Coberturas

IV Encontro de Veículos Antigos de Rio das Flores, RJ

Chuva? Que chuva?!?

Contrariando o clima, antigomobilistas fizeram o sucesso do evento

A chuva não deu trégua durante todo o fim de semana, não apenas na região da pequena Rio das Flores — no Sul do Estado do Rio de Janeiro —, mas em todo o Sudeste. Mas é claro que isso não foi motivo suficiente para desmotivar os antigomobilistas presentes à quarta edição do encontro anual organizado pela Associação de Veículos Antigos Carburados, que aconteceu dia 19 de março – domingo, no Parque de Eventos desde município que tem cerca de 10 mil habitantes.

Em um dos poucos momentos de estiagem, hora de ver de perto os carros

Foram cerca de 120 veículos vindos das mais diversas cidades, como Niterói, Petrópolis, Araruama, Petrópolis, Vassouras, Miguel Pereira, Paraíba do Sul e Volta Redonda — no Rio de Janeiro e Juiz de Fora — Minas Gerais.

Um dos maiores destaques foi o Jeep CJ2A 1948 versão ‘Boyer’, ou seja, convertido em viatura dos Bombeiros. Pertencente ao Museu Militar Capitão Pitaluga, do 1° Esquadrão de Cavalaria Leve e localizado em Valença-RJ, o veículo está em processo de restauração. De acordo com o Tenente Calixto, trata-se de uma viatura raríssima, já que foram convertidos somente 136 Jeeps para essa versão e importados apenas 20 unidades para o Brasil. O outro exemplar ainda existente no Brasil de conhecimento do militar pertence a um colecionador de São Paulo.

Tenente Calixto (d) e Soldado Júnior nos mostraram o raro Jeep de Bombeiros

A Chevrolet se fez bastante presente, com um número acima da média de Chevettes — graças em parte à participação dos Chevetteiros de Volta Redonda. Entre os Opalas, destaque para o Gran Luxo 1974, a Caravan 1977, e os SS 1972 Coupê e 1971 Sedan, sendo esse último muitíssimo raro, já que a versão esportiva com 4 portas só foi produzida naquele ano, com alguns poucos exemplares no ano seguinte.

Opalas SS: à esquerda Coupê 1972; à direita Sedan 1971

Como já se tornou comum nos encontros, Fuscas originais dividiram espaço com exemplares modificados/rebaixados e/ou enferrujados.

Fusca 1300 1969, de Araruama, RJ

O presidente da Associação de veículos Antigos de Juiz de Fora, Jorge Levy (o ‘Borboleta’), não se importou em pôr na chuva seu Chevrolet Fleetmaster 1948, automóvel que é o xodó de sua coleção. Da mesma cidade, o empresário Papaulo Martins estava de Puma Conversível, modelo pouco recomendável quando o clima não favorece.
— Vim para Rio das Flores sexta-feira, quando não estava chovendo. — nos contou.

Jorge não se importou de pôr na chuva seu Chevrolet da década de 1940

Entre os chamados ‘novos clássicos’ um Escort XR3 1991, o Del Rey Ghia 1990 de Aluisio Zambrano, da TV Nova Opção, além de uma dupla de belos importados, ambos de Vassouras-RJ e produzidos em 1995: BMW 325i Cabriolet e Mercedes Benz C280.

O Del Rey de Zambrano tem cor bem fora do comum. À direita, os dois ‘novos clássicos’ alemães

O IV Encontro de Veículos Antigos de Rio das Flores apresentou uma bela exposição de bicicletas. ‘Magrelas’ clássicas de renomadas marcas importadas e nacionais das décadas de 1960, 70 e 80 que deixaram muitas saudades, como a Berlineta da Caloi e a Monareta da Monark.

Bicicletas importadas e brasileiras

Deixamos nossas congratulações à turma dos Carburados, que tivemos a satisfação de conhecer neste evento. Reunir mais de uma centena de veículos sem a preciosa colaboração de São Pedro não é nada fácil…

A turma da Associação de Veículos Antigos Carburados

EXPOSIÇÃO    MOMENTOS & AMIGOS   PREMIAÇÃO

 

Texto: Fernando Barenco
Fotos e edição: Fátima Barenco e Fernando Barenco

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados

%d blogueiros gostam disto: