Coberturas Conteúdo Eventos

4º Encontro de Veículos Antigos de Paraíba do Sul – RJ

Fim de semana de sol. Um agradável passeio ao Parque das Águas Salutaris

4º Encontro de Veículos Antigos de Paraíba do Sul – RJ

Sombra, água fresca… e carros antigos, é claro!

Parque das Águas Salutaris recebeu cerca de 500 veículos no final de semana

Paraíba do Sul foi palco de mais uma edição de seu Encontro de Veículos Antigos. Em apenas quatro anos, este evento já se tornou uma referência no Rio de Janeiro, atraindo antigomobilistas de todo o Estado e também de Minas Gerais, com participantes de cidades como Juiz de Fora, Matias Barbosa, Barbacena, Santos Dumont, Mar de Espanha, Além Paraíba, Leopoldina, entre outras.

De acordo com a organização, nos dois dias do encontro foram inscritos cerca de 500 veículos, com exemplares fabricados entre as décadas de 1940 e 1980 e alguns modelos especiais mais contemporâneos, produzidos já nos anos 1990.

Acima, a dupla de Camaros. Abaixo o Renault e Chapinotti e Thunder 1971
Acima, a dupla de Camaros. Abaixo o Renault e Chapinotti e seu Thunder 1971

A área coberta foi destinada a alguns importados. Destaque para modelos americanos, como a dupla de Camaros Type LT, ambos fabricados em 1974, um vermelho e outro marrom com teto em vinil. De Barra Mansa – RJ, Nelson Geraidine levou seu Biscayne 1963, Chevrolet já premiado em eventos importantes como o último Encontro Paulista de Autos Antigos, em Vinhedo. Outro que chamou a atenção foi o Ford Thunderbird 1971 de Geraldo Chapinotti, de Juiz de Fora – MG.

Ainda no mesmo recinto, um bastante raro Renault Caravelle 1964, adquirido zero km pelo pai do atual proprietário; Corvette Stingray 1975; e os nacionais Landau 1979, Karmann Ghia 1968, Galaxie 500 1968 e Dodge Magnum 1980.

Grande DKW-Vemag 1959. No detalhe, a tampa do porta-malas com frisos verticais
Grande DKW-Vemag 1959. No detalhe, a tampa do porta-malas com frisos verticais

Espalhados pelos jardins do Parque das Águas Salutaris automóveis nacionais e importados dos mais variados anos, modelos e estilos. De Nova Friburgo – RJ, Walter Inácio trouxe seu DKW sedan fabricado em 1959. De mais especial sobre o carro está o fato de não se chamar Belcar, como era de se imaginar. Pouca gente sabe, mas naquele ano ele era denominado “Grande DKW-Vemag”, e assim permaneceu até 1961. O Candango 1961 foi outro DKW que se destacou, por seu excepcional estado de conservação.

Aero "Bolinha", Rural e Jeep
Aero “Bolinha”, Rural e Jeep

Uma trinca da extinta Willys Overland dava às boas vindas aos visitantes na entrada do recinto fechado: Aero Willys 1962, Rural 1974 (já com o selo Ford) e Jeep 1950 (americano).   Distantes dali, uma dupla de pick-ups F75 esbanjava conservação.

A genuína Caravan Ambulância 1977
A genuína Caravan Ambulância 1977

Como já é tradição neste evento, foi grande um número de Opalas, graças à participação do Clube do Opala de Petrópolis, que este ano recebeu o reforço dos Opaleiros de Volta Redonda. Entre os destaques o SS 1976, o Comodoro 1986 com pintura em dois tons no padrão de fábrica e a simpática Caravan Ambulância 1977, autêntica e ainda com todos os equipamentos médicos da época.

Os Lafers deram um colorido especial ao Parque das Águas
Os Lafers deram um colorido especial ao Parque das Águas

Dando um colorido especial, os Amigos do MP Lafer e seus charmosos conversíveis de formas atemporais, que os menos informados afirmam ser legítimos ‘calhambeques’ da década de 1920, como muitas vezes já tivemos a oportunidade de testemunhar.

Mercedes Benz com tração integral nos três eixos
Mercedes Benz com tração integral nos três eixos

Este ano, Paraíba do Sul contou com a participação também de veículos militares. Ao lado de Jeeps Willys e Ford da Segunda Guerra Mundial, um enorme caminhão Mercedes Benz L-1519 versão militarizada desenvolvida pela Engesa, com tração 6X6 e cabine conversível, com teto de lona.

A réplica do VW da II Guerra Mundial é muito fiel ao original
A réplica do VW da II Guerra Mundial é muito fiel ao original

Outro grande destaque deste segmento foi a réplica Volkswagen Kübelwagen. Construído a partir do chassi e mecânica de Fusca pelo engenheiro aposentado Franklin Lanneberg, este veículo todo terreno foi amplamente utilizado pelo exercito nazista. Muito fiel ao veículo original da década de 1940, trata-se de uma das únicas réplicas existentes no Brasil e seu projeto foi tema de reportagem aqui no Portal Maxicar.

Presença de muitos VWs refrigerados a ar
Presença de muitos VWs refrigerados a ar

A parte de cima do Parque das águas foi dedicada aos Volkswagens refrigerados a ar — ou seja, o Fusca e seus derivados como Variant, Brasília e Kombi. E foram muitos exemplares, graças principalmente ao comboio organizado pelo Clube Serra Bugs Air Cooled, de Petrópolis – RJ.

A feira de peças foi instalada num confortável espaço coberto
A feira de peças foi instalada num confortável espaço coberto

Em espaço coberto, a feira de peças e acessórios esteve muito bem organizada e contou com a participação de muitos comerciantes do setor, além de produtos ligados ao antigomobilismo como camisetas, bonés e quadros com temas vintage.

O Lincoln "esticado", o Gordini "encolhido" e o Wrangler "militarizado"
O Lincoln “esticado”, o Gordini “encolhido” e o Wrangler “militarizado”

Entre os veículos mais curiosos um Lincoln Continental Town Car Limousine 1989, que de tão comprido, tivemos até dificuldades de enquadramento para a foto… Em contraponto, um Gordini encurtado e com motor VW AP (o mesmo de Santana, Gol e Voyage). Percebe-se que no projeto — muito bem executado — foram utilizadas as portas traseiras, que foram alongadas, provavelmente aproveitando-se parte das portas dianteiras. Assim foram preservadas as entradas de ar. Se ficou bonito e harmônico já é outra história. E o Fusca com teto rebaixado? Tem-se a impressão de ser uma versão ‘anabolizada’ do VW. Havia ainda um moderno Jeep Wangler personalizado como veículo militar. Muito bonito, por sinal.

Acima, à esquerda, o presidente da AVA-PS Daniel Netto e o Prefeito de Paraíba do Sul Marcinho. À direita, o diretor da FBVA, Augusto Mósca. Abaixo, antigomobilista recebendo sua CNA
Acima, à esquerda, o presidente da AVA-PS — Daniel Netto e o Prefeito de Paraíba do Sul — Marcinho. À direita, o diretor da FBVA — Augusto Mósca. Abaixo, antigomobilista recebendo sua CNA

A cerimônia de homenagens contou com a presença do Prefeito de Paraíba do Sul, Márcio de Abreu Oliveira, que reiterou o apoio do poder público local ao evento, que anualmente movimenta o turismo e a economia da cidade.

Presentes presidentes de diversos clubes e dos Diretores Regionais da Federação Brasileira de Veículos Antigos, Augusto Mósca e Francisco da Silva Esteves, que entregaram a alguns antigomobilistas a CNA — Carteira Nacional de Antigomobilista da FBVA. O documento dá a seu portador descontos e vantagens na compra de bens e serviços através de empresas conveniadas, além de identificar seu portador como membro de uma entidade de reconhecimento nacional.
Na ocasião, o presidente da AVA-PS, Daniel Netto, convidou todos os presentes para a cerimônia de filiação do clube à FBVA, que irá acontecer durante o XV Encontro AVA de Veículos Antigos – Juiz de Fora – MG, que acontece nos dias 2 e 3 de julho. O Portal Maxicar parabeniza este jovem clube por mais essa conquista.

 

   EXPOSIÇÃO      MOMENTOS & AMIGOS      HOMENAGENS

 

Texto: Fernando Barenco
Fotos e edição: Fátima Barenco e Fernando Barenco

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados