Coberturas Conteúdo Eventos

XXI Encontro Paulista de Autos Antigos – Vinhedo, SP

O Rolls Royce que pertenceu a Getúlio Vargas foi eleito o melhor veículo do evento

XXI Encontro Paulista de Autos Antigos – Vinhedo, SP

De casa nova

Pela primeira vez, o tradicional evento aconteceu em Vinhedo

Aconteceu entre os dias 21 e 24 de abril a 21ª edição do Encontro Paulista de Autos Antigos, um dos mais tradicionais eventos do gênero em todo o país. Pela primeira vez ele foi realizado em Vinhedo, cidade de 72 mil habitantes, situada na região de Campinas, distante cerca de 75 km da Capital do Estado.

Este ano os números foram mais modestos, se comparados aos vários anos em que o Encontro Paulista aconteceu na estância hidromineral de Águas de Lindóia, com centenas de carros em exposição e a venda, uma gigantesca feira de peças e público sempre calculado na base de centenas de milhares de pessoas.
Este evento aconteceu lá até 2013, quando mudou-se para Campos do Jordão e lá foi realizado nos últimos dois anos.

17
Um setor inteiro de Chevrolets, como esse Bel Air Conversível de 1955

A qualidade dos carros em exposição foi equivalente a de anos anteriores, com exemplares pouco vistos em outras exposições. Um dos destaques foi um setor inteiro dedicado aos Chevrolets, sendo muito deles da versão conversível, a sempre mais admirada e rara. Exemplares dos mais variados modelos, fabricados a partir da década de 1920. Não faltou também um ônibus jardineira fabricado em 1926, com sua bela estrutura em madeira de lei ornamentada.

sdsds
Triumph TR3 1959 e Alfa Romeo Giulietta se destacaram entre os esportivos

Entre os esportivos, destaque para os europeus Triumph TR3 1959 e Alfa Romeo Giulietta 1961 e o americano Corvette 1960, um gracioso modelo que nunca passa despercebido.

30
Um Corbitt. Modelo pouco conhecido no Brasil

Os caminhões também marcaram presença, com gigantes International, Mack, Scania Vabis e até um pouco conhecido Corbitt, uma marca extinta em meados dos anos 1950.

Simpáticos Ford Anglia, do final dos anos 1940. Muito raro vermos três juntos
Simpáticos Ford Anglia, do final dos anos 1940. Muito raro vermos três juntos

O prêmio “The Best in Show” foi concedido ao Rolls Royce Silver Wraight 1953, carroceria H.J. Mulliner (foto principal), encarroçadora independente que anos depois viria a ser adquirida pela própria Rolls Royce.

O Rolls Royce Conversível de Vargas permanece até hoje na Presidência da República
O Rolls Royce Conversível de Vargas permanece até hoje na Presidência da República

O carro em questão foi importado pela Presidência da República para o Presidente Getúlio Vargas. Junto com ele, foi encomendado o famoso Rolls Royce Conversível que até hoje faz sua triunfal aparição a cada 4 anos, durante as cerimônias de posse de um novo presidente.

Voltando ao carro de Vinhedo, ele era um veículo de uso habitual de Getúlio e estava em seu nome. Com a sua morte, o carro foi entregue à família, que o vendeu ao empresário Victor Costa, morto em 1959. O carro foi então vendido a Alberto Pittigliani (marido de Terezinha Morango, Miss Brasil 1957). Na década de 1960 o Rolls Royce passou às mãos de magnata das comunicações Assis Chateubriand. Mas foi penhorado pela Justiça e ficou guardado por muitos anos aos cuidados da Receita Federal, sendo leiloado em 1994. Hoje pertence a Nilson Carratu, um dos organizadores do Encontro Paulista de Autos Antigos.

   Conheça a história dos Rolls Royces da Presidência da República!

 

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Odair Ferraz

 

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados