Coberturas Conteúdo Eventos

4º Encontro anual de Opalas e carros antigos de Barbacena, MG

4º Encontro anual de Opalas e carros antigos de Barbacena, MG

Crescendo a cada ano…

Evento reuniu centenas de veículos na Praça de Santo Antônio

O primeiro automóvel do Brasil foi trazido por um barbacenense. Um Peugeot, vindo de Paris, em 1891. Então, Barbacena pode ser chamada de berço do automobilismo nacional.  Esse barbacenense foi o inventor do relógio de pulso, do chuveiro e de muitos outros benefícios para a humanidade, entre eles, o avião. Sim, Alberto Santos Dumont nasceu na Fazenda Cabangu, à época, Barbacena-MG. Hoje a região emancipou-se e tornou-se município com o nome do Pai da Aviação.

Pedro Ladeira – com seu Buick Eight, 1950 e Ernandes Ramos – com seu Opel Kapitan, 1951

No último final de semana, aconteceu o 4º encontro anual de Opalas e carros antigos de Barbacena, promovido por um clube novo, que está dando seus primeiros passos, timidamente e ainda com pouca divulgação, mas já alcançando sucesso. Estavam ali, para apoiar  o “Opaleiros de Barbacena”, Cláudio Mazoni, presidente da SCAB – Sociedade do Carro Antigo de Barbacena e dois de seus fundadores, que é o clube mais antigo da região, Ernandes Ramos – com seu Opel Kapitan, 1951 e Pedro Ladeira – com seu Buick Eight, 1950. Criaram esse clube em 1987 e, desde 2012, a cidade, como muitas outras, convive com os dois clubes .  E ainda,  Antônio Furtado, presidente dos Galaxeiros das Gerais; Caio Pereira, presidente do Clube de Autos Antigos Rota Real; Robson Elias, presidente do Clube de Autos Antigos de Congonhas; Edson Pereira, presidente do Opaleiros da Real; Aislam Rodrigo, presidente do Clube de Carros Antigos de Dores de Campos, Jorge Filho, presidente do Clube de Veículos Antigos de Nova Lima e Breno Menezes, presidente do Clube de Carros Antigos de Santos Dumont.

opalasbarbacenajun15_f4
A confraternização aconteceu no Antonino Bistrô, elegante casa noturna da cidade

No sábado, 20/06, já fazendo parte do evento, foi agendada vistoria para placas pretas com a Associação Galaxeiros das Gerais, na Praça da Igreja de Santo Antônio, com muito frio e uma garoa fina. Cerca de dois terços dos vistoriados alcançaram o objetivo. Os outros proprietários receberam a notícia de que poderiam receber o certificado numa próxima vistoria, sendo orientados sobre o que deveriam fazer, para buscarem a originalidade de seus carros e serem aprovados. Ou seja, não receberam uma reprovação definitiva.  À noite, os organizadores do evento, promoveram uma animada confraternização no Antonino Bistrô, elegante casa noturna, com show das cantoras Lívia Leite e Lumah Goulart. Participaram membros dos dois clubes da cidade, clubes visitantes e imprensa especializada que estava ali para cobrir o evento, como o mantenedor do site Retroauto, Francis Castaings.

Em sentido horário, a partir do alto: Chevrolet Veraneio, Fusca, Dodge Commander e Impala

No domingo (21/06), a mesma praça onde houve a vistoria foi invadida pelo sol e por 196 veículos antigos, contabilizados na entrada, pelos seguranças. Ao centro, três viaturas militares chamavam à atenção. Um caminhão Ford F 600, 1975, um Veraneio 1984 e um Dodge Commander, 1942, conhecido popularmente como pata choca. Outros destaques eram os Impalas de Cláudio Campos e Junior Pimentel, ambos da cidade anfitriã. Mas o predomínio, claro, foi de Opalas, desde o primeiro modelo fabricado, em 1969, até o último em 1992, em todas as versões: sedã, coupê e station wagon, a Caravan. Um deles, 1973, 4.100 com câmbio de três marchas, premiado em Campos do Jordão no ano passado, brilhava com os cuidados do filho do propreitário, Mateus Mendonça.

opalasbarbacenajun15_f5
Opala 4.100 1973, de Caio Mário Baptista Pereira

As tradicionais barracas de souvenirs, alimentos e bebidas eram muito procuradas por expositores e visitantes e um trio elétrico animava a festa com músicas dos anos 1970 e 1980. O espaço foi gentilmente cedido pelo pároco, Pe José Eudes de Carvalho, que, em discurso, agradeceu a presença dos antigomobilistas, pronunciou uma benção a todos, disse que sua comunidade se sentia honrada com um evento tão importante e garantiu que aquele espaço sempre estará à disposição dos mesmos.

Momentos do evento
Momentos do evento

O diretor da FBVA na região, Caio Mário Baptista Pereira, firmou apoio incondicional da Federação a todos os clubes de sua regional e a esse novo clube também. Robson Elias, presidente do CAAC, destacou a importância desse encontro. Dr. Antônio do Monte Furtado Filho, também diretor da FBVA, em nome da Associação Galaxeiros das Gerais, clube que preside, homenageou, com uma placa e medalhas de honra ao mérito, os fundadores desse novo clube: Dr. Renato Mauro Oliveira, Ubiratan Alves e Fabiano Santos e suas esposas, Vera Bernini, Mônica Alves e Maria Ferreira Guimarães, trabalhadoras incansáveis no evento.

opalasbarbacenajun15_f6
Momento das Homenagens: (e) Robson Elias, Pe Eudes, Dr. Antônio do Monte Furtado Filho, Dr. Renato Mauro Oliveira, Fabiano Santos e Ubiratan Alves

Outro homenageado foi Wendell Antônio dos Santos, colaborador voluntário, que não escondeu sua emoção. Também recebeu essa distinção, o Pe Eudes pela receptividade e apoio aos antigomobilistas originários de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Santa Cruz de Minas, Nova Lima, Prados, Dores de Campos, Santos Dumont, São João del Rei, São Brás do Suaçuí, Carandaí, Alfredo Vasconcelos, Antônio Carlos, Nova Lima e até de Paraíba do Sul-RJ.

Texto e Fotos: Jorge Filho
Edição: Fatima Barenco

   EXPOSIÇÃO      MOMENTOS   CONFRATERNIZAÇÃO

Comentários do Facebook

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados