. Esse assunto foi tema de um artigo de nosso colunista Alexander Gromow chamado “O que nasceu primeiro, a galinha ou o ovo?”.

Outro fato curioso: Paul Schilperoord é o autor do tal livro e Lorenz Schmid um descendente de Ganz. Os dois se conheceram justamente durante a feitura da obra e acabaram encontrando o carro, que segundo eles é o único que restou dos cerca de 250 fabricados em 1933. Em 1934 e 35 ele também foi produzido, mas com várias transformações e batizado de Mark II.

Polêmicas à parte, a restauração desde modelo tem grande valor histórico. Espera-se arrecadar 44 mil Euros. Faltam dois meses para o térmico da campanha e até agora (17/04) a arrecadação é de apenas 1.944 Euros. Eles terão muito trabalho no restauro, pois ao longo de sua existência esse Standard Superior sofreu muitas transformações, recebendo várias peças do Trabant P50, já que ele permaneceu na extinta Alemanha Oriental durante décadas.

Conheça mais sobre o projeto acessando o site da campanha.

 

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados