Coberturas Conteúdo Eventos

1º Encontro de Carros Antigos de Curvelo, MG

1º Encontro de Carros Antigos de Curvelo, MG

E que encontro!

Passeio de helicóptero,  corrida no autódromo  foram algumas das surpresas  do evento

Corrida de carros antigos no autódromo. Passeio de helicóptero para antigomobilistas. Um troféu/ lembrança inusitado. Essas foram algumas surpresas do 1º Encontro de Carros Antigos de Curvelo, região centro-norte de Minas, mais uma que aderiu a essa cultura. E que encontro!

curvelo2016foto3
O encontro aconteceu no estádio do Curvelo Esporte Clube. Abaixo o Prefeito Sr. Maurílio Guimarães(1º d), o Presidente do Clube de Veículos Antigos de Nova Lima Jorge Baptista Pinto Filho e o Curvelo Car Classic, Christian Xavier na abertura do evento

curvelo2016foto5

Para receber raridades, o presidente do Curvelo Car Classic, Christian Xavier, não mediu esforços e a cidade abraçou a causa, ajudando-o na realização desse sonho. O evento foi realizado no último domingo, 12/06, no estádio do Curvelo Esporte Clube, mas, muitos expositores chegaram no sábado, vindos de longe, alguns da capital federal, Brasília. Então, Christian preparou uma confraternização que começou no sábado a tarde e entrou pela noite adentro, no próprio local do encontro, com direito a fogueira para espantar o frio. No dia seguinte foi servido um café da manhã para essa turma. Até o prefeito municipal, Sr. Maurílio Guimarães, amante confesso do antigomobilismo, fez questão de participar da festa, mesmo tendo um compromisso em Tiradentes-MG, na véspera, a 370 km dali. Voltou rapidamente a Curvelo e no domingo às 10:00 h abriu oficialmente o evento.

Caminhões,
Caminhões e inúmeros veículos antigos tomaram conta do espaço próximo ao campo de futebol

O espaço destinado aos carros antigos foi a área de confraternização do estádio, local com muita sombra, debaixo de frondosas árvores, que ficou pequeno diante de tantos carros e alguns tiveram que ser colocados no próprio campo de futebol. Na outra metade do campo veio a primeira surpresa, um helicóptero que pousou para levar antigomobilistas para um voo panorâmico sobre a cidade. Ficou o dia todo, levando um grupo de cada vez. Coisas do presidente Christian, que é piloto de avião e agradou em cheio.

Passeio
Itamar Bicalho presidente da Confraria da Ferrugem(1ºd), de BH ao lado do piloto e André Serra, presidente do Clube de Capim Branco num passeio de helicóptero pela cidade

Por volta das 11 horas, ele anunciou no sistema de som, a segunda surpresa:  os automóveis antigos poderiam ter acesso ao Circuito dos Cristais, autódromo novinho em folha, que foi construído na cidade. Foi um frisson geral.  A nova pista que receberá ainda este ano, no dia 20/11 a Stock Car e no dia 04/12 a Fórmula Truck seria estreada com carros antigos? E assim foi feito. Além de conseguir a liberação da pista, o Curvelo Car Classic disponibilizou um ônibus para para quem queria apenas conhecer o autódromo e não acelerar com seu old.

curvelo2016foto8
Gisele Goulart, presidente do Clube de Sete Lagoas, em cima do COE e Jorge Baptista fazendo a cobertura da corrida no autódromo

curvelo2016foto9

Ao chegar, os antigomobilistas foram muito bem recebidos pela direção do autódromo e foram convidados a encaminharem seus veículos para os boxes. Um BMW da direção do circuito serviu como carro-madrinha, que contou com mais dois safety-cars de apoio. A primeira volta teve que ser devagar, atrás dos mesmos, para reconhecimento da pista, mas depois que o carro madrinha e os safety-cars entraram para os boxes, os carros antigos mostraram que não devem nada aos novos em questão de velocidade.

Carro madrinha
BMW da direção do circuito serviu como carro-madrinha, que contou com mais dois safety-cars de apoio

Tinha muita gente boa de volante ali, com ultrapassagens até por fora. Foi uma verdadeira corrida maluca. Na pista, entre diversos modelos que participaram, o Impala 1960 rat look de André Serra, de Capim Branco-MG, a Van Beau Ville 1980 de Carlos Ronan, de Belo Horizonte-MG e o caminhão Chevrolet COE 1950 prancha de Caio Torres, de Prudente de Morais-MG. Caminhão, aliás, que serviu como carro de reportagem, inclusive levando a lente que trouxe essas imagens ao Maxicar.

De volta ao estádio, com a bela estrutura que foi armada, até com ambulância, também feira de artesanato e souvenirs e ainda cozinha mineira, foi dado início ao show da banda Santo Grau.

Muitos presidentes de clubes prestigiaram esse primeiro encontro de Curvelo. Gisele Goulart de Sete Lagoas, Rafael Figueiras da Fuscaria de Belo Horizonte, Elias Parati de Buenópolis, Itamar Bicalho da Confraria da Ferrugem de Belo Horizonte, Jorge Patrício do Automóvel Clube de Corinto, André Serra de Capim Branco, Leonardo Lessa de Diamantina, Adalton Teles do Carangas do Velho Chico, de Três Marias e Jorge Filho de Nova Lima. Muitos clubes de motocicletas também estiveram presentes. Todo grande encontro tem um trofeú/lembrança para os antigomobilistas levarem de recordação. O presidente Christian inovou mais uma vez e a lembrança desse encontro foi o mais conhecido produto do norte de Minas. Uma garrafinha com 300 ml de cachaça, com a logomarca do evento. Essa terceira surpresa também fez sucesso. Foi o primeiro encontro de Curvelo, mas a infraestrutura, a recepção, a organização e tudo o que foi oferecido aos visitantes fez parecer que o Curvelo Car Classic está está nisso há muitos anos.

É o antigomobilismo se expandindo, alcançando, cada vez mais, lugares novos, formando mais amigos, ampliando o número de clubes irmãos, nessa família sem fronteiras.

 

   ÁLBUM DE IMAGENS

Texto e Fotos: João Baptista Jorge Pinto Filho
Edição: Fatima Barenco

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados